terça-feira, 5 de junho de 2012

POBRE MENINO RICO


“A vida de um homem não consiste na abundância dos bens que possui” (Lucas 12:15)
“Um dia um pai de família rica, levou seu filho para viajar para o interior com um firme propósito de mostrar o quanto as pessoas podem ser pobres. Eles passaram um dia e uma noite na fazenda de um família muito pobre. Quando retornaram da viagem o pai perguntou ao filho:
- Como foi a viagem?
- Muito boa papai!
- Você viu como as pessoas podem ser pobres? o pai perguntou.
- Sim.
- E o que você aprendeu? - o pai perguntou. O filho respondeu:
- Eu vi que nós temos um cachorro em casa, e eles tem quatro, temos uma piscina que alcança o meio do jardim , eles tem um riacho que não tem fim.
Nós temos uma varanda coberta e iluminada, eles tem as estrelas e a lua.
Nosso quintal vai até o portão de entrada, eles tem uma floresta inteira.
Quando o pequeno garoto estava acabando de responder, seu pai ficou estupefato. O filho acrescentou:
- Obrigado, pai, por me mostrar quão pobres nós somos.”
Uma história assim nos faz refletir sobre o verdadeiro valor das coisas. O que é ser próspero nesta vida: ter tudo ou não sentir falta de nada? Alcançar sucesso ou viver contente com o que se tem? Em Provérbios está escrito que é melhor morar no deserto, comer farinha seca e ter paz, do que numa casa cheia de carne e de confusão. Afinal, o valor das coisas depende de como olhamos para elas...
Pr. Gerson Moura Martins
pastorgerson@aguadavida.net