sexta-feira, 20 de maio de 2011

FAMÍLIA PROJETO DE DEUS

A família foi criada por Deus. Logo após a criação do homem (Adão), Deus viu que não era bom que ele (homem) estivesse só. Providenciou, então, uma companheira (ajudadora) para que houvesse satisfação pessoal e mútua. Foi estabelecido o primeiro lar, a primeira família. Deus os fez macho e fêmea, isto é, um homem, chamado Adão, e, uma mulher, chamada Eva. Fica muito claro que o casamento deve ser entre um homem e uma mulher, e portanto, monogâmico e somente poderá ser desfeito pela morte, ou, em caso muito especial, se acontecer traição de um dos cônjuges. 
          
A família é, pois, a primeira instituição social. O seu propósito deve ser a glorificação do nome do SENHOR. A provisão necessária aos seus membros dar-se-á através da educação, do aconchego, da segurança, do trabalho honesto e do companheirismo entre todos que fazem parte dela.
        
Dentro da família há possibilidades para que tudo seja contemplado de forma harmoniosa, embora muitas atrocidades estejam acontecendo no seio de alguns lares.
          
Há muitos que estão tentando desmoralizar a instituição família. Apregoam que ela está falida; outros fazem questão de mostrar, principalmente a televisão, apenas questões que destroem aquilo que Deus criou. Apresentam soluções para os casamentos que estão em crise, através do adultério. Os filhos desrespeitam aos pais e estes aos filhos. Os jovens levam suas namoradas ou namorados para casa e dormem juntos como se nada de anormal estivesse acontecendo. Enfim, a televisão dá uma grande contribuição maléfica às famílias, especialmente através de suas novelas que são inadequadas para qualquer faixa etária.
          
É preciso reagir. É tempo de purificação. Não podemos permitir que nossas famílias sejam objetos nas mãos manipuladoras que enganam a pretexto de entretenimento.
         
Nunca em toda a história da humanidade, tantas coisas que a Bíblia apresenta como precedentes do final dos tempos, aconteceram conjuntamente. Em Mateus 24.7 há o anúncio de todas elas. Muitos poderão argumentar que estas coisas sempre aconteceram. É bom lembrar que aconteceram esporadicamente. Agora, estão acontecendo quase que sincronizadas. Isto é, muito próximas uma das outras. A exortação de Jesus é: “Vigiai; pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor” (Mt.24.42)
          
Quando Deus destruiu a terra com o dilúvio, a sua Palavra nos afirma que todos haviam-se corrompido. As imoralidades grassavam. O castigo veio e apenas Noé, sua mulher, seus três filhos e suas três noras escaparam. Deram início a uma nova fase da humanidade. O que está acontecendo em nossos dias assemelha-se ao que antecedeu à destruição através da  água. Você que leu até aqui, saiba que o final virá; não mais pela água, mas pelo fogo e tudo será destruído. É preciso ter discernimento espiritual para entender estas coisas. A nossa família deve ser o nosso foco principal aqui neste mundo. Necessitamos  falar da salvação em Jesus Cristo; da pureza de alma; dos bons costumes; do respeito às Leis e principalmente do temor a Deus.
         
Há esperança para aqueles que assim agirem e o Senhor mesmo os recompensará.
          
Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da  vida (Apoc. 2.10).
          
Preserve a santificação da sua família. Abra mão dos deleites deste mundo e viva em conformidade com a Palavra de Deus.
Pr. José de Jesus.