terça-feira, 18 de setembro de 2012

O DIA DA COLHEITA



O Dia da Colheita

“Erguei os olhos e vede os campos, pois, já branquejam para a ceifa” (João 4:35).


Palavra do Presidente
O Dia “C” (Dia da Colheita), programado para o dia 24 de novembro de 2012, último sábado do mês, será, com certeza, um grande marco no trabalho de evangelização em nossa Denominação. Nossa expectativa é de que haja
O Dia “C” (Dia da Colheita), programado para o dia 24 de novembro de 2012, último sábado do mês, será, com certeza, um grande marco no trabalho de evangelização em nossa Denominação. Nossa expectativa é de que haja uma significativa adesão das famílias congregacionais a este grande Projeto Evangelístico promovido pelo DEM, possibilitando, num único dia, um grande número de convertidos ao Evangelho de Cristo. A ideia é que cada família abra as portas de seu lar e convide pelo menos dez pessoas para assistirem a um vídeo, com mensagem evangelística, com um breve testemunho e apelo através de um elemento da família, munido das “ferramentas” adequadamente concedidas para este fim pelo Departamento de Missões. Cremos que este Projeto, além de estimular o nosso povo à evangelização em casa, poderá promover, sem triunfalismos, um crescimento sem precedentes em nossa história. Se hoje somos cerca de 80.000 congregacionais no Brasil, este número poderá ser dobrado ou triplicado. Nenhuma igreja de nossa União poderá ficar de fora neste grande dia. É tempo de colheita!Julho, é o mês de grande ênfase missionária em nossa Denominação. O segundo domingo é o Dia de Missões Nacionais e o DEM (Departamento de Evangelização e Missões) lançou uma Campanha com um alvo financeiro de R$ 75.000,00 (setenta e cinco mil reais), valor que será inteiramente aplicado na Obra Missionária Denominacional. Se cada igreja contribuir com pelo menos R$ 200,00, ultrapassaremos o alvo facilmente. A partir do dia 19, vários irmãos viajarão para a cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, para participarem da 14ª edição do Projeto Nilson Braga.Cremos que este marcará profundamente a história daquela cidade, muitas vidas se renderão aos pés de Cristo e serão salvas pelo poder do Evangelho durante o Projeto. O êxito dos dois empreendimentos missionários supracitados, depende do apoio, envolvimento, participação e   cooperação efetivasde todo povo congregacional. É tempo de fazermos Missões!Em João 4:35, o Mestre nos desafia a erguermos os nossos olhos para vermos os Campos que já estão brancos, ou prontos, para a ceifa, destacando não apenas o senso de urgência da colheita, mas a necessidade de que os ceifeiros tenham esta percepção espiritual e realizem a colheita enquanto há tempo. O tempo é hoje, agora, não pode ser mais adiado, os frutos já estão maduros e preparados para serem colhidos. Precisamos decidir, com urgência, se vamos nos envolver com este grande empreendimento divino ou vamos ficar presos aos nossos próprios projetos mesquinhos e individualistas. Não basta “vermos” os campos, precisamos entender que nós somos os instrumentos que Deus deseja usar nesta geração para colher os frutos. Não apenas o “foco” de nossa visão espiritual precisa ser corrigido, mas as nossas ações também precisam ser redirecionadas para que a colheita seja abundante. Há muitas vidas no Brasil e no mundo carentes do testemunho do Evangelho de Cristo; nós somos os responsáveis nesta geração para que este Evangelho chegue até elas e transforme a sua história. Ergamos, portanto, os nossos olhos e participemos desta grande colheita!Deus tem nos concedido a oportunidade de realizarmos algo grande, significativo, relevante em nossa geração. Podemos ser protagonistas de uma nova história, marcada pela unidade e crescimento. O “estigma” da desunião, gerador de grandes conflitos e divisões, pode ser quebrado por nós, levando-nos a experimentar e vivenciar um ambiente maravilhoso de paz, harmonia, união, cooperação e crescimento genuíno em nossa Denominação. O momento não nos permite mais ficarmos sozinhos, distantes, isolados e indiferentes; pelo contrário, é tempo de unirmos nossos corações, forças e recursos no sentido de cumprirmos juntos os propósitos que Deus tem estabelecido para a U.I.E.C.B. nesses dias de grandes necessidades espirituais no mundo,sabemos o caminho, precisamos apenas ter a humildade e a coragem de trilharmos por ele, decisão que não pode mais ser adiada por nós.  O Projeto Colheita tem dado sinais de ser um poderoso instrumento divino para promover esta unidade que tanto almejamos, algo que temos constatado em diversas igrejas e associações espalhadas pelo país. É tempo de escrevermos uma nova história! Concluindo, queremos salientar as iniciativas de outros órgãos da União (DAM, DET, DERP) no sentido de estabelecer um padrão de excelência aos trabalhos denominacionais. O DAM tem se empenhado a cada dia para não ficar mais preso às ações meramente burocráticas, para ser um órgão que cuide, de fato, dos pastores. Encontros regionais de pastores serão promovidos pelo Departamento neste semestre para este fim. O DET tem feito a sua parte para elevar a Educação Teológica em nossos Seminários ao nível exigido.Um excelente encontro foi realizado no STCRJ, no mês de junho, para rever a Estrutura Curricular de nossos Seminários, objetivando o reconhecimento futuro de nosso Curso pelo MEC. O DERP, lançará brevemente a 2ª Revista da Escola Dominical sobre o Projeto Colheita, abordando novos aspectos do mesmo. Mesmo não sendo na velocidade que muitos almejam, o trabalho tem sido feito com amor e fidelidade, os resultados serão brevemente percebidos por todos.Queremos, ainda, conclamar a todo povo Congregacional para as celebrações dos 157 anos do Congregacionalismo no Brasil. O Evento ocorrerá no Clube TAMOIO, em São Gonçalo – RJ, das 10 ás 17 horas. No louvor, contaremos com a participação especial dos cantores evangélicos Jairo Bonfim, Jozyanne, Eliane Martins e o Grupo Mino Filho e Louvor Congregacional, da 2ª IEC de Feira de Santana. Barracas de alimentação serão montadas no local pelas igrejas dando o suporte na alimentação, portanto, todos devem ir sem pressa para aproveitar ao máximo este grande Encontro da família Congregacional.Contamos com o apoio de todos. Um fraterno abraço aos amados!