quarta-feira, 18 de maio de 2011

FLORES, PAISAGENS E... MÃOS

Em sua primeira exposição, um jovem pintor encanta a todos com belíssimos quadros de flores e paisagens. No entanto, entre seus quadros há um em que ele retrata as mãos calejadas de um trabalhador.

Alguém percebe que este quadro não traz o preço, e o artista lhe explica:

- Desculpe, senhor, este quadro não está à venda, por isso não tem etiqueta de preço. É da minha coleção particular.

- É um belo quadro, diz o homem, no entanto, um pouco deslocado entre os os demais, você não acha?

- Sim, é verdade! Mas, ele sempre estará em todas as exposições que eu vier a fazer em minha vida, pois, minha arte eu devo à estas mãos.

- E de quem são estas mãos?

- São as mãos de meu pai, que trabalhou duro toda a sua vida, para que eu pudesse estudar e aperfeiçoar a minha arte.

Autoria desconhecida

Honra a teu pai e a tua mãe. (Efésios 6.2)