sexta-feira, 14 de maio de 2010

A Família

"Paz tenhas, e que a tua casa tenha paz, e que tudo o que tens tenha paz." I Samuel 25:6 Para se ter uma família abençoada e feliz, necessariamente é preciso ter um lar que dê condições para isso. O lar não é apenas uma casa, alguém pode não ter uma casa própria, e ter um lar abençoado por Deus onde reina o amor. Para que haja uma família feliz são necessárias, pelo menos, as seguintes condições no lar: HARMONIA:Só há harmonia quando pai, mãe e filhos vivem em união. AMOR: Havendo amor, todos os conflitos são plenamente resolvidos, o verdadeiro amor é uma força viva e dinâmica. Jesus disse: "Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós..." (João 13:34). Veja outros versículos: "Vós maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela" (Efésios 5:25). "Para que ensinem as mulheres novas a amarem aos seus maridos e filhos, e a serem moderadas, castas, boas donas de casa, bondosas, submissas a seus maridos, para que a palavra de Deus não seja blasfemada" (Tito 2:4). O amor é um elo forte de sustentação da família, pois o que ama "tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta" (I Coríntios 13:7). Só podem viver unidos os que se amam. AJUDA MÚTUA: A vida tornou-se uma constante luta por causa do pecado, e as pessoas precisam de pontos de apoio para serem vencedoras. A família, é a base desse apoio, para todas as áreas da vida, tanto espiritual, moral, emocional, profissional, etc. PRESENÇA DE DEUS: O Lar de uma família cristã deve ser um ambiente propicio à presença de Deus. É maravilhoso sentir que o Senhor habita em nosso lar. PERDÃO: É uma ferramenta fundamental para ajudar na solução de conflitos familiares, tão importante que Deus só nos perdoa se perdoarmos a quem nos ofende: "Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós" (Mateus 6:14). Se somos os ofensores, devemos pedir perdão, se somos ofendidos devemos perdoar: "Suportando-vos e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro, assim como o Senhor vos perdoou, assim fazei vós também" (Colossenses 3:11-13). Deus esquece nossos pecados e ofensas: "Eu sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro" (Isaías 43:25), e nós também precisamos saber esquecer. Não há receita para solucionar problemas familiares, mas existem conselhos Bíblicos para uma família mais feliz, sempre orando a Deus, vigiando os sentimentos emocionais e principalmente domando a língua. AOS FILHOS: A Palavra de Deus recomenda ser obediente aos pais, e honrá-los para que tenha uma vida boa e longa, veja: "Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa), para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra" (Efésios 6:1-3) "Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá" (Êxodo 20:5). Os filhos devem também lembrar-se do seu Criador: "Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos em que dirás: Não tenho neles prazer" (Eclesiastes 12:1). AOS PAIS: O conselho é que crie seus filhos com amor e na doutrina do Senhor: "E vós, pais, não provoqueis á ira vossos filhos, mas criai-os na disciplina e admoestação do Senhor" (Efésios 6:4). Que amem seus filhos não somente de palavras, mas de gesto, como um abraço sincero, um beijo paternal, o braço sobre o ombro, tudo isso valem mais do que grandes somas de dinheiro. Dizer ao filho: "Eu amo você", "gosto muito de você", "sou grato a Deus por você existir", são expressões que produzem uma elevada dose de motivação e estímulo. Também os pais devem dar bom exemplo aos filhos, pois quando não vivem em paz, amor e harmonia, causam-lhes má impressão, insegurança e desilusões. AOS MARIDOS: Que amem a sua mulher como a si mesmo, da mesma forma que Cristo amou a sua igreja e se entregou por ela, veja: "Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela. Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. Todavia também vós, cada um em particular ame a sua própria mulher como a si mesmo" (Efésios 5:25,28;33). ÀS MULHERES: Que sejam sujeitas ao seu marido, como ao Senhor, sabendo que somente a mulher sábia edifica e mantem a sua casa. A mulher é o termômetro do lar, se estiver bem, contagiará a todos com a sua alegria, se estiver desequilibrada, perderá o controle e harmonia do seu lar. "Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor" (Efésios 5:22); "Semelhantemente vós, mulheres, sede submissas a vossos maridos; para que também, se alguns deles não obedecem a palavra, sejam ganhos sem palavra pelo procedimento de suas mulheres, considerando a vossa vida casta, em temor" (I Pedro 3:1,2); "Toda mulher sábia edifica a sua casa; a insensata, porém, derruba-a com as suas mãos" (Provérbios 14:1). Que Deus abençoe as famílias. FONTE:VerdadeiroAmor.com