terça-feira, 20 de dezembro de 2011

A Festa do Nascimento de Jesus

E ACONTECEU naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse (Este primeiro alistamento foi feito sendo Quirino presidente da Síria). E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade. E subiu também José da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi, chamada Belém (porque era da casa e família de Davi), A fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida. E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz. E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.
                                                                      Lucas 2:1 -7

Estamos no aproximando do Natal e parte das famílias, estão se organizando para realizar uma Ceia de Natal, a família se reúne, trocamos presentes, lembrando do passado, contando histórias, algumas famílias passam longo tempo revendo fotos e projetando um futuro. Em alguns lares é tempo de sofrimento, a falta de condições financeiras impede a troca de presentes, impede os preparativos para ’Grande Ceia de Natal’, para alguns o Natal não é a melhor data.
Em um contexto cristão o Natal é uma data significativa, independentemente da visão histórica ou teológica da data e mês correto no que tratamos do nascimento de Jesus, o importante é que ele nasceu e não podemos perder o verdadeiro sentido do Natal, de os presentes, realize a Ceia de Natal caso você possa, mas não deixe o aniversariante de fora de suas festividades, celebre Jesus, apresente o aniversariante para outras pessoas.

                                                                 Pastor Sebastião Luiz Chagas