quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Recebendo o Perdão de Deus


Há pessoas que não conseguem dormir porque estão cheias de culpas e dúvidas. E para elas o que se passa lá fora é de pouca importância diante da situação que estão passando agora. Então quero escrever este texto para elas.

AS IMPOSSIBILIDADES

Em Lucas 1:37 está escrito: Para Deus não há nada impossível. Então eu vou falar de Pedro. Seu nome de "batismo" era Simão; tradução: Taquara. Jesus, em determinado momento, trocou seu nome, de Simão para Cefas, tradução: Rocha. Mas a mudança de taquara para rocha não aconteceu da noite para o dia.
Pedro tinha liderança. Era impetuoso. Agressivo. Autoconfiante. Mas ainda vazio. Continuava uma taquara.
Quando Cristo falou da sua morte, Pedro garantiu que será o único a não deixá-lo. Mas quando o Galo cantou, Pedro já tinha negado o Senhor três vezes. Chateado, humilhado, derrotado, a velha natureza de Pedro nunca esteve tão perto de uma radical mudança. Falta ainda descer mais um degrau, para então subir de vez e se transformar.
Cristo já morrera. E para Pedro o sonho tinha acabado. Mas ele estava enganado. Estava apenas começando.
Então, Pedro decidiu voltar a velha vida de pescador. Depois de três anos, subiu no barco, chamou seus antigos companheiros para voltar ao batente - a dura vida de pescador. E passaram uma noite inteira arrastando as redes no Lago da Galileia. E nada apanharam.

UMA SEGUNDA CHANCE

Até que uma pessoa disse lá da praia: Lance a rede do lado direito do barco. E pela segunda vez na vida do pescador, o milagre aconteceu. A rede quase estourou de tantos peixes.
Só podia ser mão do Senhor. E era.
Era Jesus pronto para fazer da taquara uma rocha, de uma vez por todas.
Pedro, tu me amas? Sim, Senhor, eu amo.
--Então vai fazer o que lhe mandei antes: Apascenta os meus cordeiros.
E pela segunda vez: Pedro, tu me amas? Sim, Senhor, eu te amo.
-Então volta para fazer o que te mandei: Apascenta as minhas ovelhas.
E pela terceira vez: Pedro, tu me amas mesmo? Sim, Senhor. Tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo.
--Então, de uma vez por todas, abandona estas redes. E vai, e apascenta as minhas ovelhas.
E Pedro foi. E seguiu fielmente as ordens do Senhor, porque teve certeza, de que fora perdoado.

RECEBENDO O PERDÃO

O interessante é que neste diálogo de Jesus e Pedro, o perdão não foi mencionado sequer uma vez. Mas ao ter intimado a Pedro para assumir seu compromisso com a Igreja, Jesus estava lhe dando muito mais que uma segunda oportunidade: O Perdão.
Receba também, neste momento, o Perdão do Senhor. E torna para o Senhor. E vai em paz fazer aquilo que abandonou pelo meio do caminho. Assim como Pedro.