segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Trechos do Livro: COMO CONHECER A VONTADE DEUS

O Cristianismo, a religião, a vida eterna consistem em conhecer a Deus. A Bíblia diz: ''E a vida eterna é esta: que Te conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste." S. João 17:3. 
Há, no entanto, idéias conflitantes a respeito de como Deus é. Segundo alguns, Ele é vingativo, cheio de ira, arbitrário. outros retratam-no como uma espécie de Papai Noel, cujo propósito principal é satisfazer todos os desejos de Seu povo. E ainda outros O consideram como uma gigantesca gelatina, incapaz de ferir alguém, mas sempre amoldável e permissivo. 
Falam-nos do amor de Deus. Mas também nos falam de Sua ira, Seu furor, Seus castigos. As Companhias de Seguro classificam os desastres da Natureza como "os atos de Deus''. Pessoas sofredoras repetidamente indagam: "Por que Deus faz isto comigo?'' Por um lado, os pregadores falam do amor, misericórdia e paciência de Deus; e por outro lado, apresentam Seus terríveis juízos. E os ouvintes se surpreendem.
O alvo de Deus para cada um de nós é que nos relacionemos pessoalmente com Ele. Almeja tornar-Se nosso Amigo. E hoje nos diz: "Com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atrai." Jeremias 31:3. 
Ele está à espera de nossa resposta ao Seu amor, de nosso companheirismo com Ele. Para fazer isto, porém, devemos saber por nós mesmos como Ele realmente é. 
Deus é revelado através dos laços do amor humano. Podemos vê-Lo retratado na mãe que embala nos braços o seu filhinho. Podemos ver o Seu cuidado no pai carregando o seu filho nos ombros. Podemos contemplá-Lo no professor ou pastor que toma tempo extra para ouvir alguém. O incansável anelo de Deus por nós manifesta-se nos soluços de uma mãe presenciando a execução de um criminoso empedernido – seu filho. O amor divino se revela na confraternização e interesse mútuo de amigos e queridos. 
A Bíblia alude a essa revelação do amor de Deus. "Como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor Se compadece dos que o temem." Salmo 103:13. "Acaso pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do fruto de seu ventre?'' Isaías 49:15. "Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos." S. João 15:13
A missão de Jesus foi a de vir a um mundo que estava em completa discordância com Deus, a fim de demonstrar como é realmente o Pai, como Ele sempre foi e sempre será. O melhor meio de conhecer a Deus é conhecer a Jesus. A vida e a morte de Cristo apresentam o mais nítido retrato da natureza de Deus. Ele disse: "Se vós Me tivésseis conhecido, conheceríeis também a Meu Pai. " (Ver S. João 14:7) 
Jesus deixou claro quando aqui esteve que Ele veio "buscar e salvar o perdido'' (S. Lucas 19:10). E em S. João 3:16 e 17, lemos: "Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu Seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou o Seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele." 
 "Vede que grande amor nos tem concedido o Pai." 
Como contemplar o amor de Deus? olhando para Jesus. Contemplamos o amor de Deus, relacionando-nos com Jesus, estudando a vida de Jesus, meditando sobre os ensinos de Jesus. Pois Jesus é Deus. Em S. João 1:1e 2 é-nos dito: "Antes que qualquer outra coisa existisse, lá estava Cristo, com Deus. Ele sempre existiu, e Ele próprio é Deus." (T.L.B.) 
Numa de minhas aulas, estávamos falando sobre o amor de Deus. Um aluno ergueu a mão e perguntou: "Se Deus amou tanto o mundo, por que Ele mesmo não veio morrer? Por que enviou Seu Filho?" 
Outro aluno que obviamente era pai, respondeu: "Se você tem um filho a quem você ama, é muito mais fácil sofrer você mesmo, do que ver seu filho sofrer." 
Hoje sou grato por esse Deus que nos amou tanto que enviou o maior dom de Si mesmo em Seu Filho, a fim de revelar Seu próprio caráter. Sou grato por Jesus que Se prontificou a vir e dar-Se a Si mesmo em resgate por muitos. Constitui boas novas o fato de que o coração de Deus o Pai palpita com o mesmo amor que Jesus, Seu Filho, revelou aqui na Terra. Podemos regozijar-nos hoje pela revelação de Deus através da Natureza, do amor humano e da Palavra de Deus. E também podemos servir-nos da tremenda oportunidade de conhecer Deus mediante o estudo da vida e ensinos de Jesus, nos quais o amor divino é sempre mais claramente compreendido. 

Fonte: Trechos do Livro: COMO  CONHECER  A  DEUS - Um Plano de Cinco Dias
Morris Venden - Título do Original em inglês: TO KNOW GOD