segunda-feira, 27 de agosto de 2012

PECADOS DE ATITUDE


O RETORNO À SANTIDADE 
  
Faze-me ouvir a tua benignidade pela manhã, pois em ti confio; faze-me saber o caminho que devo seguir, porque a ti levanto a minha alma.  Texto Áureo: Sl 143:8                                   


     Quando Deus examina nossas vidas, Ele não somente vê as ações exteriores, Ele vê especialmente a atitude por trás delas. De fato, muitas vezes a maneira como se faz alguma coisa tem tanto peso quanto o que é dito. Deus está muito interessado com as atitudes dos nossos corações. Nós sempre queremos que Ele faça as coisas para nós, mas não estamos preocupados em fazer algo para Ele.
(Ap. 3:15-16) diz:”Conheço as suas obras, sei que não és frio ou quente! Assim, porque você é morno, não é frio nem quente. Vomitar-te-ei da minha boca.”
A atitude morna literalmente causa náusea a Deus. Nós devemos entender que a raiz de todo pecado é a falta de um amor fervoroso por Cristo; é amar e adorar a si próprio e não a Deus.
A essência da adoração é prostrar-se diante de Deus em genuína reverência e submissão. Muitos crentes têm-se esquecido da santidade e majestade de Deus. (2 Pe 3:14).
(Sl 51:17b) “Um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás.”
O orgulho é um pecado tão refinado que muitas vezes passa despercebido. Talvez a pior forma de orgulho na vida de uma pessoa seja uma atitude de satisfação espiritual, que vê pouca necessidade de purificação e crescimento.
O verdadeiro avivamento começa sempre com uma atitude de humildade e quebrantamento com relação ao pecado. (2Cr 7:14).
- Você gasta tempo diariamente com Deus para permitir que ele sonde profundamente a sua vida ou você sente que não precisa de muita purificação?
- Você fica realmente quebrantado e contrito por causa dos seus erros ou você pensa: “Ora, ninguém é perfeito!”
- Você está realmente ansioso para ver o poderoso mover de Deus ou está satisfeito do jeito que está?
- Você está quase sempre tentando consertar os outros?
O pecador não quer admitir que pecou e resiste ao processo que o levaria a ter convicção de pecado. Ele diz: “Não pequei”, quando deveria dizer exatamente o contrário “pequei.” (Lc 18:1-14). Tais pessoas preferem fugir a vida inteira da justiça divina; a semelhança de Caim “serei fugitivo e errante pela terra” (Gn 4:14).
- Como igreja: estamos ansiosos para ver o mover de Deus ou estamos satisfeitos do jeito que está?
- Deus odeia marasmo espiritual! (Is 40:29).
- Precisamos de um coração com espírito de humildade e contrição verdadeiras!
Como está nossa atitude em relação ao outro? (Fp 2:3-4; 1Co 10:24; Tg 3:14-15). Não somos superiores a ninguém, (1 Pe 5:5). Devemos ter atitude de humildade.
É importante rejeitar os pecados de preconceito e parcialidade, porque cada pessoa tem grande valor para Deus. Como crentes, como estamos agindo? (Tg 2:1,4).
A todo homem é dado dignidade e igualdade pela cruz de Cristo, uma vez que Ele morreu por todos.( Jo 3:17).
     E o exercício da nossa fé, como está?   A falta de fé é um dos pecados mais mortais que um cristão pode cometer. (Rm 3:28). A descrença interrompe o fluir do poder de Deus na vida do crente. Por causa da falta de fé, muitos crentes vivem fracos e derrotados, e muitas orações não são atendidas. (Mt 13:58).
     Dúvidas, preocupações, ansiedade, desconfiança, decepções: O que tem abalado sua fé? O que tem afastado os crentes da igreja? (A brasa fora do fogo tende-se a apagar).
Há ainda um amor verdadeiro, um amor de irmão em Cristo?
Deus nos prometeu plena paz, (Is 26:3). Se nossa personalidade e nossa diretriz se voltarem para Deus, teremos a presente e eterna paz com Deus. (J0 14:27). Onde Cristo está: ali há paz! Deixemos Cristo entrar na nossa vida! Na nossa igreja! E tenhamos atitudes de servos que agrada o coração de Deus. Amemos uns aos outros com o amor que Ele nos amou. (Ef 4:2).
     A atitude do crente cheio do espírito é a bondade, a dedicação. O crente carnal é crítico, e tem atitude negativa.
O crente manso e quieto tem grande valor para Deus. (1 Pe 3:4).
O que dizer desta frase? “Eu não posso fazer nada, eu sou assim, é a minha personalidade!” E aí?
O mover do amor é muito importante na igreja, para que possa refletir tal atitude no mundo. (Mt 5:44).
Como está nossa atitude do perdão? Temos perdoado? Ou... deixa pra lá!
Ler (1 Jo 2:15-16), nos chama a atenção da atitude que infelizmente até crentes estão deixando se levar, que é o materialismo e o mundanismo. Às vezes tem chegado a nossas igrejas de forma sutil e muitos acham normal. Cuidado!   
- Jesus Cristo está no controle de sua vida e atitudes? Será? (Hb 13:5)
- Estamos contentes com que Deus nos deu?
- Deus tem dirigido todos os espaços de nossas vidas? (Cl 2: 6; Hb 4:16).

Meditar:
  • Você pode sinceramente caracterizar seu amor e serviço a Deus como fervoroso, apaixonado?
  • Em uma escala de 0-10, onde você estaria no seu zelo por Cristo?
  • Houve um tempo em que você amou e serviu a Deus de modo mais ardente do que agora?
  • Se você sente que está morno, confesse honestamente seu pecado a Deus, somente o Espírito Santo pode lhe dar um amor puro fervoroso por Jesus. Se estais morno: Ore com fé e sinceridade. Ele perdoará e dará um novo coração. (Ez 36:26).
“Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes.” (1 Pe 5:5c).

Nosso Deus é Pai! Repensemos nossas atitudes!!!