sábado, 28 de setembro de 2013

Não Desperdice Seu Câncer


PorJohn Piper,16 de Fevereiro de 2006

Estou escrevendo estas palavras na véspera da cirurgia do câncer na minha próstata. Creio no poder de Deus para curar — por meio de um milagre e da medicina. Sei que é certo e bom orar pelos dois tipos de cura. O câncer não é desperdiçado ao ser curado por Deus. Ele recebe a glória — e isto porque o câncer existe. Então, não orar pela cura pode desperdiçar seu câncer. Mas a cura não é o plano de Deus para todos. E existem muitas outras formas de desperdiçar seu câncer. Estou orando por mim e por você, para que não desperdicemos esta dor .

1. Você desperdiçará seu câncer caso não creia que isto foi planejado por Deus Não diga que Deus apenas usa nosso câncer, mas que não o planeja. O que Deus permite, ele o faz por uma razão. E está razão é sua vontade. Se Deus prevê desenvolvimentos moleculares tornando-se cancerígenos , ele pode deter isto ou não. Se não, ele tem um propósito. Por ser infinitamente sábio, é correto chamar este propósito de plano. Satanás é real e causa muitos prazeres e dores. Mas ele não é a causa última . Assim , quando ele atacou Jó com úlceras (Jó 2:7), Jó atribuiu-as a Deus (2:10), e o escritor inspirado concorda: “e o consolaram de todo o mal que o Senhor lhe havia enviado” (Jó 42:11). Se você não crê que seu câncer lhe foi planejado por Deus, você o desperdiçará.

2. Você desperdiçará seu câncer caso creia que ele é uma maldição , e não uma bênção“Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” ( Romanos 8:1). “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós ” (Gálatas 3:13). “Contra Jacó, pois, não há encantamento , nem adivinhação contra Israel” ( Números 23:23). “Porquanto o Senhor Deus é sol e escudo; o Senhor dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam na retidão.” (Salmos 84:11)

3. Você desperdiçará seu câncer caso procure conforto em suas chances em vez de procurá-lo em DeusO plano de Deus em relação ao seu câncer não é treiná-lo no cálculo de chances racionalista e humano . O mundo consegue conforto em estatísticas . Os cristãos não . Alguns contam seus carros (porcentagens de sobrevivência) e outros contam seus cavalos (efeitos colaterais do tratamento), mas nós confiamos no nome do Senhor, nosso Deus (Salmos 20:7). O plano de Deus é claro em 2Coríntios 1:9: “portanto já em nós mesmos tínhamos a sentença de morte , para que não confiássemos em nós, mas em Deus, que ressuscita os mortos”. O objetivo de Deus relativo ao seu câncer (entre várias outras coisas boas) é derrotar a autoconfiança em nosso coração para podermos descansar completamente nele.

4. Você desperdiçará seu câncer caso se recuse a pensar na morteTodos nós morreremos caso Jesus não retorne em nossos dias. Não pensar sobre como seria deixar esta vida e encontrar Deus é tolice . Eclesiastes 7:2 diz: “Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete ; porque naquela se vê o fim de todos os homens , e os vivos o aplicam ao seu coração”. Como você pode aplicar esta verdade a seu coração se não pensa nela? Salmos 90:12 diz: “Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios”. Contar seus dias significa pensar sobre quão poucos eles são e que terminarão. Como você conseguirá um coração sábio se você se recusa a pensar nisto? Que desperdício , caso não pensemos sobre a morte.

5. Você desperdiçará seu câncer caso pense que “vencê-lo” significa sobreviver e não aproximar-se de Cristo .Os planos de Deus e os planos de Satanás para seu câncer não são os mesmos. Satanás deseja destruir seu amor por Cristo. Deus planeja aprofundá-lo. O câncer não vencerá se você morrer, apenas se falhar em aproximar-se de Cristo. O plano de Deus é privá-lo do alimento do mundo e satisfazê-lo com a suficiência de Cristo. Isto tem o objetivo de ajudá-lo a dizer e a sentir: “tenho também como perda todas as coisas pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor”. E saber, portanto, que “o viver é Cristo, e o morrer é lucro” (Filipenses 3:8; 1:21).

6. Você desperdiçará seu câncer caso gaste muito tempo lendo sobre o câncer e não o suficiente a respeito de DeusNão é errado ler sobre o câncer . Ignorância não é virtude. Mas, o desejo de saber mais e mais, e a falta de zelo pelo conhecimento contínuo de Deus é sintomático no incrédulo . O objetivo do câncer é acordar-nos para a realidade de Deus, colocar sensações e força no mandamento “Conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor” (Oséias 6:3), acordar-nos para a verdade de Daniel 11:32 : “O povo que conhece ao seu Deus se tornará forte, e fará proezas”, tornar-nos carvalhos indestrutíveis e firmes : “antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite. Pois será como a árvore plantada junto às correntes de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cuja folha não cai; e tudo quanto fizer prosperará.” ( Salmos 1:2,3). Que desperdício lermos dia e noite sobre o câncer e nada a respeito de Deus .

7. Você desperdiçará seu câncer caso se isole em vez de aprofundar seus relacionamentos manifestando afeiçãoQuando Epafrodito trouxe os presentes enviados pela igreja de Filipos para Paulo, ele ficou doente e quase morreu. Paulo diz aos filipenses: “porquanto ele tinha saudades de vós todos, e estava angustiado por terdes ouvido que estivera doente” (Filipenes 2:26). Que reação maravilhosa! Não diz que estavam angustiados porque Epafrodito estava doente , mas que ele estava angustiado porque os filipenses ouviram que ele estava doente. Este é o tipo de coração que Deus pretende criar com o câncer: o coração profundamente afetivo e preocupado com as pessoas . Não desperdice seu câncer voltando-se para si mesmo .

8. Você desperdiçará seu câncer caso se entristeça como quem não tem esperança .Paulo usa esta expressão para designar pessoas cujos entes queridos haviam morrido: “Não queremos, porém , irmãos , que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança” (1Tessalonicenses 4:13). Existe tristeza na morte. Mesmo para o crente que morre, há uma perda temporária — a perda do corpo, de entes queridos e do ministério terreno. Mas a tristeza é diferente — é permeada pela esperança: “desejamos antes estar ausentes deste corpo, para estarmos presentes com o Senhor” (2Coríntios 5:8). Não desperdice seu câncer ficando triste como quem não tem esta esperança .

9. Você desperdiçará seu câncer caso trate o pecado tão normalmente quanto antes.Seus pecados freqüentes permanecem tão atrativos quanto antes de você ter câncer? Se a resposta for afirmativa, então você está desperdiçando seu câncer. O câncer foi planejado para destruir o apetite pelo pecado. Orgulho, ganância, luxúria, ódio, falta de perdão, impaciência, preguiça, procrastinação — todos estes são adversários que o câncer deve atacar. Não pense apenas em lutar contra o câncer. Pense também em usá-lo. Todas estas coisas são piores que o câncer. Não desperdice o poder do câncer para esmagar estes adversários. Deixe a presença da eternidade tornar os pecados temporais tão fúteis como eles realmente são. “Pois, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se, ou prejudicar-se a si mesmo ?” (Lucas 9:25).

10. Você desperdiçará seu câncer caso falhe em utilizá-lo como meio de testemunhar a verdade e a glória de Cristo .Os cristãos nunca se encontram em determinado lugar por acidente. Existem razões para as quais somos levados onde estamos. Considere o que Jesus diz sobre circunstâncias inesperadas e dolorosas: “Mas antes de todas essas coisas vos hão de prender e perseguir, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, e conduzindo-vos à presença de reis e governadores, por causa do meu nome. Isso vos acontecerá para que deis testemunho” (Lucas 21:12-13). Assim também é com o câncer. Essa será uma oportunidade para testemunhar. Cristo é infinitamente digno. Aqui está uma oportunidade de ouro para mostrar que Jesus vale mais que a vida . Não a desperdice.Lembre-se de que você não foi deixado sozinho; terá a ajuda necessária: “Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus” (Filipenses 4:19).

In monergimoTradução: Josaías JúniorRevisão: Rogério Portella

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

LOUCOS POR JESUS

         

Tenho acompanhado nos últimos dias, pessoas falando de ser LOUCO POR JESUS e de algumas praticas que tem escandalizado o meio cristão e que particularmente não acrescenta em nada na vida cristã.

Uma foto de um Pastor fazendo menção de estar cheirando cocaína sobre a bíblia, querendo passar a mensagem de ser viciado na palavra, ou como ele declara em vídeo, comer a bíblia para ilustrar que a mesma é alimento, me pergunto. Isso é ser louco por Jesus?
Quero gastar um tempo falando algumas coisas que aos meus olhos são loucuras por Jesus.
Alguns homes estavam a beira da praia, eram pescadores dirigiam uma cooperativa, tinha pessoas trabalhando para eles, tinham família, Jesus se aproxima e diz: sigam-me, eles deixam tudo e seguem Jesus, LOUCOS POR JESUS.
Um certo homem coletor de impostos pouca estatura mais curioso por ver Jesus sobe em uma arvore cheia de espinhos, Jesus o chama vai até sua casa e ao ouvir Jesus diz que se houvera defraudado alguém restituiria quatro vezes, LOUCO POR JESUS.
Certo homem judeu de nascimento, mas com cidadania Romana, fariseu membro do Sinédrio, perseguidor de cristãos tem um encontro com Jesus, deixa a fabrica de tendas que era dono, passa a ser perseguido é chicoteado e passa grande parte de sua vida preso,por não negar sua fé, LOUCO POR JESUS   
Conheça o que aconteceu com alguns LOUCOS POR JESUS
Tiago, filho de Zebedeu, foi o primeiro a morrer. Foi decapitado à espada por ordem do rei Herodes Agripa I, em 44 da nossa era.
 André, irmão de Pedro, foi crucificado em Ática na Ásia Menor. Continuou admoestando seus algozes até exalar o seu último suspiro.
 Tiago, filho de Alfeu, foi lançado do pináculo do templo de Jerusalém e, a seguir, apedrejado até morrer.
 Mateus, ex-coletor de impostos, pregou por quinze anos na Palestina indo depois para Etiópia, onde foi morto à espada.
 Bartolomeu pregou na Arábia, estendendo sua pregação até a Índia. Alguns afirmam que ele foi amarrado a um saco e lançado ao mar, enquanto outros asseguram que ele foi esfolado.
 Simão, o cananeu, foi executado na Pérsia por ordem do imperador Trajano. Foi martirizado até expirar.
 Tomé, o que duvidou da aparição do Cristo ressurreto, veio a ser um dos maiores pregadores. Viajou muitíssimo, pregando nas regiões da Parta, Média, Pérsia chegando até a Índia. Foi morto atravessado por uma lança na cidade de
Coromandel.
 Judas Tadeu, irmão de Tiago, morreu cravado de flechas.
 Filipe morreu na Ásia menor enforcado num pilar do templo em Hierápolis.
 Pedro morreu crucificado no ano 67 dC com idade de 75 anos. A tradição diz que ele pediu para ser crucificado de cabeça para abaixo porque se achou indigno de morrer como seu Mestre e Senhor.
 João, irmão de Tiago, foi exilado na ilha de Patmos por ordem do imperador Domiciano. Morreu aos cem anos de idade, sendo o único dos apóstolos que teve morte natural. Segundo a tradição foi lançado num tacho de azeite fervendo de onde saiu ileso.
 O historiador da Igreja Irineu disse no primeiro século que “o sangue dos mártires (os discípulos de Jesus) foi a semente da Igreja”. Será que valeu a pena?

CONCLUSÃO:
Não é com analogias mundanas que se demonstra ser LOUCO POR JESUS,  ser louco por Jesus é buscar uma vida de santidade, vencendo os desejos carnais a cada dia, não roubando, não mentindo, não adulterando, não fornicando, não falando mal dos outros, honrando seus compromissos, sendo obediente a pais mães e liderança, levando uma vida de jejum oração e leitura da palavra.  Ser louco por Jesus é falar do seu amor a todo tempo, ser louco por Jesus é quando outros vão ao futebol, você fazer visitas a hospitais e asilos, loucos por Jesus são apaixonados por almas e pela palavra de Deus e a obra do  Senhor.
O evangelho não esta precisando de animadores de plateia o evangelho só precisa de adoradores que o adorem em espírito e em verdade, sabendo que JESUS É SUFICIENTE.

VOCÊ É LOUCO POR JESUS?
Pastor Sebastião Luiz Chagas

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Apascentando Ovelhas ou Entretendo Bodes?

Pr. Charles Haddon Spurgeon
Tradução: Walter Andrade Campelo
Um mal está no declarado campo do Senhor, tão grosseiro em seu descaramento, que até o mais míope dificilmente deixaria de notá-lo durante os últimos anos. Ele se tem desenvolvido em um ritmo anormal, mesmo para o mal. Ele tem agido como fermento até que toda a massa levede. O demônio raramente fez algo tão engenhoso quanto sugerir à Igreja que parte de sua missão é prover entretenimento para as pessoas, com vistas a ganhá-las.
Da pregação em alta voz, como faziam os Puritanos, a Igreja gradualmente baixou o tom de seu testemunho, e então tolerou e desculpou as frivolidades da época. Em seguida ela as tolerou dentro de suas fronteiras. Agora as adotou sob o argumento de atingir as massas.
Meu primeiro argumento é que prover entretenimento para as pessoas não está dito em parte nenhuma das Escrituras como sendo uma função da Igreja. Se este é um trabalho Cristão, porque Cristo não falou dele? "Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." (Marcos 16:15). Isto está suficientemente claro. Assim teria sido se Ele tivesse adicionado "e proporcionem divertimento para aqueles que não tem prazer no evangelho." Nenhuma destas palavras, contudo, são encontradas. Não parecem ter-lhe ocorrido.
Então novamente, "E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores... para a obra do ministério" (Efésios 4:11-12). Onde entram os animadores? O Espírito Santo silencia no que diz respeito a eles. Foram os profetas perseguidos porque divertiram o povo ou porque o rejeitaram? Em concerto musical não há lista de mártires.
Além disto, prover divertimento está em direto antagonismo com o ensino e a vida de Cristo e de todos os seus apóstolos. Qual foi a atitude da Igreja quanto ao mundo? "Vós sois o sal" (Mateus 5:13), não o doce açucarado - algo que o mundo irá cuspir e não engolir. Curta e severa foi a expressão: "deixa os mortos sepultar os seus mortos." (Mateus 8:22) Ele foi de uma tremenda seriedade.
Se Cristo introduzisse mais brilho e elementos agradáveis em Sua missão, ele teria sido mais popular quando O abandonaram por causa da natureza inquiridora de Seus ensinos. Eu não O ouvi dizer: "Corra atrás destas pessoas, Pedro, e diga-lhes que nós teremos um estilo diferente de culto amanhã, um pouco mais curto e atraente, com pouca pregação. Nós teremos uma noite agradável para as pessoas. Diga-lhes que certamente se agradarão. Seja rápido Pedro, nós devemos ganhar estas pessoas de qualquer forma." Jesus se compadeceu dos pecadores, suspirou e chorou por eles, mas nunca procurou entretê-los.
Em vão serão examinadas as Epístolas para se encontrar qualquer traço deste evangelho de entretenimento! A mensagem delas é: "Saia, afaste-se, mantenha-se afastado!" É patente a ausência de qualquer coisa que se aproxime de uma brincadeira. Eles tinham ilimitada confiança no evangelho e não empregavam outra arma.

Após Pedro e João terem sido presos por pregar o evangelho, a Igreja teve uma reunião de oração, mas eles não oraram: "Senhor conceda aos teus servos que através de um uso inteligente e perspicaz de inocente recreação possamos mostrar a estas pessoas quão felizes nós somos." Se não cessaram de pregar a Cristo, não tiveram tempo para arranjar entretenimentos. Dispersos pela perseguição, foram por todos lugares pregando o evangelho. Eles colocaram o mundo de cabeça para baixo (Atos 17:6). Esta é a única diferença! Senhor, limpe a Igreja de toda podridão e refugo que o diabo lhe tem imposto, e traga-nos de volta aos métodos apostólicos.


Finalmente, a missão de entretenimento falha em realizar os fins desejados. Ela produz destruição entre os novos convertidos. Permita que os negligentes e escarnecedores, que agradecem a Deus pela Igreja os terem encontrado no meio do caminho, falem e testifiquem. Permita que os oprimidos que encontraram paz através de um concerto musical não silenciem! Permita que o bêbado para quem o entretenimento dramático foi um elo no processo de conversão, se levante! Ninguém irá responder. A missão de entretenimento não produz convertidos. A necessidade imediata para o ministério dos dias de hoje é crer na sabedoria combinada à verdadeira espiritualidade, uma brotando da outra como os frutos da raiz. A necessidade é de doutrina bíblica, de tal forma entendida e sentida, que coloque os homens em fogo.

A Falsidade e a Mentira


A mentira é outro dos pecados mais generalizados de nossa sociedade, a tal ponto que a consciência de muitos cristãos têm se tornado insensível e debilitada com relação ao pecado da mentira. Existem muitas pessoas crentes que crêem "que não se pode viver sem uma mentirinha".


A mentira é covardia para não enfrentar a realidade. O homem se justifica ao mentir; considera que as mentiras são "piedosas" ou "por necessidade" ou ainda para evitar problemas maiores. São justificativas ilusórias e sem fundamentos, pois a falsidade e mentira são imorais e contrárias à conduta que Deus requer do homem.

Que é a Mentira?
Mentira: É uma manifestação contrária à verdade, cuja essência é o engano, e cuja gravidade se mede segundo o egoísmo ou a maldade que encerra. Está proibida pelo decálogo (10 mandamentos) divino (Ex 20:16), e um dos efeitos da conversão ao cristianismo é deixar de mentir (Ef 4:25).
A mentira direta, como a de Ananias e Safira (At 5:4), não é a única forma de mentira. Em algumas ocasiões se trata de meias verdades (que é uma "mentira inteira"), como Abraão disse de sua esposa Sara a Abimeleque: "É minha irmã." (Gn 20:2,12). O propósito é sempre enganar.
Pode ser também uma resposta evasiva, como a que Caim disse a Deus (Gn 4:9); um silêncio como o de Judas quando o Senhor o acusou indiretamente na última ceia (Jo 13:21-30), ou toda uma vida enganosa. "Se dissermos que mantemos comunhão com Ele, e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade" (I Jo 1:6).
A mentira não é um "pecadinho", isto não existe: Os mentirosos irão para o lago de fogo (Ap 21:8).
Hipocrisia: Pretensão ou fingimento de ser o que não é. Hipócrita é uma transcrição do vocábulo grego "hypochrités", que significa ator ou protagonista no teatro grego. Os atores gregos usavam máscaras de acordo com o papel que representavam.
É daí que o termo hipócrita chegou a designar a pessoa que oculta a realidade atrás de uma máscara de aparência.
Deus proíbe e condena a mentira e a falsidade
Cristo é o nosso exemplo de verdade
Cristo, o Senhor, nos ordena a ser absolutamente verazes; "seja a tua palavra sim, sim e não, não" (Mt 5:37). Está preparando para si uma igreja sem mancha e sem ruga ( Ef 5:27), e como discípulos seus e parte do seu corpo, devemos ser absolutamente verazes, francos, sinceros, honestos, honrados; ainda quando tenhamos de sofrer por Sua vontade (1Pe 4:15-19; 3:17; Pv 19:22).
O povo de Deus aborrece a mentira (Sl 119:104, 128,163Pv 30:8) e rejeita os que a praticam (Sl 40:4; 101:7; 144:11; Ef 5:11), orando para ser guardado da mentira (Sl 119:29Pv 13:5).
O dano que faz a mentira e o engano.
A mentira anestesia a consciência do mentiroso; torna-o insensível à verdade; a verdade não penetra para uma transformação. A mentira vicia com mais facilidade, já que uma mentira conduz a outra.
A falsidade e a mentira são muito prejudiciais ao relacionamento entre os discípulos de Cristo. Cria a desconfiança, o receio, a incredulidade, a suspeita. Destrói o ambiente de fé, de amor, de compreensão e estimula o ciúme. O senhor nos ordena a rejeitar a mentira em todas as suas formas: falso testemunho, engano, hipocrisia, fingimento, exagero, calúnia, desonestidade, não cumprir os tratos injustificadamente, fraude, falsificação em todas as áreas de nossa vida: lar, trabalho, comércio, igreja, autoridades, colégio, amizades, etc.
A sociedade assentada sobre a mentira e a falsidade está destinada a desmoronar. É preciso edificar uma estrutura moral de veracidade em todas as ordens e escalas da vida: nos governantes e nos governados, nos pais e nos filhos, nos patrões e empregados, nos mestres e nos alunos, nos comerciantes, nos profissionais, nos clientes.
Como se libertar e corrigir-se.
Arrepender-se: mudar de atitude e de mentalidade em relação à mentira e à falsidade. Rejeitar a mentira, eliminá-la da vida. Determinar obedecer a Deus em tudo e viver sempre na verdade. Disciplinar-se até cultivar uma nova atitude baseada na veracidade.
Confessar o pecado: (Pv 28:13-141 Jo 1:9; 2:1) toda a mentira é pecado e deve ser completamente confessada, esclarecendo-se a verdade com Deus e com a pessoa enganada. Quando a mentira constitui um vício arraigado à maneira de viver, deve ser confessada a um irmão maduro, responsável, procurando uma ampla orientação (Tg 5:16).
Exortação (Tg 5:19-20: Gl 6:1-2Ef4:25) como este pecado afeta as relações entre os irmãos, somos responsáveis uns diante dos outros para corrigir, admoestar, ensinar, etc.


terça-feira, 24 de setembro de 2013

Devocional Partes do cântico de Ana (1Sm 2: 7-8)

O SENHOR empobrece e enriquece; abaixa e também exalta.
Ana declara sua condição antes uma pessoa com um profundo sentimento de pobreza, por não ter a maior riqueza concedida por Deus a uma mulher, a nobreza de gerar um filho, materialmente ela tinha de tudo para a época em que vivia e até um pouco mais, pois, tinha um esposo apaixonado algo que não era normal. Ana passou a sentir-se rica quando começou a gerar Samuel creio que o sentimento foi aumentando a partir do momento que seu nascimento aproximava e quando nasceu a felicidade foi completa pois seu tesouro estava em sua mão.
O que busco diante de Deus para deixar a pobreza e me sentir rico?

Levanta o pobre do pó, e desde o monturo exalta o necessitado, para o fazer assentar entre os príncipes, para o fazer herdar o trono de glória; porque do SENHOR são os alicerces da terra, e assentou sobre eles o mundo.
A bíblia está recheada de situações onde pessoas em estado de pobreza experimentam do amor e da misericórdia de Deus, no Antigo Testamento me chama a atenção a história de Mefibosete, neto de Saul que vivia no deserto em Lo-Debar, vivia de favores mesmo sendo de linhagem real estava pobre, aleijado, vivia um tempo de pobreza total, mas diz que, o rei Davi em momento de ação única de Deus decide buscar  remanescentes da família de Saul para fazer-lhes favores e com isso Mefibosete é alcançado,sai da pobreza e do deserto e vai morar no palácio e passa a comer a mesa com o rei, uma ação do rei Davi que retrata uma das ações do Rei Jesus, para a vida daqueles são seus súditos, sairão do deserto, vão morar no palácio e  comerão a mesa do Rei.
            Todas estas coisas são possíveis de acontecer em nossas vidas, pois, todas as coisas pertencem a Deus, a terra não é do diabo como muitos pregadores falam a terra pertence a Deus e ele as dá aos seus filhos o salmista diz: “pede-me e te darei as nações por herança” Sl 2:8, o livro de Dt diz: "Eis que os céus e os céus dos céus são do SENHOR teu Deus, a terra e tudo o que nela há."  (Deuteronômio 10 : 14), Gere sua riqueza em Jejum e oração, acompanhado da leitura da Palavra de Deus para saber qual a vontade do Senhor e receba tudo o que Deus tem reservado para você.

Deus Abençõe!


Pastor Sebastião Luiz Chagas

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

CULTO DE DOMINGO - ANIVERSÁRIO DO MINISTÉRIO DE ADORAÇÃO GERADOS PARA ADORAR















Ensinamentos para uma igreja continuar a ser vitoriosa

Então falou Samuel a toda a casa de Israel, dizendo: Se com todo o vosso coração vos converterdes ao SENHOR, tirai dentre vós os deuses estranhos e os astarotes, e preparai o vosso coração ao SENHOR, e servi a ele só, e vos livrará da mão dos filisteus. 4  Então os filhos de Israel tiraram dentre si aos baalins e aos astarotes, e serviram só ao SENHOR. 5  Disse mais Samuel: Congregai a todo o Israel em Mizpá; e orarei por vós ao SENHOR. 6  E congregaram-se em Mizpá, e tiraram água, e a derramaram perante o SENHOR, e jejuaram aquele dia, e disseram ali: Pecamos contra o SENHOR. E julgava Samuel os filhos de Israel em Mizpá. 7  Ouvindo, pois, os filisteus que os filhos de Israel estavam congregados em Mizpá, subiram os maiorais dos filisteus contra Israel; o que ouvindo os filhos de Israel, temeram por causa dos filisteus. 8  Por isso disseram os filhos de Israel a Samuel: Não cesses de clamar ao SENHOR nosso Deus por nós, para que nos livre da mão dos filisteus. 9  Então tomou Samuel um cordeiro de mama, e sacrificou-o inteiro em holocausto ao SENHOR; e clamou Samuel ao SENHOR por Israel, e o SENHOR lhe deu ouvidos. 10  E sucedeu que, estando Samuel sacrificando o holocausto, os filisteus chegaram à peleja contra Israel; e trovejou o SENHOR aquele dia com grande estrondo sobre os filisteus, e os confundiu de tal modo que foram derrotados diante dos filhos de Israel. 11  E os homens de Israel saíram de Mizpá; e perseguiram os filisteus, e os feriram até abaixo de Bete-Car. 12  Então tomou Samuel uma pedra, e a pôs entre Mizpá e Sem, e chamou-lhe Ebenézer; e disse: Até aqui nos ajudou o SENHOR. I SAMUEL 7 3-12

Ensinamentos para uma igreja continuar a ser vitoriosa

1)  Uma vida de Arrependimento e Serviço vv.3

 E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. II CRÔNICAS 7:14

2)  Ter um profeta (pastor) sempre disposto a orar por sua igreja vv.5

Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas  voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto; 1Pe 5: 2
3)  Membros que busquem a oração do profeta (pastor) vv.8

Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores.  Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor;

4)  Um profeta (pastor) intimo de Deus e uma igreja pronta para batalha.

O segredo do SENHOR é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança. Sl 25:14
5)  Profeta (pastor) e Igreja gratos ao Senhor,
fr

E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição. E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos. 6  A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao SENHOR com graça em vosso coração. E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai. Cl 3:14-17

Conclusão: Grandes são as batalhas que enfrentamos como igreja como cristãos e de tudo que falamos nas linhas acima são traduzidos no ultimo texto lido na carta aos da igreja de colossenses, revestimento de amor, coração grato a Deus, sempre louvando ao Senhor, fazendo tudo por amor a Deus.

Pastor Sebastião Luiz Chagas 

domingo, 15 de setembro de 2013

Juventude tocada pelo Mestre

TEMA: Juventude tocada pelo Mestre

TEXTO: E aconteceu que, no dia seguinte, ele foi à cidade chamada Naim, e com ele iam muitos dos seus discípulos, e uma grande multidão; E, quando chegou perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e com ela ia uma grande multidão da cidade.E, vendo-a, o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores.  E, chegando-se, tocou o esquife (e os que o levavam pararam), e disse: Jovem, a ti te digo: Levanta-te. E o defunto assentou-se, e começou a falar. E entregou-o a sua mãe.E de todos se apoderou o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: Um grande profeta se levantou entre nós, e Deus visitou o seu povo.  E correu dele esta fama por toda a Judéia e por toda a terra circunvizinha. Lucas 7:11-17

Introdução:  O toque da mão do mestre

Estava maltratado e amassado, e o leiloeiro,
Pensou que quase nem valia pena,
Perder tanto tempo com o velho violino,
Porém, segurou-o com um sorriso.
"Quanto me oferecem, meus amigos?"- falou
"Quem dará o primeiro lance"?
Um dólar, um dólar e meio, e então, dois! Apenas dois?
Três dólares, dou-lhe uma, três dólares, dou-lhe duas;
Dou-lhes três..." Mas não,
Do salão, lá no fundo, um homem grisalho
Veio à frente e tomou do arco;
Então, tirando a poeira do velho violino,
E, afinando as cordas frouxas,
Tocou uma doce e pura melodia
Como canta um anjo que gorjeia.
Cessa a música, e o leiloeiro,
Em voz suave e calma,
Diz "O que me oferecem pelo velho violino?
E segura-o no alto juntamente com o arco.
"Mil dólares, e quem oferecerá dois?
Dois mil, alguém dá três?
Três mil, dou-lhe uma, três mil, dou-lhe duas
Dou-lhe três, vendido", diz ele

As pessoas aplaudem, mas algumas gritam
"Não compreendemos nada
O que alterou seu valor?"a resposta vem imediata:
O toque da mão de um mestre

E muitas vezes um homem com a vida fora de tom
É judiado e marcado pelo destino
É vendido barato para a multidão descuidada
Assim como o velho violino
Um prato de sopa, um cálice de vinho;
Um jogo - e ele segue viajando,
Vai uma e vão duas
Vai a terceira e foi
Mas, vem o Mestre e a tola multidão
Nunca compreende
O valor de uma alma e a mudança operada
Pelo toque da mão do Mestre

Myra B. Welch - Do livro: Canja de Galinha para a Alma

ELUCIDAÇÃO: 11. Naim ficava cerca de dez milhas a sudeste de Nazaré. Perto do portão oriental de Naim, ao longo da estrada que vai para Cafarnaum, existem sepulturas na rocha. Jesus, aproximando-se de Cafarnaum, talvez encontrasse a procissão fúnebre que saía da cidade à caminho dessas tumbas. 12. Viúva. A vida de uma viúva no Oriente era difícil, uma vez que não era fácil encontrar emprego, e por isso ela dependia de seus parentes do sexo masculino mais achegados. Grande multidão. Havia muitas testemunhas do milagre que podiam comprovar a sua autenticidade. 13. Não chores. O choro aparatoso era convencional nos funerais orientais; na verdade, pagavam-se pranteadores para que chorassem. A ordem para que parassem de chorar, vinda de um completo estranho, deve ter parecido rude. 14. O esquife. A palavra grega indica uma maca sobre a qual o corpo era levado, ou o próprio caixão. 16. Todos ficaram possuídos de temor. A súbita ressurreição do defunto deve ter sido aterradora para aqueles que seguiam o cortejo fúnebre, ainda que se alegrassem com o fato. Deus visitou o seu povo. Durante muitos anos não havia testemunho profético em Israel. A magnitude deste milagre compeliu o povo a crer que Jesus devia ser um profeta.

O QUE ACONTECE QUANDO JOVENS SÃO TOCADOS POR JESUS

1)  GANHAM VIDA ESPIRITUAL
2)  SENTEM FOME DA PALAVRA
3)  COMEÇAM A FALAR DAS MARAVILHAS DO REINO
4)  TORNAM-SE A ALEGRIA DOS PAIS
5)  SÃO A ALEGRIA DO REINO DE DEUS

CONCLUSÃO: Voce já foi tocado pelo Mestre?

 Pastor Sebastião Luiz Chagas