sábado, 24 de setembro de 2011

AMIGO VERDADEIRO

                                                                            

"O homem que tem muitos amigos sai perdendo; mas há amigo mais chegado do que um irmão" (Pv 18.24).

Há no Talmude a história de um judeu que tinha três amigos. Um dia, ele foi chamado ao tribunal a fim de defender-se de certas acusações. O judeu es­tava aterrado. Foi ter com três amigos, e pediu-lhes que o acompanhassem.
 O primeiro respondeu:
- Não, eu não farei nenhum bem em ir; nem a você nem a mim mesmo.

O segundo disse:
- Bem, é uma coisa muito perigosa estar ao seu lado. Talvez o imperador o acuse de alguma grande ofensa contra a lei. Se eu for visto com você, ele poderá pensar que tenho parte em sua culpa. Contudo, irei com você até à porta do tribunal.

E assim ele se dirigiu ao terceiro amigo, que lhe respondeu:
- Não tema, irei com você até à presença do imperador. Dir-lhe-ei que conheço você e tenho confiança em você, e não o deixarei, enquanto você não for solto, como espero que há de ser.
E assim o fiel amigo cumpriu sua promessa.

O verdadeiro amigo está pronto a ajudar até o fim.