domingo, 23 de setembro de 2012

PECADOS DE AUTOCONTROLE E AUTOCONFIANÇA


 RETORNO À SANTIDADE / 
 O coração do homem planeja o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos.Texto Áureo: Pv 16:9                              

 Como é isto? Como pecar nesta categoria?
Na vida de muitos cristãos há áreas onde seu “EU” não foi crucificado. O que impede o fluir de Cristo. O velho homem permanece no coração!
A carne. (Gl 5:17) Significa nossas ações e pensamentos humanos quando agimos sem o controle direto de Cristo.
Morrer para si: Em (Mt 16:24-25), nossos desejos morrem a medida que rendemos a Cristo. É necessário morrer o “eu”, para ter-mos vida com Ele e para Ele. (Jo 3:30) .
Este pecado impede a Deus de conduzir-mos à santidade e ao poder espiritual. ( Mt 16:24-25; Rm 6:6).
Existirão situações na vida do crente em que deverá escolher a vontade de Deus e não a nossa. (Is 55:8). Deus tem poder para restaurar o pensamento humano.
     Nossa carne e desejos naturais podem clamar por uma maneira de agir: o “eu”, porém, nós sabemos que Deus quer outra maneira. Pela fé negamos a nós mesmos e obedecemos a Deus. Por nós mesmos não somos capazes, mas buscando em Cristo, conquistaremos mais uma porção da santidade. (Is 41:10). Temos que lutar sem temer. (Dt 31:6).
     Jesus conquistou a vitória. Ele está em você! Deixe-o reinarem sua vida. (Rm 6:12-14). Ele dá força, mas a escolha é de cada um de nós. (Rm 7:4-6).
Se somos guiados pelo espírito, sepultamos o “eu”. (Gl 5:25; Rm 8:9-10; 1Co 3:16; 2Co 6:16).
     Estamos preparados para negarmos a nós mesmos? Será que vale a pena? Com certeza fácil não é, mas vale a pena muito mais do que imaginamos! Revigora sua energia e zelo espiritual. Quando o crente está fraco espiritualmente seu “EU”, está acima da vontade de Deus!
Quantas vezes ignoramos o trabalho de Deus? Quantas vezes dizemos “NÃO”? Quantas vezes insistimos em fazer algo, e nada dá certo? Quantos obstáculos temos colocado entre “eu” e Deus?
    Queremos levar nosso peso sozinho? Temos tido alegria quando vivemos nossa vida? (Hb 12:1). É impossível ao crente, alegria sem o Senhor; pois é Ele nossa alegria!
Sejamos honestos conosco mesmo, pois o Senhor conhece cada coração. (Pv 21:2).
     Devemos entender que para uma semente germinar, ela tem que morrer. (Jo 12:24). Para o crente produzir fruto, tem que morrer o “eu”. O autocontrole a autoconfiança! (Gl 2:20a; 2 Co 5:15).
Jesus é a videira e nós os ramos. (Jo 15:5). Que fruto estamos produzindo?
     Vivemos muitas vezes em tribulações. Deus permite as tribulações, mas com o propósito glorioso em nossas vidas! Chegar mais perto de Cristo. (Tg 1:2).
    Observemos que grande lição do apóstolo Paulo. (2 Co 12:10). Temos este mesmo prazer de Paulo?
Isto é ter a certeza de que Deus está no controle. Ele jamais falhará.
Através da oração Deus nos alivia em muitas tribulações. Devemos ter o cuidado para que satanás não nos tire das tribulações permitidas por Deus. Pois, não teremos gozo nenhum! Porque Deus quer que cresçamos na Graça e no Conhecimento de Cristo Jesus. E aprendemos a confiar Nele!
Passamos por dificuldades e tribulações. Quer individual, ou mesmo a igreja. Devemos glorificar a Deus em nossas vidas, buscando-o com humildade! Em tudo dai graças. (2 Co 12:9).
     Como estamos louvando ao Senhor? Fazemos do nosso jeito, e achamos que é do espírito? Atenção! Não é tudo que fazemos que Deus aceita! É perigoso! Deus é Espírito!
Modernidade não é com o nosso Deus!
A obra do Senhor requer purificação e a plenitude do Espírito Santo. (Hb 9;14).
Muitas pessoas vêm para a igreja, mas não tem permanecido, porque as ganhamos para nós mesmos, e não para Deus!

Meditar:
- Que Deus possa nos livrar de confiar-mos em nossas próprias forças! (Jz 7:7-12).
- Repensemos o exemplo de vitória que ocorreu na vida de Gideão!
- Que possamos falar do evangelho genuíno para alcançarmos os corações dos povos. E não somente suas mentes!  
- “Não mais eu vivo, mas Cristo vive em mim”! (Gl m2:19).
- Permita que Deus fale ao seu coração. Pois é Ele o galardoador de nossas almas!
- Façamos o obra do Senhor, e teremos nossa recompensa! (Fp 2:3).



                                                            Amém...