sexta-feira, 3 de setembro de 2010

MACACO

Um homem que tempos atrás encontrara-se com um amigo, que se queixara muito da vida, pois tinha acabado de ser abandonado pela mulher e estava indo mal nos negócios, dizendo viver um verdadeiro inferno, um certo dia encontra-se com esse mesmo amigo, que aparenta estar completamente curado: o desespero cedeu lugar a felicidade. Ante a surpresa deste amigo com tão radical mudança, revelou-lhe que sua vida tinha dado uma guinada de 180 graus e estava uma verdadeira maravilha, tudo por conta de uma macaquinho que comprara. Disse ele ao amigo: _ Minha vida é uma maravilha, e tudo por causa de uma macaquinho que comprei. Imagine você que de manhã quem me acorda é o macaquinho, carinhosamente e com muitas brincadeiras, enquanto estou no banho o macaquinho me prepara um baita de um café, abre o jornal na parte em que eu gosto de ler, e vou trabalhar feliz da vida; enquanto estou no trabalho o macaquinho arruma a casa, lava e passa minhas roupas e prepara um belo almoço; quando eu retorno a noite o macaquinho já preparou um delicioso jantar. Ele muito bem relacionado no prédio e toda noite o meu apartamento está cheio de lindas mulheres. O amigo ficou maravilhado: - Que vida! Que vida! Dizia com empolgação. Tempos depois esse mesmo amigo procura pelo dono do macaquinho, queixando-se de sua própria vida. Era ele agora que havia sido abandonado pela mulher e estava vivendo um inferno em sua vida. Então pediu ao amigo do dono do macaquinho: Me faz um favor amigão, me empresta o macaquinho... - Você está louco, emprestar meu macaquinho, o responsável pela espetacular mudança da minha vida, por toda minha felicidade... - Me empresta vai... estou precisando... - Me aluga então vai... - Que alugar que nada... pode esquecer... - Me venda então o macaquinho... eu pago! - Vender por quanto homem?... Meu macaquinho não tem preço... - Você sabe eu sou muito rico... eu pago qualquer coisa...pago até US$ 1 milhão pelo macaquinho... O dono do macaquinho fica por um instante em silêncio, parecendo relutar em vender o macaquinho, até que diz ao amigo: - Olha ... não é pelo dinheiro não... mas agora eu percebi que você está mesmo desesperado e só o meu macaquinho para salvá-lo... eu vou aceitar o dinheiro mas esteja certo que só uma grande amizade me faz vender meu querido macaquinho a você! Dois dias depois o amigo liga indignado: Seu ordinário, você me enganou, o macaquinho não faz nada daquilo que você falou... ele só sabe quebrar as copisas dentro de casa e ficar fazendo cocô pelos cantos... esse macaquinho é uma fraude, uma porcaria. Ao que respondeu o amigo: Olha amigo... tome cuidado... se continuar falando mal assim dele você não vai conseguir vender o macaquinho... O mundo tem vendido macaquinhos como estes. Tudo que é oferecido pelo mundo tem uma boa aparência mas, depois que nos envolvemos a realidade é outra, aí já é tarde