terça-feira, 31 de maio de 2011

LEVE JESUS PRA CASA!

 "Tendo Jesus chegado à casa de Pedro, viu a sogra deste acamada e ardendo em febre. Mas Jesus tomou-a pela mão, e a febre a deixou. Ela se levantou e passou a servi-lo. Chegada à tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados; e ele meramente com a palavra expeliu os espíritos e curou a todos os que estavam doentes; para que se cumprisse o que fora dito por intermédio do profeta Isaías: Ele mesmo tomou as nossas enfermidades e carregou as nossas doenças". Mt 8.14-17



 Talvez você ainda não saiba, mas pode haver algum doente em seu lar. E não estou referindo-me apenas às doenças físicas, mas, também às psicológicas e espirituais.
    Eu tenho certeza, de todo o meu coração, que, se você levar Jesus pra casa, Ele fará maravilhas, pois, Jesus abençoa qualquer local em que entra, e na sua casa não será diferente. 
    LEVE-O PRA CASA e tenha surpresas agradáveis. Veja o que Ele fez na casa do Apóstolo Pedro:

1. Jesus curou o doente da casa.
    Talvez haja um doente em sua casa. Alguém deprimido, dependente químico, enfermo, desanimado, infeliz, solitário, suicida em potencial...
    Salve os seus doentes: 
Leve Jesus pra casa!

2. Jesus transformou a casa de Pedro.
   A casa de Pedro ficou "mais leve", mais cheia de vida e alegria.

    Eu sei que você gosta da sua casa, assim como eu gosto da minha, pois não há lugar melhor no mundo que o cantinho da gente, não é mesmo?

    Mas, será que a sua casa não poderia ser ainda melhor? Será que a sua casa não poderia ser aquele lugar especial onde amigos, vizinhos e parentes vêm pedir oração e conselho, ou buscar conforto quando estão sofrendo?

    Responda-me com honestidade: Todos os membros de sua família gostam de ficar em casa ou algum deles "vive na rua"? Será que a sua casa não anda assim, “meio carregada”?

   
 Leve Jesus pra casa; Ele vai transformar o seu lar!

3. Jesus cumpriu uma profecia bíblica dentro da casa de Pedro.      No ano 550 antes de Cristo, Isaías profetizou que o Messias viria curando, salvando e libertando. Durante 550 anos o mundo sabia desta promessa, mas não pode beneficiar-se dela.

   
 Mas Pedro, ao levar Jesus pra casa, teve o grande privilégio de presenciar o cumprimento desta maravilhosa promessa de Deus.
    Tem gente que diz assim: "Já fui à tantas igrejas e, até hoje, meu problema não foi resolvido". Para estas pessoas eu respondo com uma pergunta: "Você já foi à casa de Deus várias vezes, mas Jesus já foi à sua casa?"
    Jesus não ficou pregado naquela cruz horrorosa: Ele está vivo e quer habitar em sua casa, quer estar lá 24 horas por dia, quer abençoar você e sua família. Se você o levar para casa, verá as promessas bíblicas se cumprindo em sua vida e na vida de seus familiares.  

    LEVE JESUS PRA CASA!

    Como?
    Em sua alma, mente e coração.
    Através de seus atos, em cada oportunidade.

    Você tem filhos? Conte as histórias da Bíblia para eles, na hora de dormir.
    Alguém está doente? Sente-se à beira da cama e ore com ele.
    Alguém não consegue dormir, está ansioso? Explique o quê Jesus pode fazer por ele.
    Demonstre o amor de Deus através do seu modo de viver. Mostre à sua família que Jesus é vida, paz e alegria. 
    Deus seja louvado!

    Autor: Pr Franco    

segunda-feira, 30 de maio de 2011

CARRINHO DE MÃO

Conta-se que um homem esticou um cabo de aço sobre as Cataratas do Niágara, que ficam na divisa entre o Canadá e os Estados Unidos.
Em seguida, atravessou andando sobre o cabo de aço. Foi e voltou.
A multidão, extasiada, aplaudiu.
Aproximando-se de uma senhora que estava no meio do povo, aquele homem perguntou:
- A senhora acredita que eu consigo atravessar novamente?
- É claro! - respondeu a mulher.
- A senhora acredita que eu consigo atravessar levando um carrinho de mão?
- Sim, eu acredito.
- A senhora acredita que eu consigo atravessar levando um carrinho de mão com uma pessoa dentro?
- Tenho certeza que sim!
- Então, disse o homem, a senhora poderia, por favor, ajudar-me neste número, entrando no carrinho?
- De jeito nenhum!

Ela acreditava, mas não confiava.



A fé sem obras é morta.Tiago 2.26
Autor: Desconhecido

domingo, 29 de maio de 2011



Disse Maria:
"Fazei tudo o que ele vos disser!"

E disse Jesus:




01.    Não tente o Senhor seu Deus - Mateus 4.7

02.    Adore o Senhor seu Deus e sirva somente a ele - Mateus 4.10

03.    Arrependam-se, pois o Reino dos céus está próximo - Mateus 4.17

04.    Se a justiça de vocês não exceder em muito a dos fariseus e mestres da lei, de modo nenhum entrarão no Reino dos céus - Mateus 5.20

05.  Qualquer um que ficar irado contra seu irmão estará sujeito a julgamento... E qualquer que disser ao seu irmão: "Louco!", corre o risco de ir para o fogo do inferno - Mateus 5.22

06.    Qualquer um que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração - Mateus 5.28

07.    Não jurem de forma alguma... seja o seu "sim", "sim", e o seu "não", "não"; o que passar disso vem do Maligno - Mateus 5.34-37

08.    Se alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra face - Mateus 5.39

09.    Dê a quem lhe pede, e não volte as costas àquele que deseja pedir-lhe algo emprestado - Mateus 5.42

10.    Amem os seus inimigos e orem pelos aqueles que os perseguem - Mateus 5.44

11.    Se vocês perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas - Mateus 6.14-15

12.    Não acumulem para vocês tesouros na terra... mas acumulem tesouros no céu - Mateus 6.19-20

13.    Não se preocupem, dizendo: "Que vamos comer?" ou "que vamos vestir?" - Mateus 6.31 

14.    Busquem em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça - Mateus 6.33

15.    Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e muitos são os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! Poucos são os que a encontram - Mateus 7.13-14

16.    Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim; e quem não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim - Mateus 10.37-38

17.    Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre  vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve - Mateus 11.28-30

18.    Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino dos céus pertence aos que são semelhantes a elas - Mateus 19.14

19.     Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento... e o próximo como a ti mesmo - Mateus 22.37-39

20.     Vocês precisam estar preparados, porque o Filho do homem virá numa hora em que vocês menos esperam - Mateus 24.44

21.     Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos - Mateus 28.19-20

Autor: Pr Franco 

Fonte: Site do Pastor 

sábado, 28 de maio de 2011

AS QUATRO LUZES PARA UMA DECISÃO


Antes de qualquer outra coisa, lembre-se:
Não se deve tomar uma decisão quando se está:



a) Profundamente desapontado.
b) Fisicamente exausto.
c) Irado.
d) Muito abatido e deprimido.
e) Com perspectiva de derrota.


Nestas circunstâncias é melhor dizer:
“-Ainda não tenho uma decisão. Preciso de mais tempo.”

01) Primeira luz: Oração
Leia Mateus 7.7-8 e Filipenses 4.7
Orar é falar com Deus, intimamente.
Na intimidade com Deus, o coração encontra paz nas tomadas de decisão.

02) Segunda luz: As circunstâncias
Todas elas devem ser analisadas com profundidade. Todos os prós e os contras devem ser levados em consideração. Não despreze nenhum fator.

03) Terceira luz: Os conselheiros.
Provérbios 11.14 e 15.22.
Não o conselho de uma pessoa qualquer, mas de cristãos experientes e, de preferência, de pessoas que pensam diferente de você.

04) Quarta luz: As promessas de Deus para sua vida
Peça a Deus um texto bíblico que o oriente nesta decisão.
Se o texto lhe disser "não", que seja não!
Se o texto for uma promessa de Deus para sua vida, firme-se nesta Palavra, pois:
A paz pode sair do coração.
As circunstâncias podem mudar.
Os conselheiros podem mudar.
Mas, a Palavra de Deus jamais mudará.

Com as 4 luzes verdes, siga em frente, com fé.

Autoria: Pr Silvado (adaptado)
Igreja Batista do Bacacheri

Vale de Ossos Secos

"Veio sobre mim a mão do Senhor; ele me levou pelo Espírito do Senhor e me deixou no meio de um vale que estava cheio de ossos, e me fez andar ao redor deles; eram mui numerosos na superfície do vale e estavam sequíssimos. Então me perguntou: Filho do homem, acaso poderão reviver estes ossos? Respondi: Senhor Deus, tu o sabesEzequiel Capítulo 37: 1 - 2.

 
Este relato do Profeta Ezequiel é impressionante. Eruditos bíblicos de todos os tempos têm discutido se a experiência foi real ou se foi apenas uma visão.
Apesar de ser uma discussão interessante, eu quero apenas salientar que esta visão retrata a nossa condição espiritual em alguns momentos de nossas vidas, quando nos sentimos "como ossos secos". Depois de anos de luta, acabamos como que mortos por dentro, apesar de vivos por fora.
Parece que a vida perde o significado e o prazer. Tanto faz, como tanto fez. Vai-se levando a vida, ou sendo levado por ela.
Nem conseguimos mais nos lembrar da sensação de estar apaixonado, de sonhar, de rir ou simplesmente sorrir.
E, quando alguém nos pergunta quando as coisas vão melhorar, respondemos igual ao profeta: "Só Deus sabe!"

Quero destacar apenas duas verdades deste texto:
1. Somente a Profecia Bíblica pode conduzir-nos de volta à vida.
Somente a verdadeira pregação da Palavra de Deus pode reviver ossos secos.
Discursos não revivem ninguém; a Palavra de Deus, sim! A pseudo-pregação não faz nada por ninguém; a profecia bíblica ressuscita os mortos!

2. Não interrompa a Profecia
Se Ezequiel tivesse parado de profetizar quando viu os tendões, a carne e a pele, teria apenas transformado esqueletos em cadáveres.
Muitas pessoas "mortas por dentro" começam a ouvir a Palavra de Deus e assim que passam a experimentar algum movimento, algum sinal de vida em seu interior, abandonam o caminho de Deus. Ainda não era a vida, mas, animados com alguns resultados imediatos, deixam de ouvir a Pregação do Evangelho. Em breve o cheiro de carniça vai começar, pois tais pessoas foram transformadas de esqueletos em cadáveres.

Mas, se persistirem, receberão o sopro de vida. Aí, sim, o que Deus começou em suas vidas será completado.

Jesus Cristo é a vida. Ele afirmou: Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ele não é um tipo, uma opção ou um estilo de vida. Ele é a própria vida.
Ele morreu por nós numa cruz nojenta para dar-nos vida. E vida em abundância. Vida eterna. Deus seja louvado.

Não deixe de ouvir a Palavra de Deus.

O Apóstolo João bem que disse: "Quem é de Deus ouve a palavra de Deus".


sexta-feira, 27 de maio de 2011

O SEGREDO DO SUCESSO

Se há um homem na Bíblia que ilustra bem o sucesso é Abraão. Sucesso em todas as áreas:

- Material:
O território que ele demarcou é do tamanho do Estado de Sergipe.

- Existencial:
Ele teve uma descendência incontável. Um nome marcado na história e tornou-se patriarca de um povo.

- Espiritual:
Abraão foi chamado por Deus de “amigo de Deus”.

Em resumo, ele teve uma vida boa, uma vida com significado e viveu de bem com Deus. Isto é sucesso.

Qual era o segredo do sucesso de Abraão?

1. IR COM CALMA, SEM PRESSA (Gênesis 13.10 a 12)
Vejam o contraste da calma de Abraão com a precipitação de seu sobrinho Ló: Ló escolheu a terra pelos olhos – a mais bonita, a mais fértil. Envolveu-se gradualmente com a cultura do pecado.
Abraão, porém, esperou no Senhor.

2. PEDIR A VISÃO DE DEUS (Gênesis 13.14)
"O importante não é ser um visionário, mas ter as visões de Deus”.
A visão do sucesso não é a nossa, mas aquela que Deus tem para nós.

3. APOSSAR-SE DA PROMESSA PELA FÉ (Gênesis 13.17)
Abraão pisou na terra prometida pela fé.
Pés firmes no chão; olhos voltados para Deus.
Em Josué, vemos também a mesma atitude – Josué 1.3

4. ESTAR NO ALTAR DA ORAÇÃO E DA DEVOÇÃO (Gênesis 13.18)
“Lampejos de fé” sem oração é sinônimo de fracasso.
O cristão genuíno caminha de joelhos.
Políticos resolvem problemas em parlamentos; homens de negócio, em restaurantes; corretores, nas esquinas; mas, homens de Deus, resolvem seus problemas no altar de Deus.

5. ESTAR DISPOSTO A AGIR COM CORAGEM (Gênesis 14.14)
Abraão perseguiu a vitória, nunca desistindo de lutar por ela.

6. ESTAR DISPOSTO A INVESTIR NO REINO DE DEUS (Gn 14.18-20)
Um dia, num ônibus que distribui sopa para as pessoas carentes no Rio de Janeiro, um senhor, com aparência muito pobre – sandália de dedo, roupa simples, mãos calejadas de quem trabalhou pesado o dia todo – entrou, tomou a sopa e, tirando uma nota (que para ele significava muito), ofertou ao trabalho. Uma das voluntárias, então, disse: “-Não, o senhor não precisa pagar a sopa. É de graça”. Mas o homem respondeu: “-Eu não estou pagando. Estou contribuindo para este trabalho. Assim como vocês, estou investindo em como eu”.

O Reino de Deus é tão maravilhoso, que qualquer um pode ajudar de alguma maneira.

Conclusão
Como cristão, eu e você devemos seguir os princípios bíblicos para alcançar o sucesso.
Siga os princípios de Deus, manifestados na vida de Abraão e... SUCESSO, MEU IRMÃO!!!

quinta-feira, 26 de maio de 2011

A ORAÇÃO DO DISCÍPULO

                                                                                                
Devemos assinalar, acima de tudo, que esta é uma oração que Jesus ensinou a seus discípulos. Mateus localiza a totalidade do Sermão da Montanha no contexto social da comunidade dos discípulos (Mateus 5:1), e Lucas diz que Jesus ensinou esta oração em resposta ao pedido de um de seus discípulos (Lucas 11:1). A primeira coisa que devemos recordar sobre o Pai Nosso é que somente um discípulo de Jesus Cristo pode repetir significativamente suas palavras. O Pai Nosso não é uma oração para meninos, como muitos a consideram hoje em dia, porque para o menino carece de sentido. O Pai Nosso não é a oração devocional da família, como às vezes a entende, a menos que quando dizemos "família" entendamos a família da Igreja. O Pai Nosso é especifica e definitivamente a oração do discípulo. Para dizê-lo de outra maneira, somente se pode orar o Pai Nosso quando aquele que ora, usando suas palavras, sabe o significado do que está dizendo, e ninguém pode sabê-lo a menos que haja ingressado no discipulado cristão.
Devemos, em segundo lugar, tomar nota da ordem das petições do Pai Nosso. As primeiras três têm que ver com Deus e com a glória de Deus; as últimas petições (três também) têm que ver conosco e nossas necessidades. Quer dizer, Deus recebe, em primeiro lugar, o lugar supremo, e só então nos voltamos para nossas necessidades e desejos. Somente quando se dá a Deus seu lugar próprio todo o resto passa a ocupar o lugar que lhe corresponde. A oração nunca deve ser um intento de mudar a vontade de Deus para adequá-la aos nossos desejos. A oração, quando é autêntica, sempre é um intento de submeter nossa vontade à vontade de Deus.
A segunda parte de nossa oração, que se ocupa com as nossas necessidades e carências, é uma unidade obtida de maneira maravilhosa. Ocupa-se das três necessidades essenciais do ser humano, e das três esferas do tempo nas quais o homem se move. Em primeiro lugar, pede pão, ou seja aquilo que se necessita para o sustento material da vida, elevando ao trono de Deus, deste modo, as necessidades do presente. Em segundo lugar, pede perdão, pondo deste modo o passado ante os olhos de Deus, e da graça perdoadora do Pai. Em terceiro lugar, pede ajuda nas tentações, colocando assim o futuro nas mãos de Deus. Nestas três breves petições nos ensina a colocar o presente, o passado e o futuro ao pé do trono da graça divina.
Mas esta oração tão cuidadosamente elaborada não somente coloca a totalidade da vida humana ante a misericórdia divina; também procura trazer a totalidade de Deus a nossas vidas. Quando pedimos pão para o sustento de nossas vidas terrestres, este pensamento imediatamente dirigirá a Deus o Pai, Criador e Sustentador da vida. Quando pedimos perdão, esta petição imediatamente leva nossos pensamentos a Deus o Filho, Jesus Cristo, o Salvador e Redentor. Quando pedimos ajuda nas tentações futuras, essa solicitude imediatamente nos leva a pensar em Deus o Espírito Santo, o Consolador, Fortalecedor, Iluminador, Guia e Guardião de nosso caminho.
Do modo mais maravilhoso esta breve segunda parte do Pai Nosso toma o presente, o passado e o futuro do homem e os oferece a Deus, o Pai, e o Filho, e o Espírito Santo, a Deus em sua plenitude. No Pai Nosso Jesus nos ensina a levar a totalidade de nossa vida a Deus em sua totalidade, e a trazer Deus, em sua totalidade, Pai, Filho e Espírito Santo, à totalidade de nossas vidas.
       Comentário do Livro de Mateus “Oração do Discipulo” (William Barclay)

quarta-feira, 25 de maio de 2011

DEUS CAPACITA OS ESCOLHIDOS

Conta certa lenda, que estavam duas crianças patinando num lago congelado. Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam despreocupadas. De repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou. A outra, vendo seu amiguinho preso e se congelando, tirou um dos patins e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim quebrá-lo e libertar o amigo. Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:

- Como você conseguiu fazer isso?
É impossível que tenha conseguido quebrar o gelo, sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis!
Nesse instante, um ancião que passava pelo local, comentou:

- Eu sei como ele conseguiu.
Todos perguntaram:
- Pode nos dizer como?
- É simples - respondeu o velho.
- Não havia ninguém ao seu redor, para lhe dizer que não seria capaz.

"Deus nos fez perfeitos e não escolhe os capacitados, CAPACITA OS ESCOLHIDOS.

Fazer ou não fazer algo só depende de nossa vontade e perseverança, "Porque muitos são chamados,
MAS POUCOS OS ESCOLHIDOS".

Confie...
As coisas acontecem na hora certa.
Exatamente quando devem acontecer!

Momentos felizes, louve a Deus.

Momentos difíceis, busque a Deus.

Momentos silenciosos, adore a Deus.

Momentos dolorosos, confie em Deus.

Cada momento, agradeça a Deus.
 
                                                                       Colaboração: Alessandro Gomes

DE QUEM É A GLÓRIA

Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus, o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar,  mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens;  e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz.  Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que é sobre todo nome;  para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,  e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.
Filipenses 2: 5-11
centro da cidade está em obras, buraco em todo lugar, homens trabalhando varias empresas empenhadas em deixar a cidade mais bonita.

Olhando esses movimentos o Espírito de Deus levou-me a meditar, de quem será o crédito ao final dessa grande obra. Quando as pessoas passarem pela cidade ao final da obra irão declarar, como é bom esse prefeito, como a cidade está bonita, o nome da firma ou de dos trabalhadores, dificilmente serão citados, pois aos olhos naturais da sociedade a obra pertence aquele que está no governo, fácil de compreender. Diante disso fui levado a uma questão.

Por que para muitos cristãos é difícil de entender que a obra é de quem está no governo?

A nossa caminhada cristã não pode ser diferente, posso pregar, evangelizar, ganhar almas, operar sinais no nome d’Ele, mais quando a alma se rende ao Senhor, quando o homem é curado, quando o homem é liberto, a glória é de Deus.

Queridos precisamos ficar atentos com a nossa posição no reino de Deus, somos servos “dolos”(escravo) ao serviço ao serviço de Cristo, o apóstolo Paulo declara “já não sou eu quem vivo, mais Cristo vive em mim”, se Cristo vive em mim, não busco glória própria mais a glória de Deus.

Hoje pessoas estão praticando o egocentrismo, dentro de uma visão humanística, em que o homem é o centro de todas as coisas e que tudo converge nele, com isso a necessidade do reconhecimento tem desvirtuado o caráter Cristão “EU PREGO E AS PESSOAS SÃO TOCADAS, EU ORA E AS PESSOAS SÃO CURADAS, MINHA OVELHA, MEU DISCIPULO, MEU MINISTÉRIO, o EU e o MEU, não tem saído da boca de tais “homens de Deus”.

Por isso meus amados vamos estar atentos, deixando que Jesus continue sendo o centro em nossas vidas e que Deus leva a glória por nosso serviço em favor do seu Reino.    


Pastor Sebastião luiz Chagas


terça-feira, 24 de maio de 2011

Não Podemos Deixar Ninguém Para Traz

Eu Sabia Que Você Viria!


Ora, para que saibais que o Filho do homem tem sobre a terra poder de perdoar pecados (disse ao paralítico), a ti te digo: Levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa. E, levantando-se logo diante deles, e tomando a cama em que estava deitado, foi para sua casa, glorificando a Deus. (Lucas 5: 24-25)

Na guerra...
- Meu amigo ainda não regressou do campo de batalha, senhor. Solicito permissão para ir buscá-lo, pediu um soldado ao seu superior.- Permissão negada, soldado, respondeu o oficial, não quero que você arrisque a sua vida por um homem que provavelmente já está morto.
O soldado, desconsiderando a proibição, saiu e, uma hora mais tarde, voltou transportando o cadáver de seu amigo.
O oficial ficou furioso:
- Eu te disse que ele já estava morto! Agora, por causa da sua indisciplina, eu perdi dois homens, pois você ficará preso e enfrentará a corte marcial. Valeu a pena, soldado, só pra resgatar um cadáver?
E o soldado respondeu:
- Senhor, quando encontrei o meu amigo ele ainda estava vivo e pode me dizer: "Eu sabia que você viria!"

O livro de Lucas 5: 17-24, conta que Jesus estava assentado ensinando a lei no meio estavam fariseus, mestres da Lei e Lucas diz que “o poder do Senhor estava com ele para curar”, o texto relata que uns homens transportavam um paralitico e de toda forma tentavam coloca-lo diante de Jesus, só que a multidão não os deixava chegar, então estes homens subiram o eirado e introduziram este homem na presença de Jesus pelo telhado da casa. Quando o homem foi colocado a frente de Jesus, Jesus destaca a fé daqueles homens e declara para o enfermo “curados estão os seus pecados, os fariseus que ali estavam se indignaram pois não criam na divindade de Jesus, sendo assim aos seus olhos ele não era Deus por isso não tinha poder para perdoar pecados e Jesus com grande sabedoria pergunta-lhes: “Qual é mais fácil dizer? Os teus pecados te são perdoados; ou dizer: Levanta-te, e anda? Deixando-os calado Jesus deu ordem ao paralitico levanta e anda. Aleluia! Ele pegou sua maca e foi pra casa.

Podemos aprender muito com esse fato, não sei qual a relação entre aqueles homens e o paralitico, acredito que se não havia nenhuma, a atitude deles perpetuou uma grande amizade, o esforço desmedito daqueles homens para ver o “amigo” de pé abre precedentes para que, hoje venhamos a nos sacrificar, para que outros possam estar diante de Cristo, se não consigo só busco ajuda. Abre precedente para buscar aquele irmão que estacionou, não tem ido mais as reuniões, não aparece nos cultos, a muito não vai a escola dominical, vive um momento em que precisa ser carregado. Podem até falar que esse homem não conhecia Jesus e seu irmão sim, “Será que conhece?”

Como em nossa ilustração a pessoas que estão esperando por uma visita, um telefonema, se sentem esquecidas, vivendo momentos de depressão, em meio a uma grande batalha, esperando por socorro.

Mesmo que digam pra você: “fulano não te jeito”, creia sempre no poder transformador de Jesus, o poder que pega o homem caído, põe de pé e faz dele um vencedor.

Então nesse dia ore ao Senhor, peça para que Deus traga a sua memória alguém que nesse momento espera ser lembrado, que precisa caminhar novamente, recebendo a cura do Senhor.

Eu Sabia Que Você Viria!

Um bom dia!

                                                                                  Pastor Sebastião Luiz Chagas

segunda-feira, 23 de maio de 2011

PESCA MARAVILHOSA

E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede. (Lucas 5:5)

Queridos nesse fim de semana tive uma experiencia impar em minha vida, fui pescar com alguns irmãos da igreja, saímos de Volta Redonda destino a Angra dos Reis próximo as 13 horas e as 18 horas já estávamos no mar, quantos foram os ensinamentos que tirei para minha vida espiritual, os quais quero compartilhar com os amados.

O que preciso para ser um bom pescador almas?

 Preciso de ter quem me ensine. Em minha experiência nautica, não sabia nada nunca pesquei nem lambari, o irmão Dic. Elsom já experimentado no assunto, nos ensinou,  colocar a isca, a que profundidade que jogar a linha, como sentir se o peixe fisgou, fui bem orientado e confesso que pesquei muitos peixes.

1°Aprendi que no serviço do Senhor não é diferente, precisamos ser ensinados e a bíblia nos fala sobre o ensinador, aquele quenos ensina de todas as coisas 1Jo 2:27, o Espírito Santo de Deus, quer ter uma boa pescaria peça que Ele te ensine.

2°Aprendi que a condição do mar influi na pescaria e que tem hora que é preciso mudar a posição do barco, ir para outro lugar, Jesus uma certa vez diz “profeta não tem honra na sua casa”, talvez seja hora de buscar outras pessoas para pregar-lhes o Evangelho.

3°Aprendi que a condição do pescador influi muito, alguns não tiveram condições de pescar, pois a condição física deles não permitiu, passaram mal com o balanço do barco, tem muita gente precisando mudar, pois a condição espiritual não o deixa pescar.

4°Aprendi que o pescador precisa usar a isca certa para o peixe que quer pegar, na nossa busca de almas precisamos da estratégia de Deus, buscando dele sabedoria para pregar o seu evangelho.

5°Aprendi que o pescador tem de perseverar, não pode desistir com facilidade, a insistência garante o resultado na pesca, na pescaria fiquei até 5 horas da manhã direto, nada mais justo que eu pescasse muito, assim também é com o pescador de almas, quando ele insiste consegue ver os resultados.

Quando cheguei em casa minha esposa dividiu o peixe com muitos, abençoando varias vidas, aí vi uma diferença com a pescaria de almas, os peixes que pesquei bato peito posso dizer pesquei tantos peixes, na pescaria de almas é diferente os peixes são como os que encontramos nas peixaria o pescador não é citado somente o dono dos peixes pois foi pago um preço por eles, cada alma que você pescar fazem parte da reserva pessoal de Jeová, um plantou, outro regou, mais quem dá o crescimento é o senhor.
Pedro estava cansado mais ele ouviu a palavra de Jesus e sobre a palavra de Jesus lançou as redes e a pesca foi tão farta que não conseguiam retirar as redes, não deixe o cansaço te parar, lance as redes ao mar e pesque muitas almas para o Senhor.

Uma boa Semana!

                                                                              Pastor Sebastião Luiz Chagas

sábado, 21 de maio de 2011

APRENDI A VIVER CONTENTE EM TODA E QUALQUER SITUAÇÃO

"Alegrei-me, sobremaneira, no Senhor porque, agora, uma vez mais, renovastes a meu favor o vosso cuidado; o qual já tínheis antes, mas vos faltava oportunidade. Digo isto, não por causa da pobreza,
porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece".     
                                                                                          (Filipenses 4.10-13)

Ele estava preso. Pesava sobre sua cabeça uma sentença de morte. Estava passando necessidades; talvez, até fome. Ainda assim, declara estar CONTENTE!
Qual era o seu segredo?
Como viver contente em toda e qualquer situação?

Podemos descobrir, analisando suas declarações:

1. APRENDI...
A primeira lição que podemos tirar é que este estado de espírito não vem por acaso; é o resultado de um longo aprendizado.
Enquanto a maioria das pessoas aprendem a se tornarem "fechadas", desconfiadas e entristecidas com as amargas experiências da vida, o Apóstolo Paulo, com estas mesmas experiências, comuns a todos nós, aprendeu o segredo do viver contente.
Ele considerava cada experiência, boa ou ruim, uma excelente oportunidade para aprender a viver.
Será que é isto que nos falta, uma "atitude de aluno", positiva, diante das dificuldades e dos sofrimentos?

2. A VIVER CONTENTE...
Dando uma olhadinha mais profunda no texto bíblico, descobrimos que a palavra traduzida como "contente" neste texto bíblico é a palavra grega autarkes ou autokratés, de onde vieram também as nossas palavras Autarquia e Autocrata.
Autarquia significa: Governo autônomo. Administração autônoma que procede sem interferência do poder central; autonomia.
Autocrata significa: Soberano absoluto e independente.

O que será que o Apóstolo Paulo queria dizer, ao usar esta palavra, que estava rindo à toa em meio às tempestades? Não! É claro que o sofrimento incomoda.
O que o Apóstolo Paulo estava dizendo é que é possível conservar a serenidade, o controle da situação, a autonomia, independentemente dos problemas que estamos passando. É como se dissesse: Aprendi a manter o controle...
Esta é a segunda lição que podemos tirar deste texto bíblico.
E quanto a nós, já aprendemos isto?

3. EM TODA E QUALQUER SITUAÇÃO.

A terceira lição que podemos tirar deste texto é esta: É preciso aprender a manter a serenidade em toda e qualquer situação.
Na hora da humilhação ou da exaltação.
Na hora da fartura ou da fome.
Na hora da abundância ou da escassez.
A maioria de nós não sabe administrar nem uma situação nem outra.
Quando estamos "por baixo", xingamos, reclamamos, sofremos, enchemos o coração de ódio e mágoa. Quando estamos "por cima", esbanjamos e humilhamos quem está "por baixo".
Muitos não são honrados por Deus, porque não teriam o mínimo controle numa situação de fartura e abundância.

Isto aplica-se a nós?

4. TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE.

Provavelmente você já tenha ouvido este verso bíblico.
As aplicações mais comum são essas:
Tudo posso TER, FAZER, ADQUIRIR, CONQUISTAR, PROSPERAR naquele que me fortalece.
Bem, não é nada disto!
O que o Apóstolo disse foi: Tudo posso ADMINISTRAR naquele que me fortalece.
Ele APRENDEU, porque Cristo o fortalecia.
A VIVER CONTENTE, porque Cristo o fortalecia.
EM TODA E QUALQUER SITUAÇÃO, porque Cristo o fortalecia.

Em nenhum momento o Apóstolo pretendeu nos ensinar alguma nova filosofia de vida ou uma oração mágica que forçasse as janelas do céu a se abrirem sobre nós.
Ele tão-somente estava relatando que chegou à maturidade da fé, que lhe dava o controle da situação - fosse ela qual fosse - porque Jesus Cristo o fortalecia.

CONCLUSÃO:

O cristão, como qualquer outro ser humano, pode passar por diversas experiências na vida, da fome à fartura; da humilhação à honra; da escassez à abundância.
Mas, é possível aprender a manter a serenidade em qualquer situação.
No entanto, a plenitude deste aprendizado só é possível para aqueles que buscam força em Jesus Cristo. Somente aqueles que estão ligados em Cristo e dispostos a aprender poderão um dia repetir com honestidade as palavras do Apóstolo:

APRENDI A VIVER CONTENTE EM TODA E QUALQUER SITUAÇÃO!
Autor: Pr Franco
 

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Associação Internacional de Oração e Ação

Caríssimos Irmãos,
O Brasil está vivendo um momento moral gravíssimo no qual, nós os evangélicos, temos que exercer nossa função de sal, luz e fermento de u´a maneira eficiente, eficaz e efetiva, agindo como missionários e evangelistas.
Foi com muita responsabilidade que me inseri entre aqueles que se uniram para tomar a iniciativa de criar a "ORAR - Associação Internacional de Oração e Ação", cuja ata de fundação está anexada a esse e-mail. Ao lê-la, percebe-se a sua importância estratégica pra essa hora do Brasil e do mundo.
Minha expectativa é a de que todos os que recebam esse e-mal, forme e dirija seus próprios núcleos dentro de seus respectivos segmentos evangélicos e, a partir daí, mobilize os crentes de suas respectivas "tribus denominacionais" a exemplo das doze tribus de Israel, e nós, o Povo de Deus, nos mobilizemos em oração em favor do Brasil e do mundo, em especial por esse momento em que estamos vivendo o que estou chamando de "Ditadura da Minorias" onde alguns grupos de pessoas, além de querer cercear nossa liberdade de expressão, ainda querem enfiar pela nossa guela a dentro, as suas práticas pecaminosas.
Vamos fazer o que nosso Pai na Fé Abrão fez: Vamos orar por Sodoma e Gomorra.
Quem sabe veremos alguns "Lós" sendo salvos?
Fraternalmente,
Pr. Joaquim de Paula Rosa
"Ministro de Comunicação dos Ministérios Associados Amor e Vida"

O Papel do Marido

Efésios 5.23,25
23) Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo.
25) Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela,

O marido que assume a liderança do lar de uma maneira sábia e ama a sua esposa com o amor “ágape” obterá dela mais facilmente o respeito, obediência e submissão.
10 Tipos de marido
Marido ditador – Ele se utiliza de sua posição para liderar sua família.
Marido democrático – As decisões são baseadas em votações.
Marido teimoso – Ele nunca admite estar errado.
Marido silencioso – Ele governa seu lar sem comunicação verbal.
Marido explosivo – A família nunca sabe quando ele vai explodir.
Marido insensível – Ele nunca demonstra uma sábia percepção no lar.
Marido perfeccionista – Exige tudo com extrema perfeição.
Marido crítico – Em tudo ele vê algo errado.
Marido brincalhão – Não leva nada a sério.
Marido indeciso – Nunca toma decisões, sua liderança é omissa.
Orientações Bíblicas: -
 Maridos procurem conhecer as necessidades de sua esposa a viver de acordo com as necessidades dela.
Pr. Adolfo Sarmento e Esposa

FAMÍLIA PROJETO DE DEUS

A família foi criada por Deus. Logo após a criação do homem (Adão), Deus viu que não era bom que ele (homem) estivesse só. Providenciou, então, uma companheira (ajudadora) para que houvesse satisfação pessoal e mútua. Foi estabelecido o primeiro lar, a primeira família. Deus os fez macho e fêmea, isto é, um homem, chamado Adão, e, uma mulher, chamada Eva. Fica muito claro que o casamento deve ser entre um homem e uma mulher, e portanto, monogâmico e somente poderá ser desfeito pela morte, ou, em caso muito especial, se acontecer traição de um dos cônjuges. 
          
A família é, pois, a primeira instituição social. O seu propósito deve ser a glorificação do nome do SENHOR. A provisão necessária aos seus membros dar-se-á através da educação, do aconchego, da segurança, do trabalho honesto e do companheirismo entre todos que fazem parte dela.
        
Dentro da família há possibilidades para que tudo seja contemplado de forma harmoniosa, embora muitas atrocidades estejam acontecendo no seio de alguns lares.
          
Há muitos que estão tentando desmoralizar a instituição família. Apregoam que ela está falida; outros fazem questão de mostrar, principalmente a televisão, apenas questões que destroem aquilo que Deus criou. Apresentam soluções para os casamentos que estão em crise, através do adultério. Os filhos desrespeitam aos pais e estes aos filhos. Os jovens levam suas namoradas ou namorados para casa e dormem juntos como se nada de anormal estivesse acontecendo. Enfim, a televisão dá uma grande contribuição maléfica às famílias, especialmente através de suas novelas que são inadequadas para qualquer faixa etária.
          
É preciso reagir. É tempo de purificação. Não podemos permitir que nossas famílias sejam objetos nas mãos manipuladoras que enganam a pretexto de entretenimento.
         
Nunca em toda a história da humanidade, tantas coisas que a Bíblia apresenta como precedentes do final dos tempos, aconteceram conjuntamente. Em Mateus 24.7 há o anúncio de todas elas. Muitos poderão argumentar que estas coisas sempre aconteceram. É bom lembrar que aconteceram esporadicamente. Agora, estão acontecendo quase que sincronizadas. Isto é, muito próximas uma das outras. A exortação de Jesus é: “Vigiai; pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor” (Mt.24.42)
          
Quando Deus destruiu a terra com o dilúvio, a sua Palavra nos afirma que todos haviam-se corrompido. As imoralidades grassavam. O castigo veio e apenas Noé, sua mulher, seus três filhos e suas três noras escaparam. Deram início a uma nova fase da humanidade. O que está acontecendo em nossos dias assemelha-se ao que antecedeu à destruição através da  água. Você que leu até aqui, saiba que o final virá; não mais pela água, mas pelo fogo e tudo será destruído. É preciso ter discernimento espiritual para entender estas coisas. A nossa família deve ser o nosso foco principal aqui neste mundo. Necessitamos  falar da salvação em Jesus Cristo; da pureza de alma; dos bons costumes; do respeito às Leis e principalmente do temor a Deus.
         
Há esperança para aqueles que assim agirem e o Senhor mesmo os recompensará.
          
Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da  vida (Apoc. 2.10).
          
Preserve a santificação da sua família. Abra mão dos deleites deste mundo e viva em conformidade com a Palavra de Deus.
Pr. José de Jesus.

APOCALIPSE - Vivendo sob Pressão

O Apocalipse foi escrito no começo de um período de perseguição duradoura por parte do Império Romano que exigia a adoração do Imperador debaixo de uma lei marcial. Uma vida mais cômoda podia ser ganha simplesmente seguindo a multidão e abrindo mão dos padrões de Deus, afinal, um pouco de adoração ao Imperador tornaria a vida um tanto mais fácil.

O contexto revela que omal estava atacando tudo que era bom; a licenciosidade abundava; os conceitos maus controlavam a sociedade. Era como se Deus não estivesse em nenhum lugar, e não estivesse se importando com tudo isto. Os cristãos estão sendo perseguidos, alguns estão até sendo martirizados e a fé dos cristãos esta sob uma pressão intensa. Os cristãos estão esperando o retorno de Cristo, mas ele não veio ainda. Click e Leia Todo Estudo
Rev. Ivan Pereira Guedes

ALGUMAS LIÇÕES DA ARCA DE NOÉ

1. NÃO PERCA O BARCO.
Cada oportunidade pode ser única em nossas vidas.

2. PLANEJE PARA O FUTURO.
Não estava chovendo quando Noé construiu a Arca. Não podemos advinhar o futuro. Precisamos aprender a ouvir e a confiar em Deus.

3. MANTENHA-SE EM FORMA.
Noé tinha 60 anos quando Deus o escalou.

4. SE DEUS TE ESCALOU, NÃO DÊ OUVIDO ÀS CRÍTICAS.
Todos zombavam de Noé por estar construindo um barco no meio do deserto. Não dê ouvido aos críticos; apenas continue a fazer o trabalho que precisa ser feito.

5. MANTENHA-SE FIEL AO PROJETO DE DEUS.
Deus mesmo desenhou a Arca e deu o projeto a Noé; e a Arca resistiu a um dos maiores fenômenos metereológicos da Terra.
Lembre-se: A Arca foi construída por amadores; o Titanic por profissionais.
Manter-se fiel aos planos de Deus é a única garantia de vitória.

6. NÃO SE DESESPERE: A TEMPESTADE UM DIA VAI PASSAR.
Quando menos você esperar, um belo arco-íris irá aparecer na sua frente, rompendo os dias de escuridão. É o sinal de Deus de que tudo vai melhorar.

No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo (João 16.33)

Autor desconhecido.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

" Não temais, nem vos assusteis... a peleja não é vossa, mas de Deus”

E disse: Dai ouvidos todo o Judá, e vós, moradores de Jerusalém, e tu, ó rei Jeosafá; assim o SENHOR vos diz: Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão; pois a peleja não é vossa, mas de Deus. (II Crônicas 20:15)

Conta-se que, dois homens oravam a Deus, para que chovesse, pois eram agricultores e a muito não chovia no local, após a oração, um foi arar a terra, o outro ficou sentado esperando a chuva chegar. Quem confiou no Senhor?

O rei está cercado, os inimigos estão à porta. O que fazer?

O inimigo é mais forte não tem como enfrenta-lo e ser vitorioso. O que fazer?

As cobranças por uma atitude começam a chegar. O que fazer?

Quando estamos cercados, os inimigos estão à porta, quando o inimigo é mais forte, quando outros esperam de nós uma atitude, precisamos buscar ao Senhor, os homens da história precisavam de chuva, buscaram ao Senhor em oração, Jeosafá estava vivendo um momento difícil, foi ao templo, buscou o Senhor em oração. Quando vivemos momentos difíceis a nossa atitude não pode ser diferente é preciso buscar a Deus, buscar a Deus é reconhecer que dependemos d’Ele, que d’Ele é só uma palavra.

Os dois homens buscaram a Deus, um ficou esperando a chuva, o outro creu na oração, pois a mão no arado e foi preparar a terra, confiou na oração, acreditou em Deus, Jeosafá, saiu do templo foi adorar a Deus, assim querido tem de ser conosco orou, confia, descansa em Deus, faça como Jeosafá adore a Deus, ou como o homem da história, põe a mão no arado e siga em frente. “O inimigo quer desestabilizar-nos, abalando a nossa confiança em Deus, mais como Deus disse a Jeosafá, ele fala conosco,” Não temais, nem vos assusteis... a peleja não é vossa, mas de Deus”.

Deixe Deus no controle e a vitória é certa.

                                                                             Pastor Sebastião Luiz Chagas

Eu Preciso Mudar (Eu Preciso Mudar não o Outro)


No sábado 14 de maio, ministramos a casais no tema “Eu preciso Mudar” (Eu Preciso Mudar não o Outro), e como toda palavra ministrada nos leva a grandes reflexões, abordamos algumas áreas do relacionamento marido mulher que precisam passar por uma transformação, pois, está em crise. Em meio às crises somos tendenciados a buscar culpados ou justificativas, nunca queremos assumir nossos erros, declarar que errou, e que só através desse reconhecimento, buscar o caminho certo no relacionamento.
O homem é o mestre da desculpa, foi assim no jardim do Edem, quando o diabo tentou a mulher levando-a comer do fruto proibido e dando ao seu esposo que quando questionado por Deus: “foi à mulher que tu me destes”, desculpas para justificar atitudes erradas. Eu Preciso Mudar.

A bíblia traz um padrão para o casamento, por mais que, se queira implantar outro padrão, Deus deixou claro, “homem e mulher” “unidos, formando uma só carne”, deu a cada um suas atribuições, mulher sendo submissa e o homem amando-a, como Cristo amou a igreja, pronto para dar a vida por ela. Entendo com isso que casamento é um relacionamento de satisfação mutua, onde um se entrega para o bem estar do outro, diante disso posso dizer que “não me caso para ser feliz, mais para fazer meu conjugue feliz”, Será que: Eu Preciso Mudar?

Aprendo que casamento não é como aquele apartamento que acabamos de comprar, só mobilhar e pular pra dentro, casamento é mais como um terreno, que precisa ser trabalhado e construído passo a passo, “casamento não vem pronto”.
O homem precisa aprender a dar mais atenção, quando a esposa fala, a esposa precisa aprender que dialogo são os dois falando e abrir espaço para isso, o homem precisa aprender a falar mais, a esposa precisa aprender a calar-se mais. “Eu Preciso Mudar”.

O homem precisa aprender que a esposa não é a escrava da casa, a esposa precisa aprender que home não é banco, o homem precisa ajudar sua esposa em suas atividades domestica, a esposa precisa ajudar o esposa na administração financeira. “Eu Preciso Mudar”.

A criação dos filhos não é responsabilidade só da esposa ou só o esposo, é dos dois, não criamos filhos para o mundo criamos filhos para Deus, ensinar a bíblia, conduzir a igreja é responsabilidade do pai, do sacerdote do varão. O homem precisa apender a não lançar essa responsabilidade sobre a esposa, à esposa precisa aprender a não intimidar o filho, “vou contar pro seu pai”, e assumir sua autoridade dada por Deus. Um não pode retirar a autoridade do outro, ou perder tempo brigando por filhos, filho cresce casa e vai embora, e aí? “Eu Preciso Mudar”.

Dialogo é fundamental para o sucesso no casamento, através do dialogo o casal apara as arestas, encontro o ponto certo para uma convivência feliz e harmoniosa. De uma coisa tenho plena convicção:

Eu Preciso Mudar (Eu Preciso Mudar não o Outro)

Deus Abençoe o Matrimonio
28/05 - Palestra Para Casais IEC Água da Vida  

                                                                          Pastor Sebastiao Luiz Chagas

FLORES, PAISAGENS E... MÃOS

Em sua primeira exposição, um jovem pintor encanta a todos com belíssimos quadros de flores e paisagens. No entanto, entre seus quadros há um em que ele retrata as mãos calejadas de um trabalhador.

Alguém percebe que este quadro não traz o preço, e o artista lhe explica:

- Desculpe, senhor, este quadro não está à venda, por isso não tem etiqueta de preço. É da minha coleção particular.

- É um belo quadro, diz o homem, no entanto, um pouco deslocado entre os os demais, você não acha?

- Sim, é verdade! Mas, ele sempre estará em todas as exposições que eu vier a fazer em minha vida, pois, minha arte eu devo à estas mãos.

- E de quem são estas mãos?

- São as mãos de meu pai, que trabalhou duro toda a sua vida, para que eu pudesse estudar e aperfeiçoar a minha arte.

Autoria desconhecida

Honra a teu pai e a tua mãe. (Efésios 6.2)