terça-feira, 29 de novembro de 2011

Olhando dentro das Igrejas Débora, Noeemi, Rute e Ester

A igreja do Senhor Jesus é formada em grande parte por mulheres, que buscam a salvação e transformação do esposo o bem estar da família oram pelos filhos, em meio as lutas e dificuldades mantem-se firmes nas promessas de Jesus. Dentre esse grupo de mulheres na igreja quero destacar três tipos de mulheres valentes e que carregam em si características da noiva do cordeiro.
O primeiro modelo de mulher que quero destacar é:
1)A mulher que vai a frente dos homens
O livro de Juízes relata a história de Débora mulher profetiza que recebe de Deus uma direção para que enviasse Baraque a batalha, só que ele colocou uma condição para ir a peleja, só iria se ela fosse a frente ela aceitou e Deus deu a vitória tirando dele “homem” a honra e entregando a uma mulher. Quantas mulheres temos em nossas igrejas indo a frente dos esposos ela tem puxa-lo pra tudo, parece que o sacerdote da casa é ela porque ele não toma um compromisso e essas mulheres valentes no tempo certo serão honradas por Deus, pois não deixam de servir a Deus por conta dos esposos mas mantem-se firmes nas promessas.
Essa é uma característica da Igreja Gloriosa de Jesus Cristo não para diante de homens estão a frente olhando para noivo enfrentando e vencendo suas batalhas pois no final será honrada.

2)A mulher que supera suas perdas
O livro de Rute conta a história de Noemi uma mulher que sai de sua terra para terras distantes com seu esposo e dois filhos o tempo passa e morre o esposo e os dois filhos, ficando ela com as noras que ela despede, uma delas Rute decide acompanhar a Sogra e juntas superam as dificuldades e desafios impostos pela condição de viúves que viviam, superam as perdas e passam a ter uma nova vida. Nossas igrejas estão repletas de mulheres assim, casamentos destruídos, finanças destruídas, saúde destruída mais que superam as perdas e em suas vidas é escrito uma nova história.
Essa é outra característica da Igreja Gloriosa De Jesus Cristo, desde sua fundação luta com as perdas, superando sempre os desafios e escrevendo a cada dia uma nova linha na história.

3)A mulher que paga o preço
O livro de Ester conta a história de uma judia que tornou-se rainha, mais que não esqueceu sua descendência, não esqueceu de onde saiu e por amor a esse pagou um preço em Jejum e oração para alcançar o favor do Rei. As igrejas estão cheias de mulheres que hoje são princesas do Senhor só que não esqueceram de onde saíram, jejuam, oram buscam o favor do Rei para salvação de sua família.
Essa é outra característica da Igreja Gloriosa De Jesus Cristo, paga o preço para o resgate de vidas, orações jejuns e consagração para alcançar o favor do Rei dos Reis, a igreja que busca renunciar seu próprio eu para ter o direito d adentrar as postas da Mansão Celestial. E a essas mulheres e a igreja deixo uma palavra.

 “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor”. (1Co 15:58) 


Pastor Sebastião Luiz Chagas

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Dia 27 de Novembro - Dia do Homem Congregacional

Pastor Daniel (Congregacional Santo Agostinho)

click na imagem para ampliar

sábado, 26 de novembro de 2011

A RECOMPENSA VEM DO CÉU


“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor”.                                                                                                                                
1 Corintios 15: 58

Segundo o Comentário Judaico do Novo Testamento o capitulo 15 de Corintios é o grande capitulo da ressurreição, é que alguns estavam dizendo que não havia ressurreição corporal dos mortos, com isso expressavam uma opinião comum entre os gregos, os atenienses zombavam de Paulo e sua pregação a cerca dessas coisas, influenciados pela filosofia oriental em que o corpo é inferior e não tinha direito a uma vida eterna e o apostolo escreve para dissipar as duvidas no coração dos cristãos em coríntios e nos dias atuais.

E diante disso queridos, quantas não são as duvidas que carregamos em nossa caminhada cristã, aquela benção que se espera e que não chega, o chamado ministerial, será que isso é pra mim mesmo, tantos são os problemas enfrentados que o apóstolo deixa nos uma palavra de consolo a partir do verso 57 “graças porem a Deus que em Cristo nos conduz em triunfo”, independente da situação em que vivemos daremos graças a Deus pois ele nos conduzira a uma caminhada de vitória, ele quer dizer que as batalhas acontecerão mais que o nosso general vai a frente, podemos perder algumas batalhas mais na grande guerra a vitória é nossa.

O verso 58 começa assim “portanto sede firmes e constantes...”, para de questionar e começa a trabalhar, mais serviço menos murmuração, constante de uma forma ineterrupta, não olhando nem pra direita nem pra esquerda, não parando por ventos nem tempestades olhando firmemente par Jesus, “na obra do Senhor sempre abundante”, prazer em fazer não para homens mais para Deus, “por que a vossa recompensa vem do Senhor”, é dele para ele que são todas as coisas e é Ele quem nos recompensará.

Perdemos tempo esperando que o irmão faça, deixamos de fazer por que outros não fazem, quando chegar o grande dia em que seremos julgados e nos livros que constam o nosso serviço, as nossas obras estiver o inicio de trabalhos dizendo assim: No dia 26 de novembro minha filha Maria começou um trabalho de visitação, visitou Marta no dia 01, visitou Joana no dia 02, parou as visitas pois se sentia sozinha...obra incompleta. Siga firme em seu chamado pois o Senhor nunca fica devendo a homens o que ele promete ele sempre cumpre.
                                                                                   Pastor Sebastião Luiz Chagas    

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

A Torta e as Bençãos de Deus

“A fé é a expectativa certa de coisas esperadas, a demonstração evidente de realidades, embora não observadas.” (Hebreus 11:1 B.L.H.)

Um irmão disse:
Vamos usar uma TORTA.  Eu tenho uma torta favorita e quando entro na sala e sinto aquele aroma, penso “Tem alguma torta sendo assada”. Agora eu dou uma espiada na cozinha e vejo cascas de maçã, pedacinhos de massa e farinha na bancada. Eu SEI que tem torta e que TIPO de torta é. Nunca a vi, mas sei que ela está lá.
Daí, encontro um BILHETE que diz:

"A esta altura você já deve ter sentido o cheirinho da torta e, SIM, você vai poder comer dela assim que soar o timer.”

Agora eu SEI que a torta está ali, está assando, é de maçã, e é para mim. E eu sei tudo isso sem nunca ter VISTO a torta. A evidência da sua existência está à minha volta. E eu SEI que estarei comendo torta em breve.

O mesmo se dá com a fé. Nunca vimos Jeová. Mas vemos a EVIDÊNCIA Dele na natureza, em seu povo, nas realizações da sua organização, em orações sendo atendidas, profecias sendo cumpridas e prometidas. SABEMOS, além de dúvida, que ELE é real e está trabalhando para o nosso bem. E ainda tem um BILHETE: a Bíblia, que coloca em palavras a reafirmação do Seu amor por nós, e a promessa de coisas melhores.

Nunca VIMOS fisicamente a Ele nem o nosso futuro Paraíso, mas SABEMOS, sem sombra de dúvida, que são REAIS por causa da enorme quantidade de evidência a nossa volta.

Agora só temos que esperar “soar o timer”.

Colaboração: Pastor Adriano

Em cada lar uma igreja, em cada casa A Casa de Deus


E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns.  E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça. Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos.
                                                                                     Atos 4:32 – 34

Unidade no Corpo de Cristo, uma das grandes lutas entre os lideres no dia atual é manter a sua igreja unida, sem grupos e partidarismo. O problema da unidade não é um problema atual da igreja, Paulo quando escreve a igreja de Corintios ele fala do partidarismo entre os irmãos, “uns dizendo ser Paulo outros dizendo ser de Apolo”, está frase já mostra a divisão, diferente do texto apresentado no livro de Atos.

O livro de Atos traz a direção para que como igreja consigamos alcançar um crescimento, “o primeiro passo é ser um só coração”, isso é pensar a mesma coisa, falar a mesma língua isso traz crescimento, entendemos que não havia no meio deles o partidarismo dizendo eu “pertence ao louvor não posso estar com a dança, eu participo do teatro não posso estar com o grupo de oração”, é preciso ser um só coração, como diz o Pastor Abe Huber deixar de ser um saco de batata e tornar-se purê de batata.

Outro ponto interessante nessa igreja é que não havia vaidades, eles eram iguais “pecadores salvos pelo sacrifício de Jesus Cristo”, o rico se assemelhava ao pobre, não se reunião para ver roupa, carro ou posses uns dos outros pelo contrario dividiam o que tinham, reunião – se para adoração, louvor e estudo da palavra.

E o mais lindo davam testemunho da ressurreição de Cristo, a falta de testemunho tem afastado a muitos da comunhão, ao assemelhar-se com o mundo o cristão distancia de Deus, parece com tudo menos crente, testemunho é a pregação silenciosa, é a vida como um livro sendo lida a cada dia pelas pessoas que nos conhecem mostrando se há transformação, e aqueles crentes receberam essa transformação.

Havia abundante graça, Deus estava presente queridos, o Salmo 133 que fala da beleza da união dos irmãos termina dizendo “nesse lugar o Senhor determina a benção”, se tem unidade tem a benção de Deus já está determinada nesse lugar. Uma igreja unida traz a benção do crescimento, uma igreja unida traz a benção da libertação, da cura, dos milagres, uma igreja igreja unida experimenta o sobrenatural de Deus.

Estamos caminhando para uma direção que Deus nos deu para 2012 “em cada casa uma igreja em cada casa A casa de Deus”, formando lideres, resgatando os pequenos grupos e trabalhando a unidade da igreja, pois a glória de Deus é dada para unidade do seu povo, então amados vamos lutar para que nossas igrejas sejam unidas para que vidas sejam salvas e benção de Deus derramadas.
                                                                              Pastor Sebastião Luiz Chagas  

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Ensinos em Romanos 1:1

"PAULO, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o evangelho de Deus".                                                                                                                                                
                    
O capitulo 1 de Romanos traz a assinatura do autor da carta e queremos fazer algumas considerações para edificação de nossas vidas, aproximando-nos mais da vontade do Pai.

1)      Paulo, servo de Jesus Cristo: Se fosse nos dias atuais e a ordem fosse a mesma em que foi escrita a epistola, trazendo a assinatura do autor no inicio, talvez se escrevesse assim, “ Apóstolo fundador das igrejas na Galacia, operador de milagres, poderoso no batismo no Espirito Santo, presidente de..., o apóstolo começa por seu nome Paulo e Deus nos ensina através da vida de Paulo que antes do titulo vem a pessoa, antes de ser pastor, diácono, obreiro, você tem um nome e por ele o Senhor te conhece, outro ponto interessante é sua declaração  , servo de Jesus Cristo, a palavra grega utilizada aqui é dolos, que significa “escravo de Jesus Cristo”, naquela época o escravo carregava soldado ao pescoço um colar com o nome de seu dono, escravo não era contado como pessoa mais sim como um instrumento, fazendo uma analogia podemos dizer que o apostolo Paulo declara não ter mais vontade própria, que carrega o nome do seu Senhor e sendo um instrumento vivo ao seu serviço  pois como um escravo foi comprado por um alto preço, Aleluia!

2)      Chamado para apóstolo: A convicção do chamado e de quem o chamou é claro em suas palavras, não usurpando um titulo, querendo mostra estar acima daqueles com quem caminha, não por vaidade mas por vocação e segundo o que nos ensina a palavra o ultimo a ser chamado para esse ministério, no sentido da palavra apóstolos, enviados, ele cumpriu seu ministério como apóstolo dos gentios. Somos por Deus ensinados a humildade, a nos colocarmos em nosso lugar e ser fiel no que Deus nos chama, seja porteiro, seja diácono, seja obreiro, pastor,  presbítero, tenha certeza que Deus o chamou nessa função e a faça com alegria, “pois a recompensa vem do Senhor”.

3)      Separado para o evangelho de Deus: O evangelho tem um dono e ele nos deu a direção daquilo que tem a ser ensinado, não há uma nova revelação o que havia de ser revelado esta na bíblia e o que fugir a isso é anátema (maldito), separado podemos dizer que houve uma escolha como o apostolo foi escolhido, nós também fomos e cabe a nós fazer esse anuncio desse evangelho que não é de facilidades, mas de renuncia, entrega total corpo e alma lançados ao pés do Senhor Jesus, o evangelho “que é poder de Deus para salvação de todo aquele que crer.

E em um pequeno versículos, o Espirito Santo nos ensina coisas tremendas, que nos levam a rever alguns conceito e posições, para que possamos fugir das cadeias da vaidade em que muitos cristãos estão presos sem forças para se libertar, que possamos ter o nosso nome a frente do nosso titulo, que sejamos servos fieis e verdadeiros anunciado a ressurreição do Senhor Jesus.      
                                                                                 Pastor Sebastião Luiz Chagas

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

“O que intentarem de mal contra você, Deus transforma em benção”


“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”.                                                                                                                                            Romanos: 8: 28

A vida cristã é cheia de desafios, há momentos em que estamos no monte como diz um dito popular “como pinto no lixo”, mas há momentos que estamos no vale em meio as lagrimas, sofrimentos e dores, nesse momento precisamos cuidar para não murmuramos e até blasfemarmos contra Deus.

O capitulo 8 de Romanos em particular a partir do verso 26, nos fala da interseção do Espirito Santo, aquele que chora por nós com gemidos inexprimíveis, o mesmo Espirito que está dentro de cada crente e quando o crente chora aos pés do Senhor, é o Espirito Santo fazendo sua obra intersessória a nosso favor diante do Pai.

No capitulo 28 o apóstolo diz: E sabemos..., ou podemos dizer, E acreditamos... ou E temos fé..., não era um saber de conhecimentos humanos mas um saber de quem tem intimidade com Deus, daquele (a) que sabe que Deus opera em nosso favor, daquele (a) que sabe, que agindo Deus quem impedira, o saber daquele (a) que pode dizer tudo posso naquele que me fortalece. Quando o apóstolo fala que todas as coisas, ele deixa claro que, não é uma, duas ou mais situações que Deus opera mas em todas as situações, em favor daqueles que o amam.

A história bíblica é recheada de história que ilustram esse texto.
O que dizer da vida de José do Egito, jogado no poço, vendido como escravo,  passou pela masmorra quando sai da cadeia e se torna escravo de luxo, parece que tudo caminha bem,  vem mais luta volta ao presidio,humilhado, mais quando sai de lá sai para ser exaltado e governar o Egito.


O que dizer de Moises de um cesto no rio a filho da filha de faraó, onde recebeu os melhores ensinos e em sua mocidade teve vida de rei, passou luta foi pro deserto, saiu de lá foi o libertador de Israel e pastor da maior igreja vetero testamentária.


E tantos são os nomes, Daniel de escravo a Prefeito, Hananias, Misael e Azarias da fornalha de fogo ardente para reconhecimento do Rei da grandeza do Deus de Israel esse formos falar de Jó bem sei que o meu Redentor vive e no tempo certo levantará em meu favor.
O que intentaram  de mal contra eles, Deus transformou em benção.

Assim também é em nossa vida, precisamos somente crer pois o senhor é fiel para nos garantir a vitória, tem um louvor que diz assim “se está sozinho e sem sorte no vale da sombra morte, pensa até que é ofim....mais o Deus que muda história já preparou sua vitória só pra te fazer feliz...o crente quando ora o Senhor responde...”, creia querido (a), que o Senhor dos Exércitos chega com providencia te tirando do vale, da vergonha, da humilhação te conduzindo para o monte da exaltação de Deu. Sabe por que? 
Porque o que intentarem  de mal contra você, Deus transforma em benção.


                                                                                                        Pastor Sebastião Luiz Chagas

CULTO DE DOMINGO

Click nas imagens para ampliar

2º Encontro de Mulheres - AGRADECIMENTOS

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Reflexão

E eu já não estou mais no mundo, mas eles estão no mundo, e eu vou para ti. Pai santo, guarda em teu nome aqueles que me deste, para que sejam um, assim como nós... E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.
                                                                                                                                      João 17:11;22c
Jesus em sua oração sacerdotal apresenta diante de Deus os discípulos e todos àqueles que haveriam de ser salvos, um dos pedidos de Jesus é para que sejamos guardados do mal, então podemos entender que o mal existe e está a nos cercar a todo instante, 1Pe 5: 8 “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; o apóstolo Pedro nos chama a sobriedade e vigilância, pois o diabo nosso adversário está ao nosso derredor, para:  “O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir...;”João 10:10a, e só há uma forma de vencer o adversário Tiago 4:7  “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”. Não adianta resistência sem sujeição é uma vida de entrega, uma vida no altar de Deus, uma vida de confissão e arrependimento 1 Jo 1:9 “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça”.

O grande mistério do texto de João 17 chama –se COMUNHÃO, a glória do Pai foi nos dada para que haja COMUNHÃO, Atos 4: 32-33:   “ E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça”. O caminho da unidade deve ser trilhado pela igreja militante do Senhor Jesus, a unidade traz o poder de Deus sobre a igreja e os milagres e sinais acontecem no meio da igreja, Deus acrescenta almas a igreja que é unida, Deus dá crescimento a “denominação” que é unida, a unidade evita disputas, a unidade nos aproxima de Deus e é a garantia de sermos salvos tendo nossos pecados perdoados: 1 João 1:7 “Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.

Jesus faz o papel de sacerdote, será que estamos fazendo o nosso papel de ovelha?
Obedecendo todas as direções que estão na palavra de Deus, procurando ser um com meu irmão, amando-o incondicionalmente, procurando fazer a diferença em meio a essa sociedade de valores invertidos, procurando “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;” Hebreus 12:14.
É tempo de reflexão, para uma caminhada de vitória de uma vida com Deus como está escrito em João 10:10b”...eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância”. Abundancia em todas as áreas de nossa vida, tomados pelas aguas do Espirito Santo, lavado, regenerado, renovado no poder do Sangue e do Nome de Jesus.
Que Deus os Abençoe

Pastor Sebastião Luiz Chagas

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Cristãos queimados vivos na Nigeria - Africa - Notícia que a TV não mostra.

E-mail enviado pela Rede Impacto de Oração

Amados,
Temos nos esforçado muito para juntar pastores com o objetivo de orar pelo Brasil. Não medimos esforços no sentido de nos unirmos a outros ministérios de oração. Entretanto, o que mais nos entristece é quando percebemos que muitos pastores iniciam um grupo de oração e depois simplesmente param de orar desistindo de fazer o que é mais importante e sagrado, na vida, na família, no ministério e na igreja. Será que os pastores só resolverão orar, em grande maioria, quando a perseguição chegar também ao Brasil? O e-mail que encaminho da situação da Nigéria, é estarrecedor. Em pleno século XXI, cristãos sendo queimados vivos, em um desrespeito aos direitos humanos, já conquistados. A situação das nações não mudará enquanto a igreja não se levantar em um grande propósito de oração. Todos nós sabemos disso. Então, por que não fazemos um grande mover de oração na nossa nação que seja exemplo para o mundo? Esse é o momento em que nós da R I O - Rede Impacto de Oração - e todas as demais redes devem orar e, unidos, em um só Ciclo de Oração, clamar ao SENHOR pelo Brasil, pela Nigériae pelas nações da terra. Ao receber esse e-mail, implore ao PAI, por misericórdia, àqueles que ali estão gemendo, no corpo físico, pela perda de entes queridos e pelos irmãos inocentes que pagaram o preço das suas próprias vidas queimados vivos em nome de uma religião que mata, destrói e usurpa o direito de ir e vir e o mais sublime: a vida!
DEUS ABENÇOE O BRASIL, LIVRE A NIGÉRIAE AS NAÇÕES DA TERRA
Ap. Jonas Madureira

É MELHOR COMER PÃO COM JESUS OU CAVIAR COM O DIABO?


“Certo funcionário de uma empresa foi chamado um dia ao gabinete do dono. Sem meias palavras, o homem foi direto ao assunto: - Estamos reestruturando a empresa e precisamos de uma pessoa exatamente do seu tipo para ocupar uma importante gerência. Analisamos a sua ficha e vimos que só há um problema com você: você é crente e o cargo é incompatível com a sua fé, de modo que você terá que fazer uma opção entre a promoção no emprego e sua religião. Mas você não precisa responder agora. Vá para casa, hoje é sexta-feira, pense, e na segunda nos diga o que foi que decidiu. Nosso irmão foi para casa envolto no manto da dúvida e naquele final de semana seu coração virou um campo de batalha entre o certo e o errado. Na segunda-feira, lá estava ele na empresa, já ansioso por encontrar-se com o dono, que perguntou-lhe: E aí? Qual é a sua decisão? Acho que vou aceitar a proposta que me fez. O patrão nem levantou a cabeça: - Então, vá imediatamente ao Departamento de Pessoal. Você está despedido! - Mas... patrão, foi o senhor mesmo que me fez a proposta! - Sim, mas, na verdade estou procurando alguém de absoluta confiança para ocupar este cargo. Se você foi capaz de tão rapidamente trair a sua consciência religiosa, quem me assegura que mais rapidamente ainda não trairá a empresa?”

É lamentável perceber que muitos chamados cristãos tem negado a sua fé para obter favorecimentos neste mundo. Isto não é novo: Gênesis 25:29-34 narra a história de um homem chamado Esaú que, em troca de um prato de lentilhas, vendeu seu direito de primogenitura, ou seja, naquele contexto, vendeu a bênção de Deus (Hebreus 12:16).

A questão é que isto nunca acaba bem... seja na ilustração acima, ou com Esaú, ou com qualquer um de nós. Sempre que escolhermos negar a nossa fé ou negociar nossos valores para levar vantagem ou deixar de ter prejuízo nas situações desta vida, não é preciso nem ser profeta para dizer o que vai acontecer...

Está escrito: “a porta que Deus abre ninguém fecha” e o contrário também é verdadeiro: “a porta que Deus fecha, ninguém abre”. Sendo assim, todo esforço de sucesso sem a bênção de Deus é inútil. O final é sempre o mesmo: decepção, sofrimento, treva, enfim, o inferno existencial.

Ouvi certa vez de uma jovem, que preferira terminar um namoro, em obediência ao Senhor: “prefiro me dar mal obedecendo, do que me dar bem desobedecendo”. Este é o espírito da coisa...

                                                                             Pr. Gerson Moura Martins
                                                                             pastorgerson@terra.com.br

segunda-feira, 14 de novembro de 2011


TU PORÉM SEGUE O SEU CAMINHO ATÉ O FIM


Não rejeiteis, pois, a vossa confiança, que tem grande e avultado galardão. Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa. Porque ainda um pouquinho de tempo, E o que há de vir virá, e não tardará. Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que se retiram para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma.
                                                                                                   Hebreus 10:35-39

Foi vinculado as redes de televisão um comercial em que os garis estão desmontando o local onde aconteceu uma corrida até que um deles olha e chama a atenção dos outros para um retardatário e aqueles homens recolocam a faixa de chegada e começam a torcer por sua chegada. Em uma das olimpíadas teve uma imagem marcante na maratona, aluta de uma corredora que exausta luta para chegar ao final da prova.

Daniel capitulo 12:13a diz : “Tu porém segue o seu caminho até o fim”. Daniel recebe de Deus visões apocalípticas e uma palavra de perseverança, olhando a historia de Daniel podemos ver como foi sua vida deixou seu desejo para servir a Deus, não se contaminou com os manjares do rei e em todo tempo manteve sua adoração a Deus ao ponto de ser lançado a cova dos leões, Daniel tinha tudo para desistir mas não o fez.

Diante disso queridos quero listar algumas coisas que tentam contra nossa permanência na presença de Deus

1) A carne: os desejos carnais tentam nos tirar todo tempo da presença do mestre foi assim com Sansão (Juízes 13 – 16), chamado separado mas os olhos voltados para os desejos carnais. O QUE ACONTECEU NA VIDA DE SANSÃO?

2) As Pessoas: quando olhamos muito para os outros perdemos o foco de que é o nosso alvo e corremos o risco de cair, olha a história de Moises (Êxodo – Deuteronômio). O QUE ACONTECEU COM ELE¿

3) O conjugue: Ao olhar para o lar e não ver a mudança esperada pode levar – nos ao retroceder a deixar de adorar, o rei Davi não dava ouvidos a opinião de Mical em relação a sua adoração a Deus (1 Samuel 6)

4) As finanças: As dificuldades financeiras tentaram para a viúva de 2 Reis 4, os credores estavam a porta querendo levar seus filhos, mais ela buscou a direção do homem de Deus e encontrou a vitória

5) A saúde: Jó quase foi parado pela enfermidade, tomado de lepra coçando com cacos de telha porem ele venceu a enfermidade e viu a glória de Deus.

6) O diabo: tentou parar Jesus, imagine o que não tenta contra nós.

7) O pecado: a única coisa que faz separação entre o homem e o nosso Deus trazendo 
esfriamento e nos distanciando do Mestre.

O texto de hebreus nos exorta a mantermos a confiança pois nela há grande galardão, chama-nos a ter perseverança para fazer a vontade de Deus, para que após fazermos a vontade de Deus recebamos a promessa, querido é preciso em primeiro lugar agradar a
Deus Genesis 4 conta a história de Cain e Abel e ali diz que Deus antes de se agradar da oferta ele se agrada do homem, o Salmo 37:4 fala “agrada do senhor...”, Deus espera que venhamos a fazer a sua vontade para nele recebermos a promessa, o texto nos alerta para eminente volta de Jesus, queridos não é tempo de brincadeiras com o evangelho, não podemos brincar de ser cristão, Jesus virá a qualquer momento e como estamos, o autor faz uma citação do texto de Habacuque em que o justo vivera da fé, a fé que é necessária a nossa salvação, ele termina nos alertando a não recuar, seguindo em frente pois aqueles que voltam a traz não agradam a Deus.

E VOCÊ MEU AMADO IRMÃO DE QUAL VOCE É DO QUE RECUA OU DOS QUE SEGUEM EM FRENTE.

Não permita que nenhum dos motivos listados o faça desistir pois maior é Deus que opera em nosso favor por intermédio do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, siga em frente pois a vitória já é sua.

Pastor Sebastião Luiz Chagas