sexta-feira, 16 de março de 2012

Jesus venceu a batalha das palavras


A maior batalha de Jesus contra Satanás foi sobre palavras! O livro de Mateus, capítulo 4, nos fala sobre esse encontro. Após um período de 40 dias e 40 noites jejuando no deserto, Jesus ficou com fome. Depois disso veio a sua tentação, motivo pelo qual a passagem diz que Jesus foi levado ao deserto pelo Espírito.
As três investidas de Satanás contra o Senhor, nesse momento de tentação, vieram através de distorções das Escrituras, quando o Diabo manipulava a Palavra de Deus. O inimigo tentava fazer Jesus dizer algo errado, e com isso abrir uma brecha através da qual pudesse vencê-lo.
 atanás sabia que se conseguisse que Jesus falasse algo dúbio ou equivocado, teria como derrotá-lo e à sua missão na Terra de salvar a humanidade.
Mas Jesus foi extremamente precavido nas respostas que deu baseando-se em interpretações corretas das Escrituras. Ele sabia muito bem qual era o objetivo do inimigo em tentar fazê-lo proferir palavras e tomar decisões que o abririam para a investida e derrota de Satanás. Se o próprio Senhor Jesus foi extremamente atento às suas palavras, por entender a prodigiosa influência e poder que exercem sobre as nossas vidas, podendo causar a morte e a destruição da nossa missão, muito mais nós devemos prestar uma minuciosa atenção a tudo que dizemos. Usando sabedoria com o que falava, Jesus derrotou Satanás, e ele foi forçado a deixar o Senhor e ir embora.
Quando Jesus disse "Tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus" (Mt 16.19), não estava tratando apenas de coisas positivas, que trazem vida. Com certeza é o desejo do nosso Pai Celestial que usemos as nossas palavras para ligar no céu acontecimentos abençoadores. Mas o fato é que esse poder, quando usado de forma errada, pode ligar no céu morte sobre nós mesmos.
Não libere palavras de morte, nem brincando, sobre si mesmo ou outras pessoas ao seu redor. Senão, o que você fala pode acontecer, para sua própria angústia. Seja uma fonte de bênção com suas palavras e jamais de maldição. Use o poder contido na sua língua para trazer vida e nunca a morte.
 Fonte: O Poder da Língua /Gary Haynes