sábado, 20 de agosto de 2011

Palavra Para Casais


Gary Chapmam, escritor, terapeuta familiar, que as linguagens do amor são cinco: Dar presentes, tempo com qualidade, toque físico e intimidade, ações de serviço, e encorajamento ou elogio. Essas cinco linguagens são as maneiras como um ser humano demonstra e recebe amor. Todos nós temos uma linguagem de amor principal, aquela com a qual nós demonstramos, declaramos amor e também, através dela nos sentimos amados. Explicando: Quem presenteia é porque gosta de receber presentes, quem abraça é porque gosta de receber um abraço, quem passa tempo com o outro, é porque gostaria que ele retribuísse esse tempo, quem elogia, encoraja quer ser encorajado, elogiado, entendeu? E quando isso não acontece, a pessoa se sente não amada, não querida.
Quanto vocês investiram no casamento no último ano? Quantas palestras vocês ouviram? Quantos livros vocês leram a esse respeito? Quantos seminários vocês participaram? Quantos DVD sobre o tema adquiriram? A resposta a essas perguntas vão denunciar se vocês investiram no casamento ou não.
Tenho ensinado que as esposas têm que ensinar seus maridos a serem carinhosos, mas como? Pegue a mão dele e conduza a um carinho ao mesmo tempo em que fala o quanto está gostoso, conduza-o até que se acostume com a idéia.Peça carinho, elogie quando ele o fizer, geralmente o homem não tem essa sensibilidade, não se toca que a mulher precisa. Ele gosta de carinho, ela precisa de carinho.
A Bíblia, nosso livro de regra de fé e prática, é reto no seu ensino, mas a vida se mostra cheia de curvas, de maneira que vez ou outra precisamos de uma orientação para que possamos alcançar a paz e a alegria para viver, a isso chamamos de sabedoria para viver a vida.
Que você receba sabedoria para conduzir sua vida, seu relacionamento conjugal, sempre à luz da Palavra.
Trechos do Livro Conflitos Conjugais - Pastor Ismael   Ministério Casados em Cristo