sexta-feira, 1 de julho de 2011

DOCE REGRESSO

Um artista muito talentoso estava preocupado, pois ainda não havia pintadoa "sua tela", a obra-prima que seria a suma expressão de sua arte.
E como seguia por uma estrada a procurar uma grande idéia, encontrou-se com um velho ministro e perguntou-lhe qual era a coisa mais bela do mundo:
- A coisa mais bela do mundo é a fé.

Daí à pouco, encontrou-se com uma jovem vestida de noiva e fez-lhe a mesma pergunta:
- É o amor, respondeu ela.

Por fim, encontrou um veterano de guerra:- A coisa mais bela do mundo é a paz, disse o soldado.

Enquanto voltava, ia meditando nestas respostas: "Fé, amor e paz". Como poderia representar tudo isso num único quadro?
A resposta parecia-lhe demasiada difícil, até que entrou  em casa e viu a fé no olhar de seus filhos, o amor no sorriso da esposa e a paz ali mesmo, no seu ambiente familiar.
Lançou-se de imediato à pintura e, quando terminou,  chamou a sua obra-prima de:
"O Lar".



Eu e a minha casa
serviremos ao SENHOR.

Josué 24.15