sábado, 30 de abril de 2011

NOITE DE GALA EM MARIANA TORRES - CASAMENTO DE CARLOS E VANESSA




Click nas Imagens Para Ampliar.
Click nas Imagens Para Ampliar.
Click nas Imagens Para Ampliar.
Click nas Imagens Para Ampliar.

SEMPRE ESTAREI AO SEU LADO

Na Romênia, um homem sempre dizia ao seu filho:
- Haja o que houver, eu sempre estarei a seu lado.
Certo dia, após um terremoto de intensidade muito grande quase acabar com a cidade, este homem correu para a escola do seu filho e só encontrou um montão de ruínas.
Imediatamente, ele e outros pais começaram a cavar. Depois vieram os bombeiros e mais pessoas para ajudar. As horas passavam rapidamente e com elas, a esperança de encontrar alguém com vida.
Um a um, cansados e desesperados, os pais foram deixando o trabalho de buscas para os bombeiros, mas, esse homem, de forma obstinada, continuava. Pediram-lhe que descansasse um pouco, mas, ele não parava.
A sua promessa ao seu filho lhe renovava as forças: "- Haja o que houver, eu sempre estarei a seu lado".
Ao afastarem uma enorme pedra, com a ajuda de um guindaste, ele chamou mais uma vez pelo filho. E uma doce voz infantil lhe respondeu:
- Pai... estou aqui!
- Você está bem, meu amor?
- Sim, papai, mas, estamos com sede e fome.
- Tem mais alguém com você?
- Sim, todos os alunos da minha classe estão aqui.
Eles haviam ficado presos em um vão entre dois pilares de concreto.
Quando a televisão veio entrevistar o menino e perguntou se ele havia ficado com medo, ele emocionou a todos:
- Não, eu falei para os meus amigos: "Não precisam ter medo, meu pai irá nos achar. Ele prometeu que sempre irá estar ao meu lado. E meu pai nunca quebra uma promessa".

Eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.
Mateus 28.20

quinta-feira, 28 de abril de 2011

A VIDA CONSISTE EM ESCOLHAS

Mauro era um tipo de pessoa que todos adorariam conhecer. Ele sempre estava de bom humor e sempre tinha algo positivo para dizer. Quando alguém lhe perguntava: "Como vai você?", ele respondia: "Melhor que isso, só dois disso!".
Um dia perguntei-lhe:
- Como você consegue ser uma pessoa tão positiva o tempo todo?
- Toda manhã eu acordo e digo a mim mesmo: Mauro, hoje você tem duas escolhas: ficar de bom humor ou ficar de mal humor. Então, eu escolho ficar de bom humor. E repito esta decisão o dia inteiro, a cada instante. Se alguém me irrita ou reclama de alguma coisa, seja do jeito certo ou não, eu escolho continuar de bom humor e tentar ver o lado positivo da situação.
- Mas, não e tão fácil assim, Mauro!
- É fácil, sim! A vida consiste em escolhas.

As palavras de Mauro não eram vazias. Ele realmente havia decidido viver de bem com a vida, e isso ficou muito bem estabelecido quando Mauro foi assaltado e levou três tiros. Por sorte, foi socorrido à tempo.

Ele conta que naquela hora tomou duas decisões:
A primeira decisão que tomou, foi que queria viver, fosse como fosse. Mesmo que ficasse paralítico, não iria desistir da vida (essa sua obstinação facilitou o serviço de toda a equipe médica que o atendeu).
A segunda decisão, foi que iria passar aqueles terríveis momentos do melhor jeito que lhe fosse possível, e foi isso mesmo que ele fez. Quando os paramédicos lhe perguntaram se era alérgico à alguma coisa, Mauro, apesar de estar sangrando e gravemente ferido, fez com que todos caíssem na risada:
- Sou alérgico a bala!

Escolhei hoje a quem haveis de servir. Eu e a minha casa serviremos ao Senhor.
                                                                                                            Josué 24.15

Autor desconhecido.
Extraído do livro: Textos Selecionados, elaborado pelo Instituto de Desenvolvimento do Potencial Humano - IDPH
Resumida pelo Pr Ronaldo Alves Franco

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Eu, todavia, não Me esquecerei de ti.

Pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de modo que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse, Eu, todavia, não Me esquecerei de ti.

Isaias 49:15

Um bebê de apenas 10 dias foi achado em uma sacola plástica, dentro de uma caçamba de lixo na Praia Grande, litoral paulista. A criança foi achada por acaso na caçamba, instalada na frente de uma escola, por um catador de lixo. O homem pediu ajuda na escola para socorrer o bebê, que passa bem e foi encaminhado a um hospital do município. A polícia tenta identificar a mãe da criança.

O que dizer desta noticia que foi manchete de todos os jornais nos últimos dias, uma atitude desumana, falta de amor, depressão pós- parto, anuncio dos fins dos tempos, por mais que venhamos a buscar motivos e justificativas para tal ato não a encontraremos e nada que a mãe venha a nos dizer nos deixará convencido. Quando olhamos para a Palavra de Deus, nos deparamos com um texto no livro do profeta Isaias que traz um questionamento: “Pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de modo que não se compadeça do filho do seu ventre?” Se não lermos a manchete dos jornais podemos até declarar que isso é impossível, que de forma alguma uma mãe teria coragem de um ato assim, não é algo normal mais é algo possível, o texto não fala de uma mãe adotiva mais sim de uma mãe biológica, aquela que gerou uma criança durante nove meses e que no período de amamenta-lo o abandona como esta mãe dos jornais. A criança foi abandonada pela mãe mais não foi esquecida por Deus “Mas ainda que esta se esquecesse, Eu, todavia, não Me esquecerei de ti”, que enviou um homem que com a ajuda de outros socorreu essa criança e com isso dando a ela uma oportunidade de uma nova vida.

Com toda tristeza que o nosso coração possa ter nutrido por essa noticia, sabemos que como na vida desse bebê o abandono, acontece também em nossa vida, a situações em que somos deixados de lado esquecidos, lançados fora, nos sentindo abandonados por pessoas que amamos pessoas que são tão importantes em nossas vidas, pessoas que tem até o compromisso de cuidar de nós, não é normal mais pode acontecer, saiba que se isso acontecer há um Deus no céu que não se esquecerá de ti, como enviou ajuda ao bebê, enviara ajuda para ti.

Tenha um Bom dia

Que Deus os Abençoe!

                                                                                                                                Pastor Sebastião Luiz

terça-feira, 26 de abril de 2011

FORNALHA DE FOGO ARDENTE


O capitulo 3 do livro de Daniel conta-nos a história de três jovens Hananias, Misael e Azarias(nomes Hebreus), também conhecido como Sadraque, Mesaque e Abede-Nego (Nomes babilônicos) dado a eles quando foram levados cativos pelos caldeus, jovens que em defesa da fé enfrentam um grande desafio. A história conta-nos que o rei Nabucodonosor constrói uma estatua e dá uma ordem a todos os seus súditos, quando fosse ouvido o som dos instrumentos, todo o povo deveria prostra-se diante da imagem de ouro, aquele que não se prostra teria como castigo a morte, sendo lançado na fornalha de fogo ardente.

Os instrumentos tocam em toda a Babilônia, os súditos do rei começam a dobrar-se diante da imagem, mais três silhuetas mantêm-se eretas olhando a idolatria e o temor do povo, veem seus irmãos judeus, prostrando-se por temor ao poderoso rei Nabucodonosor, mais os três valentes ignoram o toque, buzina da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, da gaita de foles, e de toda a espécie de música, e continuam imponentes diante aquele quadro que é pintado a sua frente. Quantas vezes queridos agimos como os que se prostraram, ante as dificuldades e desafios tememos de tal forma acabamos dando ouvido ao inimigo de nossas almas e acabamos rendendo a ele culto, quando aquele povo dobrou-se estavam rendendo culto ao inimigo, em tempo de dificuldade, prostre-se somente para o Senhor “Só ao teu Deus adorara e só a Ele prestará culto”, esses três homens eram mais que leitores da palavra, a palavra estava gravada em seus corações, deixe a palavra gravada em seu coração e em momentos de dificuldade mantenha-se de pé.

O rei todo poderoso fica sabendo da decisão desses jovens, ordena que sejam tragos à sua presença e querendo demonstrar sua autoridade, manda-os dobrar-se, e queridos que coisa mais linda os jovens deixam a referencia de lado chamam o rei por seu primeiro nome e declaram que não irão se prostrar, amados tem muito crente dando reverencia ao inimigo, olha que exemplo os jovens nos deixam o inimigo já é um derrotado pelo nome de Jesus a vitória já foi alcançada na cruz do calvário, a nossa reverencia tem de ser ao Todo Poderoso.

O rei se irrita sobremaneira mandam que a fornalha seja aquecida sete vezes mais e ordena que os jovens sejam lançados na fornalha o calor era tanto que os que conduziam os jovens morreram queimados, mais queridos àquela fornalha não foi suficiente para destruir aqueles jovens, pois antes que eles chegassem lá, havia o que é primazia dos viventes, para guardar suas vidas, assim é conosco não importa a fornalha que venhamos a ser lançado o Senhor estará conosco, Deus não os livrou da fornalha, mais os livrou na fornalha, a prova pode até estar doendo mais Deus nos livra em meio às provas, foi assim com eles, foi assim com Daniel na cova dos leões, é assim comigo e com você. E como rei teve de reconhecer quem era o Deus de Hananias, Misael e Azarias, assim também é conosco, ”a prova tem um gosto amargo, mais no fim tem sabor de mel”.

O que aprendemos com essa bela história

1) Sempre teremos opositores a nossa fé

2) Em nome da fé passaremos por provações

3) Precisamos demonstrar nossa fé

4) Somos salvos por nossa fé

Quais os objetivos da vitória da fé

1) Somos soltos de suas amarras

2) Somos protegidos do mal

3) Somos confortados na provação

4) Deus é glorificado

5) Somos recompensados

segunda-feira, 25 de abril de 2011

TEMPO PRA TODAS AS COISAS

“TUDO tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar; Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar; Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar; Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora; Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar; Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz”; "tempo de assistir televisão; tempo de ler a Bíblia".

Como diz a palavra tempo para todas as coisas, há uma necessidade de sabermos remir, este tempo que Deus nos dá, podemos dizer que, a maior parte do tempo o administramos mal, sendo assim, falta-nos tempo para fazer tudo o que precisa ser feito, e é de suma importância termos tempo, para leitura da palavra de Deus. A Palavra de Deus é o nosso guia (Salmos 119:105) , quando temos um tempo de leitura bíblica diária somos fortalecidos, ouvir louvor é bom, orar é maravilhoso, mais a leitura da palavra é indispensável, ela nos liberta (João 8:32), nos tempo de adversidade é a palavra que nos fortalece revelando um Deus fiel à palavra (2 Co1: 18), a palavra livra o homem de pecar contra Deus (Salmos 119:11), a palavra nos lava, o próprio Jesus diz a seus discípulos “vós estais limpos pela palavra” (João 15:3).

O tempo de leitura da palavra precisa ser um tempo especial, deve começar com um período de oração pedindo a Deus entendimento dos textos, se é principiante comece pelos evangelhos para conhecer a fundo a vida e o ministério de Jesus, em tempo de leitura desligue radio, para que a atenção não seja desviada, em caso de duvida procure ajuda, com seu líder ou pastor, nunca faça como o nosso amigo da ilustração acima, dividindo o tempo de leitura com a televisão.

As pessoas hoje sabem tudo o que acontece no mundo, está bem informado lê jornais, assiste aos programas televisivos, sabe dos lançamentos no cinema, esta por dentro da moda e da politica, mais estão distantes da palavra de Deus, a informação faz parte de nossa vida, afinal de contas não há computador no mundo com um banco de dados tão extenso a preenchido quanto à mente humana, precisamos alimentar nossa mente, mais nunca se esquecendo de nossa alma que tem sede de Deus, por mais que se leia a bíblia, sempre há algo novo a ser revelado em nossos corações.

Em um culto ecumênico pelo aniversário da cidade foram convidados, representantes de três instituições, católicos, evangélicos e espirita, na grande oportunidade dada a essas pessoas, o padre estava tão preocupado com o jogo do seu time, que só conseguiu falar de futebol, o pastor tão preocupado com suas aspirações politicas que só conseguia rasgar sedas para com o executivo da cidade, a representante espirita que pelo jeito não gosta de futebol nem de politica, falou de Jesus. Sempre iremos falar daquilo que o nosso coração estiver cheio, se você estiver cheio da palavra de Deus, “fluirá de ti rios de águas vivas”.

DEUS ABENÇOE E TENHA UMA BOA DEVOCIONAL.

                                                                                      Pastor Sebastião Luiz Chagas

domingo, 24 de abril de 2011

Havia, no alto da montanha, três pequenas árvores que sonhavam com o que seriam depois de grandes...

A primeira, olhando as estrelas, disse:
- Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros.
Para tal, até me disponho a ser cortada.

A segunda olhou para o riacho e suspirou:
- Eu quero ser um grande navio para transportar reis e rainhas.

A terceira árvore olhou o vale e disse:
- Eu quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto que, as pessoas ao olharem para mim, levantem seus olhos e pensem em Deus.

Muitos anos se passaram, e certo dia vieram três lenhadores e cortaram as três árvores, todas muito ansiosas em serem transformadas naquilo com que sonhavam.

Mas lenhadores não costumam ouvir e nem entender sonhos!
Que pena!

A primeira árvore acabou sendo transformada num cocho de animais, coberto de feno.

A segunda virou um simples e pequeno barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias.

E a terceira, mesmo sonhando em ficar no alto da montanha, acabou cortada em altas vigas e colocada de lado em um depósito.

E todas as três se perguntavam desiludidas e tristes:

- Para que isso?
Mas, numa certa noite, cheia de luz e de estrelas, onde havia mil melodias no ar, uma jovem mulher colocou seu neném recém-nascido naquele cocho de animais.
E de repente, a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo!

A segunda árvore, anos mais tarde, acabou transportando um homem que acabou dormindo no barco, mas
quando a tempestade quase afundou o pequeno barco, o homem se levantou e disse: "PAZ"!
E num relance, a segunda árvore entendeu que estava carregando o rei dos céus e da terra.

Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela. Logo, sentiu-se horrível e cruel.
Mas logo no Domingo, o mundo vibrou de alegria e a terceira árvore entendeu que nela havia sido pregado um homem para salvação da humanidade, e que as pessoas sempre se lembrariam de Deus e de seu filho Jesus Cristo ao olharem para ela.

As árvores haviam tido sonhos...
Mas as suas realizações foram mil vezes melhores e mais sábias do que haviam imaginado.
Temos os nossos sonhos e nossos planos que, por vezes, não coincidem com os planos que Deus tem para nós; e, quase sempre, somos surpreendidos com a sua generosidade e misericórdia.
É importante compreendermos que tudo vem de Deus, acreditarmos, termos fé, pois Ele sabe muito bem o que é melhor para cada um de nós...

sexta-feira, 22 de abril de 2011


Estamos no feriado da semana santa,tempo que engloba a prisão e o martirio de Jesus, o castigo perante Anais, Caifaz e Pilatos, a via crusses a crucificação e a ressurreição de Jesus a 2000 anos atrás, acontecimentos que marcaram toda a história mundial e que ao longo do tempo para muitos tem perdido o sentido real e não tem passado de um feriado prolongado e o dia de comer chocolate.
Vendo essa imagem que retirei do blog:  http://www.genizahvirtual.com, que traz uma bela matéria feita pelo Pr. Carlos Moreira, deixou a questão "Coelhinho da Pascoa o que fizeste por mim?", queridos tem muita gente invertendo os valores, deixando de dar honra a quem merece, honra, glória e louvor, voltando a atenção de uma forma total ao consumismo e a glutonaria deixando de lado a mensagem deixada por Jesus, Certo poeta declarou, "a manjedoura em que ele nasceu, não era dele, era emprestada, o jumentinho no qual entrou em Jerusalém, não era dele, era emprestado, a sepultura no qual foi depositado, não era dele era emprestada...mas a cruz que ele levou, não era dele, era minha, era tua, era a cruz de Barrabás", e tudo que Ele fez foi por amor, e essa é a verdadeira mensagem da Pascoa o amor de Deus para com os homens
 "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".(João 3:16)
O amor que superou todos os limites para nos garantir a vida eterno o sacrificio expiatório, que "rasgou toda cedula de acusação que era contra nós" (Cl 2:14), pagando pelos nosos pecados e lançando os no mar do esquecimento, é tempo queridos de lembrar quão grande amor e amelhor forma de fazermos isso é anunciando o Evangelho, as boas novas de salvação, chocolate é bom é gostoso, mais não foi o coelinho da Pascoa que morreu na cruz do calvario, foi Jesus Cristo, que a mensagem de salvação nunca apague de sua vida pois JESUS não morreu para entrar na história como mártir, JESUS não morreu para ser santo em altares religiosos, JESUS não morreu para ser herói, JESUS morreu para nos dar salvação!
FELIZ PASCOA
QUE DEUS OS ABENÇOE!

QUE ATITUDES TOMAR DIANTE DAS ADVERSIDADES:

O livro de Êxodo nos conta a história do povo de Israel, do cativeiro a libertação, passando pelo deserto, com destino a terra prometida, uma caminhada de aprendizagem em meio as pelejas, sofrimento e dores.

No capitulo 14 o povo está diante um grande desafio haviam saído do Egito e agora estão diante ao mar vermelho, a direita e a sua esquerda cercados por montanhas, vindo ao seu encalço faraó e seus cavalarianos com sede de vingança, querendo destruir o povo que acabara de sair do Egito, Faraó não queria perder seus escravos, o Egito não queria larga-los, o Inimigo não quer te perder o mundo não quer larga-lo. Então o que fazer diante tão grande desafio,

QUE ATITUDE TOMAR DIANTE DA ADVERSIDADE:

1) CONFIAR NO SENHOR: Quando estamos diante de dificuldades, a nossa natureza leva-nos a duvidarmos da providência de Deus em nossas vidas, aquele povo havia sido tirado com braços fortes do Egito mesmo assim, o medo da morte roubou-lhes a confiança em Deus, o medo rouba nossa confiança e tira a paz. Independente do que você esteja passando confie no Senhor, pois Ele é poderoso para dar-te a vitória, o Salmista no Salmo 125 diz: "Os que confiam no Senhor são como os montes de Sião que não  se abalam mais permanecem para sempre", confiança é o primeiro passo.

2) NÃO MURMURAR: Diante das dificuldades precisamos vigiar nossa língua para não pecarmos, aquele povo pereceu no deserto por tanto reclamar, “tirou-nos do Egito para perecermos no deserto”, os milagres que Deus fez no Egito não foram suficientes para que aquele povo acreditasse em Deus e o próprio Deus dá a dica para que fiquem em silencio, “(Êxodo 14:14) - O SENHOR pelejará por vós, e vós vos calareis”. Amados tem hora que temos de calarmos e esperar a ação de Deus, não perca sua bênção por murmuração, o capitulo 3 de Tiago alerta-nos sobre o poder que a na língua.

3) SEGUIR EM FRENTE: Tem hora pra tudo e se tem algo que o Cristão não pode fazer em tempo de adversidades é parar, pois a intenção do nosso inimigo é essa que venhamos a parar em meio a nossa caminhada, em meio aos nossos projetos ele quer impedir os nossos sonhos, gosto daquela figura da garça tentando engolir o sapo e o sapo segurando ela pelo pescoço, lutando por sua vida, e a frase NUNCA DESISTA, e é assim tem de ser NUNCA DESISTIR, encarar o problema de frente para alcançar a vitória, tem momentos que precisamos fazer como Sama, pegar a nossa espada, nos colocarmos diante do nosso campo de lentilha e esperarmos o grande livramento que Deus vai operar.

4) USAR OS RECURSOS QUE DEUS NOS DA: Diante daquele mar Moisés recebe uma ordem estende o bordão sobre o mar e divide-o, Deus manda que Moisés use o símbolo de sua autoridade, o bordão que foi dado a ele quando foi chamado para libertar Israel, Deus quando nos chamou também nos deu autoridade, você tem autoridade para profetizar em meio a adversidade que você esta passando e o poder de Deus mudar o quadro escrevendo uma nova história, PROFETIZAR É O NOSSO RECURSO DADO POR DEUS, de uma coisa tenho certeza absoluta se o mar não se abrisse aquele povo andaria por sobre as águas.

5) ESTAR FIRME NA HORA DO VENTO: Quando Ezequiel profetizou veio um vento unindo os ossos, Pedro quando andava sobre as águas veio um vento ele temeu e acabou afundando, Moisés estendeu o bordão veio um forte vento oriental que dividiu as águas, o vento não durou dez minutos, não durou uma hora, o vento durou a noite inteira, não importa o tempo que dure o vento sei que depois dele, o mar vai se abrir, Aleluia! O  Salmista diz "Que o choro pode durar uma noite mais a alegria vem ao amanhecer"

6) CANTAR O HINO DA VITÓRIA: Fazer como Miriã testemunhar da grande vitória alcançada, a ação poderosa de Deus em meio a adversidade dando a vitória, abrindo o mar e fazendo-o atravessa-lo.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

PASCOA

A Páscoa e os Pinheiros

Os pinheiros sabem quando é a Páscoa

Semanas antes de Páscoa, os pinheiros iniciam uma nova fase de brotação.
Aproximadamente nas duas semanas que antecedem a Páscoa, na ponta de seus galhos, surgem rebentos amarelos apontando para o céu.
Com a aproximação do domingo de Páscoa, esse rebento amarelo brota, se ramifica e forma uma cruz.
Até que o domingo de Páscoa a maioria dos pinheiros se revestem as pontas de seus ramos de pequenas cruzes amarelas.
Observe os pinheiros nesta Páscoa!
Se o dia estiver ensolarado, os ramos mais altos brilharão como filas de minúsculas cruzes douradas!
Tão esplendoroso é o espetáculo que não dá para acreditar naquilo que os nossos olhos vêem e...
Só é possível exclamar:

"Oh, Senhor, quão bela é a Tua arte!"

A VERDADEIRA PAZ

Certa vez um rei encomendou a dois famosos pintores um quadro cuja temática fosse a paz. Além de garantir que iria comprar os dois quadros, o rei anunciou que daria um extra para o artista que melhor retratasse a paz.
No tempo marcado, eles trouxeram suas pinturas.
O primeiro retratava um lago sereno, espelhando altas e pacíficas montanhas à sua volta, encimado por um céu azul com nuvens brancas como algodão.
Todos os que viram este quadro acharam que ele era um perfeito retrato da paz.
O outro quadro também tinha montanhas. Mas eram escarpadas e calvas. O céu, ameaçador, derramava chuva e relâmpagos. Da encosta da montanha caía uma cachoeira espumante. Não parecia nada pacífica.
Mas o rei, experimentado nas artes, olhou com vagar e viu ao lado da cachoeira um pequeno ninho numa fenda da rocha. Mamãe pássaro e seu filhote repousando em segurança.
O rei escolheu a segunda. Sabe por que?
- Porque paz, explicou o rei, não significa estar num lugar onde não há barulho ou problemas. Paz é um estado de espírito. É a capacidade de estar no meio disso tudo e ainda manter a calma do coração.

Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; eu não vo-la dou como o mundo a dá.
João 14.27

FONTE: SITE DO PASTOR

O SACRIFICIO DE CRISTO

O profeta Isaías já foi chamado apóstolo do Antigo Testamento e seu livro profético denominado de evangelho do Antigo Testamento, isto por causa da forte característica evangélica, messiânica que possui.
Estas palavras, "quem creu na nossa pregação?" é um dilema evangelístico, o profeta questiona quem acreditou na mensagem, quem conheceu o plano do Senhor? Milhões de pessoas ouvem vezes após vezes a mensagem da cruz, assistem filmes sobre a morte de Jesus, porém pouco compreendem perfeitamente o significado de tudo aquilo.
Uma vez sintonizando uma rádio evangélica, ouvi um locutor anunciar enfaticamente: "Foi descoberta a causa morte de JESUS". Ual! Logo sintonizei aquela emissora para conferir os detalhes. Quando o assunto voltou, foi noticiado: "a causa morte de Jesus foi insuficiência cardio respiratória". Confesso que eu não sabia se chorava ou ria! Dramático! Depois de 2000 anos de história só agora descobrem isso!
Realmente todo crucificado tinha uma crise cardíaca respiratória, mas a causa da morte de JESUS envolvia muito mais que suas razões físicas e biológicas, e é isso que poucos querem ver. Nesta mensagem DEUS nos levará a ver as causas mais profundas da morte de JESUS! Que o Espírito Santo revele ao seu coração porque JESUS morreu!

Vejamos os aspectos mais profundos que envolviam a morte de JESUS.

I SACRIFÍCIO DE CRISTO É INIGUALÁVEL (Lm 1.12)
"Não vos comove isto a todos vós que passais pelo caminho? Atendei e vede se há dor igual a minha dor, que veio sobre mim, com que o Senhor me afligiu, no dia do furor da sua ira".

1. Ninguém sofreu dor igual a que Jesus sofreu. Nenhum mártir da terra, entre os homens teve dor tão intensa e sofrimento tão profundo.
2. O sofrimento foi físico - Jesus sofreu um dos piores castigos que um homem pode sofrer, a flagelação romana. Erroneamente alguns declaram que Jesus levou um quarentena de açoites, porém a bíblia declara que Jesus foi castigo pelos romanos para a crucificação e o castigo era a falgelação: ser açoitado por um azorrague (chicote com tiras de couro em cujas extremidades haviam pedaços de metal ou ossos de carneiro) até desfalecer de dor. A crucificação era tão hedionda que nenhum cidadão romano poderia sequer pronunciar este nome, quanto mais sofrer esta condenação, mas o aplicaram a JESUS.
3. O sofrimento foi emocional - Ver as pessoas que Ele ama e por quem veio ao mundo para salvar, aplicando-lhe tanta dor, crueldade que não foi plantada no homem por Ele. Ver seus discípulos dispersos, sua mãe chorando ao pé da cruz, os espectadores da crucificação zombando, tudo isso lhe fez sofrer o coração.
4. O sofrimento foi espiritual - além de sofrer no corpo, nas emoções, JESUS sofreu espiritualmente, porque tomando sobre si os pecados da humanidade, JESUS sentiu a separação espiritual que o pecado causa (Is 59.1,2), além dos ataques demoníacos que usavam das pessoas ao pé da cruz! Foi uma guerra travada só e profundamente ferido!

II O SACRIFÍCIO DE CRISTO É EXPIATÓRIO (Rm 4.25)

"o qual foi entregue por causa das nossas [transgressões], e ressuscitado para a nossa justificação".

1. Expiatório significa "para pagar pecados", e este é o sentido do sacrifício de Cristo.
2. JESUS não morreu para entrar na história como mártir, JESUS não morreu para ser santo em altares religiosos, JESUS não morreu para ser herói, JESUS morreu para nos dar salvação!
3. JESUS pagou a nossa dívida espiritual que parecia eterna (Cl 2.14), cravando-a na cruz! Este texto nos mostra o costume de vendas de escravos da época, assim éramos escravos do pecado, mas JESUS pagou o nosso preço de redenção e libertação!
III - O SACRIFÍCIO DE CRISTO É SUBSTITUTIVO (Gl 3.13)
"Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro".
1. Certo poeta declarou, "a manjedoura em que ele nasceu, não era dele, era emprestada, o jumentinho no qual entrou em Jerusalém, não era dele, era emprestado, a sepultura no qual foi depositado, não era dele era emprestada...mas a cruz que ele levou, não era dele, era minha, era tua, era a cruz de Barrabás".
2. O sacrifício de Jesus não era para Ele, na verdade Ele carregou as nossas dores e castigos sobre si, assim como um guarda costa se coloca entre seu protegido e o tiro disparado, Jesus foi atingido para nos dar vida!
3. Ele chorou que para que sorrísemos, Ele sofru para nos dar felixidade, Ele morreu para nos dar a vida (Jo 10.10)

IV - O SACRIFÍCIO DE CRISTO É PERFEITO (Hb 7.25)

"Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, porquanto vive sempre para interceder por eles".
1. Este texto bíblico nos mostra que não há necessidade do homem fazer nada para completar, aperfeiçoar a sua salvação! Não é preciso esmolas, promessas, sacrifícios pessoais...O que Cristo fez é suficiente para salvar!
2. Não há pecado ou situação que Jesus não possa mudar, transformar. Seu sacrificio pode perdoar qualquer pecado e transformar o mais terrível pecador!

V - O SACRIFÍCIO DE CRISTO É ACCESSÍVEL (Jo 3.16)
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".

1. O sacrifício de Cristo não está ao alcance apenas de religiosos, éticos...mas ao alcance de todo aquele que crer!
2. Uma vez uma mulher evangelizava quando um homem zombando do evangelho, dizia "céu não é pra comedor de feijão e farinha". Respondi aquele homem..."senhor, o céu não é para comedor de carniças, os urubus, nem para comedor de capins, os burros...céu é para todo comedor de feijão e farinha que NELE crer não pereça mas tenha vida eterna!

terça-feira, 19 de abril de 2011

É BRINCADEIRA

de Luiz Fernando Veríssimo
Começou como uma brincadeira. Telefonou para um conhecido e disse:
- Eu sei de tudo.
Depois de um silêncio, o outro disse:
- Como é que você soube?
- Não interessa. Sei de tudo.
- Me faz um favor. Não espalha.
- Vou pensar.
- Por amor de Deus.
- Está bem. Mas olhe lá, hein?
Descobriu que tinha poder sobre as pessoas.
- Sei de tudo.
- Co-como?
- Sei de tudo.
- Tudo o quê?
- Você sabe.
- Mas é impossível. Como é que você descobriu?

A reação das pessoas variava. Algumas perguntavam em seguida:
- Alguém mais sabe?
Outras se tornavam agressivas:
- Está bem, você sabe. E daí?
- Daí nada. Só queria que você soubesse que eu sei.
- Se você contar para alguém, eu...
- Depende de você.
- De mim, como?
- Se você andar na linha, eu não conto.
- Certo.
Uma vez, parecia ter encontrado um inocente.
- Eu sei de tudo.
- Tudo o quê?
- Você sabe.
- Não sei. O que é que você sabe?
- Não se faça de inocente.
- Mas eu realmente não sei.
- Vem com essa.
- Você não sabe de nada.
- Ah, quer dizer que existe alguma coisa para saber, mas eu é que não sei o que é?
- Não existe nada.
- Olha que eu vou espalhar...
- Pode espalhar que é mentira.
- Como é que você sabe o que eu vou espalhar?
- Qualquer coisa que você espalhar será mentira.
- Está bem. Vou espalhar.
Mas dali a pouco veio um telefonema.
- Escute. Estive pensando melhor. Não espalha nada sobre aquilo,
- Aquilo o quê?
- Você sabe.

Passou a ser temido e respeitado. Volta e meia alguém se aproximava dele e sussurrava:
- Você contou para alguém?
- Ainda não.
- Puxa. Obrigado.

Com o tempo, ganhou reputação. Era de confiança. Um dia, foi procurado por um amigo com uma oferta de emprego. O salário era enorme.
- Por que eu? - quis saber.
- A posição é de muita responsabilidade - disse o amigo. Recomendei você.
- Por quê?
- Pela sua discrição.

Subiu na vida. Dele se dizia que sabia tudo sobre todos, mas nunca abria a boca para falar de ninguém. Além de bem informado, um gentleman. Até que recebeu um telefonema. Uma voz misteriosa que disse:
- Sei de tudo.
- Co-como?
- Sei de tudo.
- Tudo o quê?
- Você sabe.

Resolveu desaparecer. Mudou-se de cidade. Os amigos estranharam o seu desaparecimento repentino. Investigaram. O que ele estaria tramando? Finalmente foi descoberto numa praia remota. Os vizinhos contam que uma noite vieram muitos carros e cercaram a casa. Várias pessoas entraram na casa. Ouviram-se gritos. Os vizinhos contam que a voz que mais se ouvia era a dele, gritando:
- Era brincadeira! Era brincadeira!
Foi descoberto de manhã, assassinado. O crime nunca foi desvendado. Mas as pessoas que o conheciam não têm dúvidas sobre o motivo:

Sabia demais.


Como o louco que atira tições, flechas, e morte, assim é o homem que engana o seu próximo, e diz: Fiz isso por brincadeira.
Provérvios 26.18-19
 

segunda-feira, 18 de abril de 2011

A ALIANÇA



Ele estava voltando para casa como fazia, com fidelidade rotineira, todos os dias à mesma hora.

Furou-lhe um pneu. Com dificuldade ele encostou o carro no meio-fio e preparou-se para a batalha contra o macaco. Conseguiu fazer o macaco funcionar, ergueu o carro, trocou o pneu e já estava fechando o porta-malas quando a sua aliança escorregou pelo dedo sujo de óleo e caiu no chão.

Ele deu um passo para pegar a aliança do asfalto, mas sem querer a chutou. A aliança bateu na roda de um carro que passava e voou para um bueiro. Onde desapareceu diante dos seus olhos, nos quais ele custou a acreditar. Limpou as mãos o melhor que pôde, entrou no carro e seguiu para casa.

Começou a pensar no que diria para a mulher. Imaginou a cena. Ele entrando em casa e respondendo às perguntas da mulher antes de ela fazê-las.
- Você não sabe o que me aconteceu!
- O quê?
- Uma coisa incrível.
- O quê?
- Contando ninguém acredita.
- Conta!
- Você não nota nada de diferente em mim? Não está faltando nada?
- Não.
- Olhe...
E ele mostraria o dedo da aliança, sem a aliança.
- O que aconteceu?
E ele contaria. Tudo, exatamente como acontecera. O macaco. O óleo. A aliança no asfalto. O chute involuntário. E a aliança voando para o bueiro e desaparecendo.
- Que coisa - diria a mulher, calmamente.
- Não é difícil de acreditar?
- Não. É perfeitamente possível.
- Pois é. Eu...
- SEU CRETINO!
- Meu bem...
- Está me achando com cara de boba? De palhaça? Eu sei o que aconteceu com essa aliança. Você tirou do dedo para namorar. É ou não é? Para fazer um programa. Chega em casa a esta hora e ainda tem a cara-de-pau de inventar uma história em que só um imbecil acreditaria.
- Mas, meu bem...
- Eu sei onde está essa aliança. Perdida no tapete felpudo de algum motel. Dentro do ralo de alguma banheira redonda. Seu sem vergonha!
E ela sairia de casa, com as crianças, sem querer ouvir explicações.

Ele chegou em casa sem dizer nada. Por que o atraso? Muito trânsito. Por que essa cara? Nada, nada. E, finalmente:
- Que fim levou a sua aliança? E ele disse:
- Tirei para namorar. Para fazer um programa. E perdi no motel. Pronto. Não tenho desculpas. Se você quiser encerrar nosso casamento agora, eu compreenderei.
Ela fez cara de choro. Depois correu para o quarto e bateu com a porta. Dez minutos depois reapareceu. Disse que aquilo significava uma crise no casamento deles, mas que eles, com bom-senso, a venceriam.
- O mais importante é que você não mentiu pra mim.

E foi tratar do jantar.


Alienam-se os ímpios desde a madre;
andam errados desde que nasceram,
proferindo mentiras.

Salmo 58.3
 A ALIANÇA
de Luiz Fernando Veríssimo

Fonte: As mentiras que os homens contam.
Editora Objetiva - www.objetiva.com.br

Barrabas e Liberdade


Aconteceu depressa demais. Num minuto Barrabás estava na cela da morte, com os pés batendo na parede, e no seguinte foi solto; piscando os olhos por causa do sol brilhante.
"Você está livre."
Barrabás coçou a barba. "O quê?"
"Você está livre. Eles ficaram com o Nazareno em seu lugar."
Barrabás tem sido muitas vezes comparado com a humanidade e isso é certo. De muitas maneiras ele nos representa: um prisioneiro libertado porque alguém que jamais vira tomou o seu lugar.
Penso porém que Barrabás era provavelmente mais esperto que nós em um aspecto.
Quanto sabemos, ele aceitou sua repentina liberdade pelo que era, um presente não merecido. Alguém lhe atirou um salva-vidas e ele agarrou-o, sem perguntas. Não é possível imaginá-lo usando alguns de nossos truques. Nós recebemos nosso presente gratuito e tentamos ganhá-lo, diagnosticá-lo, ou pagar por ele, em vez de dizer simplesmente "obrigado" e aceitá-lo.
Por mais irônico que pareça, uma das coisas mais difíceis é ser salvo pela graça. Há alguma coisa em nós que reage negativamente ao dom gracioso de Deus. Temos uma compulsão estranha que nos leva a criar leis, sistemas, regulamentos, para nos tornar "dignos" de nosso dom.
Por que agimos assim? A única razão em que posso pensar é o orgulho. Aceitar a graça significa aceitar a sua necessidade e a maioria das pessoas não gosta disso. Aceitar a graça também significa que o indivíduo compreende o seu desespero e quase ninguém aprecia isso também.
Barrabás, porém, foi mais sabido. Perdido para sempre na cela da morte, ele não recuou ao ver-se libertado. Ele talvez não compreendesse a misericórdia e certamente não a merecia, mas não a recusou. Devemos procurar entender que nossa dificuldade não é muito diferente da de Barrabás. Nós também somos prisioneiros sem possibilidade de apelação. Mas porque alguns preferem continuar presos quando a porta da cela foi aberta é um mistério que vale a pena ser estudado.

Max Lucado  Rostos na Multidão.

sábado, 16 de abril de 2011

Uma Flor Rara


Era uma vez uma jovem, que tinha tudo, um marido maravilhoso, filhos perfeitos, um ótimo emprego, uma família unida.
O estranho é que ela não conseguia conciliar tudo isso, o trabalho e os afazeres lhe ocupavam todo o tempo.
Se o trabalho lhe consumia muito tempo, ela tirava dos filhos, se surgiam problemas, ela deixava de lado o marido... E assim, as pessoas que ela amava eram sempre deixadas para depois.
Até que um dia, seu pai lhe deu um presente: Uma flor caríssima e raríssima, da qual só havia um exemplar em todo o mundo.
E disse à ela: Filha, esta flor vai te ajudar muito mais do que você imagina! Você terá apenas que regá-la e podá-la de vez em quando, e as vezes conversar um pouquinho com ela, e ela te dará em troca esse perfume maravilhoso e essas lindas flores.
Mas o tempo foi passando, os problemas surgiam, o trabalho consumia todo o seu tempo e não lhe permitia cuidar da flor.
Ela chegava em casa, olhava a flor e as flores ainda estavam lá, não mostravam sinal de fraqueza ou morte, apenas estavam lá lindas, perfumadas. Então ela passava direto.
Até que um dia a flor morreu. Ela chegou em casa e levou um susto! Estava completamente morta, suas raízes estavam ressecadas, suas flores caídas e suas folhas amarelas.
Ela chorou muito, e contou a seu pai o que havia acontecido.
Seu pai então respondeu: Filha! eu não posso te dar outra flor, porque não existe outra igual a essa, ela era unica, assim como seus filhos, seu marido e sua família.
Todos são bençãos que o Senhor te deu, mas você tem que regá-los, podá-los e dar atenção a eles, pois assim como a flor, os sentimentos também morrem.
Você se acostuma a ver a flor sempre lá, sempre florida, perfumada, e se esqueceu de cuidar dela. Cuide das pessoas que você ama!

E você? Tem cuidado das bençãos que Deus tem te dado? Lembre-se sempre da flor, pois como ela , são bençãos do Senhor. Ele nos dá, mas nós é que temos que cuidar.

Autor Desconhecido

VOCÊ SABE ONDE DEVE ESTAR

Don Wilkerson conta que, quando com dez anos, ele e um amigo estavam jogando futebol na rua em frente de sua casa. Era de noitinha e em dado momento sua mãe apareceu dizendo: - Está na hora de entrar e arrumar-se para ir à igreja.
Mas ele simplesmente a ignorou e continuou jogando. Por fim, disse à sua mãe: - Hoje eu não vou.
A mãe ficou parada, encarou o menino e falou: - Bem, você sabe onde deve estar.
E tendo falado isto, entrou. Seus pais o haviam permitido praticar esporte, mas ensinavam e exigiam que a igreja viesse em primeiro lugar. Ainda assim ele foi assistir um jogo de futebol da escola, mas não conseguiu se divertir, pois sua consciência "latejava" feito um luz vermelha piscando. A voz de sua mãe ficava se repetindo em seu pensamento:  - Bem, você sabe onde deve estar.
Acabou saindo do jogo e foi para a igreja. Imediatamente a irritante luzinha vermelha de sinalização da consciência apagou-se e ele voltou a se sentir bem outra vez. Agora sabia onde estava: Estava no centro da vontade de Deus!

Don Wilkerson:
Diretor Executivo do Global Teen Challenge. Co-Fundador do ministério Desafio Jovem, juntamente com seu irmão David Wilkerson - autor do Best-Seller "A Cruz e o Punhal". Nos seus 40 anos de ministério, Don Wilkerson é autor de muitos livros, dentre eles: "A Cruz ainda é mais forte que o punhal", "A uma jarda do inferno", "Aconselhamento pelas Escrituras" e "Chamado para o outro lado".

Buscai em primeiro lugar o reino de Deus.
Mateus 6.33
Autor: Desconhecido
Enviado pelo colaborador: Wilson B. Vasconcelos

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Tábua de Pregos

Era uma vez um garoto que tinha um temperamento muito explosivo.

Um dia ele recebeu um saco cheio de pregos e uma placa de madeira.
O pai disse a ele que martelasse um prego na tábua toda vez que perdesse a paciência com alguém.
No primeiro dia o garoto colocou 37 pregos na tábua.
Já nos dias seguintes, enquanto ele ia aprendendo a controlar sua raiva, o número de pregos martelados por dia foram diminuindo, gradativamente.
Ele descobriu que dava menos trabalho controlar sua raiva do que ter que ir todos os dias pregar diversos pregos na placa de madeira...
Finalmente chegou um dia em que o garoto não perdeu a paciência em hora alguma.
Ele falou com seu pai sobre seu sucesso e sobre como estava se sentindo melhor em não explodir com os outros.
O pai sugeriu que ele retirasse todos os pregos da tábua e que a trouxesse para ele.
O garoto então trouxe a placa de madeira, já sem os pregos, e a entregou a seu pai.
Ele disse, "Você está de parabéns, meu filho, mas de uma olhada nos buracos que os pregos deixaram na tábua, a tábua nunca mais será como antes.
Quando você diz coisas estando com raiva, suas palavras deixam marcas como essas.
Você pode enfiar uma faca em alguém e depois retirá-la.
Não importa quantas vezes você peça desculpas, a cicatriz ainda continuará lá.
Uma agressão verbal é tão ruim quanto uma agressão física.
Amigos são como jóias raras. Eles te fazem sorrir e te encorajam para alcançar o sucesso.
Eles te emprestam o ombro, compartilham dos teus momentos de alegria, e sempre querem ter seus corações abertos para você."
Eu considero você um amigo e me sinto honrado por isso, E me desculpe se eu já deixei alguma marca na sua tábua

quarta-feira, 13 de abril de 2011

NO FUNDO DO POÇO


Deus não se surpreende quando você atinge o fundo do poço, porque Ele está no poço. 
Certamente nos deparamos às vezes em nossa vida com situações nas quais nos parece não existir absolutamente nenhuma saída possível. Não há saída nem para a direita nem para a esquerda; nem para a frente, nem para trás. Doença, falta de recursos financeiros, confusão, solidão; desespero... são situações que têm o poder de nos levar ao fundo do poço.
Em tempos como esses nos tornamos muito vulneráveis, e é fácil perdermos a fé em tudo ao nosso redor, experimentando inclusive a sensação do abandono de Deus. Pois é exatamente em tais momentos que temos voltar para Aquele que tem um Poder infinito em suas mãos. A força da qual você tanto precisa, e a resposta que mais deseja estão ao seu alcance. Muito possivelmente essa experiência de fundo de poço seja algo que você tem de experimentar, para então conhecer a graça, a bondade e a misericórdia do amoroso Pai, que lhe faz companhia junto ao poço...
Se pelo menos você conseguir deixar de lado seus sentimentos de medo, ira, fraqueza e desespero, você irá se lembrar de que essa experiência de fundo de poço não é a primeira; se você olhar para trás você irá detectar a realidade da fidelidade de Deus em todos os momentos da sua vida.
Para Meditação:
Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também. Salmos 139:7,8.
AUTOR DESCONHECIDO

ENCONTRO DE MULHERES


A CONGREGAÇÃO EM MARIANA TORRES REALIZA NOS DIAS 18, 19 e 20 DE NOVEMBRO O SEGUNDO ENCONTRO DE MULHERES NO SITIO SONHO MEU, O ENCONTRO CONTARA COM A PRESENÇA DA MISSIONÁRIA KÉSIA ADRIANE (DIRETORA DO SEMINÁRIO TEOLÓGICO BETEL BRASILEIRO), COM A MISSIONÁRIA CELESTE AÍDA (QUE TEM DESENVOLVIDO UM TRABALHO MISSIONÁRIO EM VARIAS REGIÕES DO PAÍS, A SERVIÇO DA IGREJA METODISTA WESLEYANA) E A MISSIONÁRIA MIRTES ( COORDENADORA DO PROJETO COLHEITA, QUE VISA O CRESCIMENTO DENOMINACIONAL NO BRASIL, ESPOSA DO PR. OSVALDO PRESIDENTE DA UIECB), ESSE TRABALHO CONTA COM O APOIO DA AMEOVALE (ASSOCIAÇÃO MISSIONÁRIA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL PELO VALE DO PARAÍBA), APOIO ESSE CONFIRMADO NA REUNIÃO AMEOVALE DE ITATIAIA, O NUMERO DE PARTICIPANTES É LIMITADO DEVIDO AO LOCAL QUE COMPORTARÁ 150 MULHERES E JÁ ESTAMOS PRÓXIMO A ESTE NUMERO, CASO VOCE QUEIRA PARTICIPAR PROCURE A UNIÃO FEMININA DE SUA IGREJA OU ENTRE EM CONTATO FAZENDO LOGIN NO BLOG E DEIXANDO SUA MENSAGEM.

terça-feira, 12 de abril de 2011

RESSUSCITA MINISTERIO IPIRANGA

AVANÇAR SEMPRE, EM LINHA RETA

Um viajante caminhava às margens de um grande lago.
Ao ver um canoeiro preparando-se para zarpar, puxou conversa com ele e descobriu que seus destinos eram o mesmo: a outra margem do lago.
Pediu uma carona, propondo-se a ser o remador.
Entrou na canoa, pegou os remos de madeira e reparou que neles estavam esculpidas duas palavras: ACREDITAR e AGIR.
Ele nunca tinha remado antes, e rapidamente descobriu que não é tão fácil quanto parece. A canoa ficava navegando em círculos, ora para a esquerda, ora para a direita.
O dono da canoa, um idoso muito simpático, procurava não ser grosseiro, mas não podia conter o sorriso.
Por fim, já cansado, o viajante pede ajuda:
- Por favor, senhor, como é que eu faço para esta canoa ir só para frente?
O canoeiro respondeu:
- A resposta está nos remos. O Acreditar e o Agir têm que ser impulsionados ao mesmo tempo e com a mesma força.

Agora, pois, ó Israel, ouve os estatutos e os preceitos que eu vos ensino, para os observardes, a fim de que vivais, e entreis a possuais a terra que o Senhor Deus de vossos pais vos dá.
Deuteronômio 4.1

Autor: Desconhecido

A PRINCESA ESQUECIDA

Era uma vez uma princesa muito bela e sensível, que apesar de ter vários pretendentes, nenhum a pedia em casamento, porque ela tinha um problema: era esquecida.
No entanto, não era de tudo que ela se esquecia. Na verdade, ela se esquecia de apenas uma coisa: que havia se apaixonado no dia anterior.
Isso obrigava os rapazes a ter que reconquistá-la todos os dias.
Apesar desta tarefa não ser muito difícil (pois ela se apaixonava com facilidade), eles tinham medo.
Finalmente, apareceu um pretendente muito determinado, e se casou com ela.
Quando eles fizeram cinco anos de casamento, o rei fez uma grande festa e, ao ver sua filha feliz e radiante, mais linda do que nunca, perguntou ao rapaz:
- Aquele problema da minha filha... bem, vocês estão conseguindo superar? Não tem atrapalhado o casamento de vocês?
- Não, meu rei, ao contrário. Ter que reconquistá-la todos os dias não é um problema, é uma benção. É a força do nosso casamento.

Maridos, vivei com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais frágil.
I Pedro 3.7

Autoria: Pr Ronaldo Alves Franco



 

domingo, 10 de abril de 2011

PEDIDO DE DEMISSÃO


Venho, por meio desta, apresentar oficialmente meu pedido de demissão da categoria de adultos.

Resolvi que quero voltar a ser criança. Quero acreditar que tudo é possível. Quero que as complexidades da vida passem despercebidas por mim, e quero voltar a ficar encantado com as pequenas maravilhas deste mundo.

Quero de volta uma vida simples e sem complicações. Estou cansado de dias cheios de computadores que falham, montanhas de papelada, notícias deprimentes, contas a pagar, fofocas, doenças, e necessidade de atribuir um valor monetário a tudo o que existe. 

Quero voltar a acreditar no poder dos sorrisos, dos abraços, dos agrados, das palavras gentis, da verdade, da justiça, da paz, dos sonhos, da imaginação, dos castelos no ar e na areia. E o que é mais importante: quero estar convencido de que tudo isso vale muito mais do que o dinheiro!
Quando vocês também se cansarem desta vida tão complicada, façam o mesmo. Eu estarei esperando por vocês.

Vamos brincar?




Disse Jesus:
Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.

Mateus 18.3

DÁ NÃO, SENHOR


Um sujeito colocou seu sítio à venda.
Logo no primeiro dia apareceu um interessado.
- Bom dia, estou em busca de uma área para plantio, como é terra daqui, dá milho, feijão? Perguntou-lhe o visitante.
- Dá não, senhor,
respondeu o proprietário.
- E mandioca?
- Dá não, senhor.
- Nem mandioca? Espantou-se o homem.
- Dá não, senhor.
O interessado não era um expert em solo, mas conhecia um pouco do assunto, olhou a terra ao seu redor e pareceu-lhe terra boa. Coçou a cabeça, como que para lhe ajudar a entender o caso, e fez a pergunta derradeira:
- E se plantar?
- Ah... moço, daí é uma maravilha. Daí dá de tudo. Dá batata, milho, feijão, inté mandioca. 

Aquele que semeia pouco,
pouco também ceifará;
e aquele que semeia em abundância,
em abundância também ceifará.

II Coríntios 9.6

sábado, 9 de abril de 2011

Coisas que Deus aborrece

"... testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia contendas entre irmãos." 

Provérbios 6:19



Testemunha falsa que profere mentiras

Duas vezes nessa lista de sete itens, Deus inclui a mentira. Não podemos exagerar a gravidade desse pecado. Deus é verdade, e a mentira não vem dele (João 8:44). Mentiras não são brincadeiras. Temos que aprender falar a verdade sempre e exclusivamente (Efésios 4:25).

O que semeia contendas entre irmãos


Mais uma vez, encontramos nessa lista um pecado que envolve, principalmente, o uso errado da língua. Contendas são obras de maldizentes. "Sem lenha, o fogo se apaga; e, não havendo maldizente, cessa a contenda" (Provérbios 26:20). Há, infelizmente, pessoas neste mundo que se ocupam falando mal dos outros e semeando contendas. Deus detesta tal comportamento. Em Romanos 1:29, ele inclui contendas entre os piores dos pecados.
A soberba é uma das fontes das contendas que dividem irmãos. Provérbios 13:10 diz: "Da soberba só resulta a contenda, mas com os que se aconselham se acha a sabedoria." Provérbios 17:19 afirma o mesmo fato: "O que ama a contenda ama o pecado; o que faz alta a sua porta facilita a própria queda."
Contendas são fáceis a começar e difíceis a terminar. Como um pequeno buraco numa barragem facilmente sai do controle da pessoa que o fez, uma pequena contenda cresce de tal maneira que ninguém consegue freá-la. "Como o abrir_se da represa, assim é o começo da contenda; desiste, pois, antes que haja rixas" (Provérbios 17:14). A melhor maneira de resolver uma briga é não começá-la.

Conclusão


Durante mais de 20 anos de casamento, eu tenho aprendido uma coisa importante: quando amamos uma pessoa, procuramos evitar as coisas que ela não gosta. Quando Deus diz que detesta essas sete coisas, está dizendo que as pessoas que o amam farão tudo para tirar todos esses pecados da própria vida. Que Deus nos ajude a viver livre das coisas que ele abomina.

Dennis Allan

http://www.estudosdabiblia.net/