terça-feira, 29 de setembro de 2015

Não espere!

Não espere um sorriso para ser gentil.

Não espere ser amado para amar.

Não espere ficar sozinho para reconhecer o valor de um amigo...

Não espere ficar de luto para reconhecer quem hoje é importante em sua vida...

Não espere o melhor emprego para começar a trabalhar...

Não espere a queda para lembrar-se do conselho...

Não espere a enfermidade para reconhecer quão frágil é a vida...

Não espere a pessoa perfeita para então apaixonar-se...

Não espere a mágoa para pedir perdão...

Não espere a separação para buscar a reconciliação...

Não espere a dor para acreditar em oração...

Não espere elogios para acreditar em si mesmo...

Não espere ter tempo para servir...

Não espere que o outro tome a iniciativa se você foi o culpado...

Não espere ter dinheiro aos montes para então contribuir...

Não espere o dia de dar adeus sem antes contar que amava...

Autor desconhecido