quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

ARRAIGADOS, EDIFICADO E CONFIRMADOS NELE

Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele, Arraigados e edificados nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, nela abundando em ação de graças. Colossenses 2: 6 - 7

               A Igreja verdadeira deve poder resistir contra as palavras persuasivas. Deve ser tal que não possa ser defraudada com palavras persuasivas. Palavras persuasivas é a tradução do termo grego pithanologia. O termo pertencia à linguagem dos tribunais de justiça; indicava o poder persuasivo dos argumentos do advogado, o tipo de argumentos que podem fazer com que o mal apareça como a melhor razão, que o criminal escape ao justo castigo; o poder que podia arrastar uma assembléia até segui-la por caminhos torcidos. A Igreja verdadeira deve estar de posse da verdade de forma tal que nunca dê ouvidos a argumentos enganosos ou sedutores.
           A Igreja verdadeira tem uma disciplina militar. Paulo alegra-se em saber da ordem e da firmeza dos colossenses vivendo em sua fé. Estes dois termos apresentam um quadro gráfico, porque pertencem à linguagem militar. A palavra traduzida ordem é táxis, que significa fila ou disposição ordenada. A Igreja deve assemelhar-se a um exército ordenado fila após fila, cada homem em seu devido lugar e disposto a pôr por obra a voz de mando. A palavra traduzida firmeza é stereoma que significa baluarte sólido, falange incomovível. Descreve a um exército apostado numa formação que é inquebrantável e incomovível perante a carga inimiga. Dentro da Igreja deve dar-se uma ordem disciplinada e uma firmeza incomovível semelhante à ordem e a firmeza de um exército bem disciplinado.
                Na Igreja verdadeira a vida deve estar em Cristo. Seus membros devem caminhar em Cristo; a vida deve viver-se conscientemente na presença de Cristo. Os cristãos devem estar arraigados e ser sobre edificados nEle. Aqui estamos perante duas imagens. A palavra usada para arraigados é a que se tira da idéia de árvore de raízes profundamente metidas na terra. A palavra sobre edificados é a que corresponde a uma casa levantada sobre alicerces profundos e firmes. Assim como uma árvore se arraiga profundamente para extrair seu sustento, assim o cristão deve arraigar-se em Cristo que é fonte de vida e de fortaleza. Assim como uma casa é firme porque está construída sobre fundamentos sólidos, também a vida cristã deve manter-se impertérrita contra toda tempestade porque está cimentada não na força humana, mas na força de Cristo. Cristo é a força da vida cristã e o fundamento da estabilidade cristã
                 A Igreja verdadeira mantém com firmeza a fé que recebeu. Nunca esquece o ensino que recebeu sobre Cristo e a fé em que foi doutrinada. Deve-se notar que isto não significa uma fria ortodoxia em que toda mudança e toda aventura do pensamento é uma heresia. Somente devemos lembrar como em Colossenses Paulo revela esboços inteiramente novos de seu pensamento sobre Jesus Cristo, para ver quão
                longe está dessa intenção. O que significa é o seguinte: há certas verdades que permanecem como fundamento da fé e que não mudam. Paulo podia lançar-se por novos atalhos e avenidas de pensamento, mas sempre começava e terminava com a verdade invariável de que Cristo é o Senhor.
                                                                                                                 Colossenses (William Barclay)