quinta-feira, 18 de julho de 2013

AS CONSEQÜÊNCIAS DO PECADO

Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor. Romanos 6:23

Minha mãe, de vez em quando, relembra algumas travessuras cometidas por seus filhos.Uma delas foi realizada por meu irmão mais velho, quando criança. Vivendo aquela fase decuriosidade e descobertas, ele pegou um frasco de álcool e uma caixa de fósforos, uma combinação explosiva nas mãos de qualquer criança. O recipiente, pela bondade de Deus, possuia apenas uma pequena quantidade de álcool. Meu irmão, com sua ingenuidade infantil, acendeu um palito de fósforo e o jogou dentro do pote de álcool, e ficou olhando, de cima, para ver o que iria acontecer.
O resultado é previsível: pálpebras e sombrancelhas queimadas. Meu irmão sabia que fazer aquilo era errado, tanto que o fez escondido. Apesar de saber que não devia mexer com álcool e fósforo, ele ignorou os alertas de nossa mãe, e acabou arcando com o resultado de sua desobediência. Mas essa conseqüência foi útil, pois ensinou a ele uma boa lição. A queimadura foi um “instrumento” para seu aprendizado. O duro resultado de seu erro foi um ótimo “professor”.
Podemos notar um comportamento semelhante nos cristãos contemporâneos. É muito comum vermos crentes que, apesar de conhecerem o que o Bíblia diz sobre o pecado, acabam ignorando os alertas e tratando o pecado de forma leviana. Os cristãos de nossos dias perderam a consciência da seriedade do pecado, e também da realidade de suas conseqüências. Diante disso, é preciso estarmos atentos à maneira como Deus usa os resultados de nossos pecados, de modo a aprendermos com nossos erros.
                                                                                                                        Ivis Fernandes