sábado, 22 de dezembro de 2012

SÍNTESE DOUTRINÁRIA - CURA INTERIOR



“Cremos que todos os homens têm feridas interiores, em maior ou menor escala, das quais precisam ser curadas”.
Esta confissão baseia-se nas seguintes afirmações, respaldadas por textos bíblicos:
10.1 – A origem das doenças da alma
As doenças da alma podem ter várias origens:
No meio ambiente – A opressão do mundo caído promove conflitos de ordem econômica, política, social e moral, causando ao homem certas doenças mentais e psicológicas;
Na família – A herança psíquica familiar, transmitida pelas influências, imperfeições, ausência de sabedoria e discernimento na educação por parte dos pais;
Nos conflitos existenciais. O conflito íntimo espiritual provocado pela tendência natural para o egocentrismo, em oposição à consciência do justo (Rm 7);
Na esfera espiritual. As influências, sugestões e agressões do mundo dos espíritos demoníacos (Ef 6:12).
10.2 – A cura das doenças da alma
Enfermos de alma podem encontrar a cura do seguinte modo:
O processo de cura interior de uma pessoa é essencialmente precedido pela sua aceitação do Evangelho Redentor de Cristo Jesus (Is 61:1,2; Lc 4:18; Mt 11:28,29; Jo 10:10), pois a pessoa deixa de estar debaixo do domínio de Satanás e toma posse da graça de Deus.
Crentes em Cristo que ainda carregam dentro de si tais enfermidades podem ser curados por meio de tratamento que conste de aconselhamento pastoral, leitura da Palavra de Deus, oração e dependência do Espírito Santo, o Consolador; o que em suma representa o processo de santificação na vida do crente (1 Ts 4:3-8; Fp 4:5-8; Cl 3:1-17).
Pode-se contar, nesse processo, com o auxílio da ciência médica e psicoterapêutica com o cuidado de não se depender exclusivamente dela, e nem deixar de aferir o caráter destas técnicas científicas com os princípios bíblicos.
Evitem-se os rituais de cura interior, atualmente em moda, pois a saúde da alma geralmente necessita de tratamento demorado.
10.3 –Recursos para a cura das almas
Seguem abaixo alguns princípios que poderão ser utilizados num processo de aconselhamento pastoral, visando a cura interior:
A recuperação dos relacionamentos interpessoais, mediante a confissão de pecados e prática do perdão (Mt 6:14; Ef 4:32; Tg 5:16);
A confiança plena em Deus para evitar o medo e a ansiedade (Sl 112:7; 118:6; Pv 29:25: Mt 6:25-34; Jo 16:33: Rm 8:15; Fp 4:6; 1 Jo 4:18);
A consciência do valor e propósito da vida humana para Deus (Gn 1:26,27; Ef 2:10);
A sujeição completa a Deus, resistência a Satanás e apropriação da armadura de Deus (Tg 4:7; 1 Pe 5:6,7; Ef 6:13-17), para eliminar toda influência, sugestão e agressão demoníaca à alma.
A substituição das más lembranças por louvores e pensamentos amáveis, construtivos e saudáveis (Fp 4:6,7).
A confiança no poder de Deus para restaurar a alegria da salvação (Sl 51:10-12).

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

AGRADECIMENTO



Nós da congregação em Mariana Torres somos gratos ao Reverendo Abraão por sua ajuda e esforço na elaboração do estatuto e registro da igreja, que Deus continue a abençoa-lo


domingo, 9 de dezembro de 2012

O Dia da Biblia




Celebrado no segundo domingo de dezembro, o Dia da Bíblia foi criado em 1549, na Grã-Bretanha pelo Bispo Cranmer, que incluiu a data no livro de orações do Rei Eduardo VI. O Dia da Bíblia é um dia especial, e foi criado para que a população intercedesse em favor da leitura da Bíblia. No Brasil a data começou a ser celebrada em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários evangélicos. Porém, a primeira manifestação pública aconteceu quando foi fundada a Sociedade Bíblica do Brasil, em 1948, no Monumento do Ipiranga, em São Paulo (SP).

E, graças ao trabalho de divulgação das Escrituras Sagradas, desempenhado pela entidade, o Dia da Bíblia passou a ser comemorado não só no segundo domingo de dezembro, mas também ao longo de todas a semana que antecede a data. Desde dezembro de 2001, essa comemoração tão especial passou a integrar o calendário oficial do país, graças à Lei Federal 10.335, que instituiu a celebração do Dia da Bíblia em todo o território nacional.

Hoje, as celebrações se intensificaram e diversificaram. Realização de cultos, carreatas, shows, maratonas de leitura bíblica, exposições bíblicas, construção de monumentos à Bíblia e distribuição maciça de Escrituras são algumas das formas que os cristãos encontraram de agradecer a Deus por esse alimento para a vida.

domingo, 2 de dezembro de 2012

ULTIMA SANTA CEIA DO ANO, BATISMO E ANIVERSÁRIO DA JOSELANE


 MOMENTO DO BATISMO DA JOSELANE
 PARTE DO MINISTÉRIO DE LOUVOR KAIROS
 AS CRIANÇAS ADORANDO AO SENHOR
 ULTIMA CEIS DO ANO E MAIS UMA VIDA BATIZADA
 ANIVERSARIANTES JOSELANE (02/12), CLÉIA (29/11),
 LEANDER (30/11), BETINHA (10/12), YAGO (19/11)  
 GERAÇÃO ELEITA, LINDA COREOGRAFIA 
 APÓS O BATISMO A IRMÃ JOSELANE PARTICIPANDO DA SANTA CEIA