quarta-feira, 31 de março de 2010

LINDOOO!

Você me Ama? Um dia, levantei-me de manhã cedo para assistir o nascer do sol. A beleza da criação divina estava além de qualquer descrição. Enquanto eu assistia, louvei a Deus pelo Seu belo trabalho. Sentado lá, senti a presença de Deus comigo. Ele me perguntou, "Você me ama?" Eu respondi, "É claro, Deus! Você é meu Senhor e Salvador!" Então Ele perguntou, "Se você tivesse alguma dificuldade física, ainda assim Me amaria?" Eu fiquei perplexo. Olhei para meus braços, pernas e para o resto do meu corpo e me perguntei quantas coisas eu não seria capaz de fazer, as coisas que eu dava por certas. E eu respondi: "Seria difícil Senhor, mas eu ainda Te amaria." Então o Senhor disse, "Se você fosse cego, ainda amaria minha criação?" Como eu poderia amar algo sem a possibilidade de vê-lo? Então eu pensei em todas as pessoas cegas no mundo e quantos deles ainda amaram Deus e Sua criação. Então respondi: "É difícil pensar nisto, mas eu ainda Te amaria." O Senhor então perguntou-me, "Se você fosse surdo, ainda ouviria minha palavra?" Como poderia ouvir algo sendo surdo? Então eu entendi. Ouvir a palavra de Deus não é simplesmente usando os ouvidos, mas nossos corações. Eu respondi: "Seria difícil, mas eu ainda ouviria a Tua palavra." O Senhor então perguntou, "Se você fosse mudo, ainda louvaria Meu nome?" Como poderia louvar sem uma voz? Então me ocorreu: Deus quer que cantemos de toda nossa alma e todo nosso coração. Não importa como possa parecer. E louvar a Deus não é sempre com uma canção, mas quando somos oprimidos, nós louvamos a Deus com nossas palavras de gratidão. Então eu respondi, "Embora eu não pudesse fisicamente cantar, eu ainda louvaria teu nome." E O Senhor perguntou, "Você realmente Me ama?" Com coragem e forte convicção, eu respondi seguramente, "Sim, Senhor! Eu te amo Tu és o único e verdadeiro Deus!" Eu pensei ter respondido bem, mas então Deus perguntou, "ENTÃO POR QUE PECAS?" Eu respondi: "Porque sou apenas um humano. Não sou perfeito." "ENTÃO PORQUE EM TEMPOS DE PAZ VOCÊ VAGUEIA AO LONGE? PORQUE SOMENTE EM TEMPOS DE PROBLEMAS VOCÊ ORA COM FERVOR?" Sem respostas. Somente lágrimas. O Senhor continuou: "Por que cantas somente nas confraternizações e nos retiros? Por que Me buscas somente nas horas de adoração? Por que Me perguntas coisas tão egoístas? Por que me fazes perguntas tão sem fé?" As lágrimas continuavam a rolar em minha face. "Por que você está com vergonha de mim? Por que você não está espalhando as boas novas? Por que em tempos de opressão, você chora a outros quando eu ofereço Meu ombro para você chorar nele? Por que cria desculpas quando lhe dou oportunidades de servir em Meu nome?" "Você é abençoado com vida. Eu não lhe fiz para que jogasse este presente fora. Eu lhe abençoei com talentos para Me servir, mas você continua a se virar. Eu revelei Minha palavra a você, mas você não progride em conhecimento. Eu falei com você, mas seus ouvidos estavam fechados. Eu mostrei minhas bênçãos, mas seus olhos se voltavam para outra direção. Eu lhe mandei servos, mas você se sentou ociosamente enquanto eles eram afastados. Eu ouvi suas orações e respondi a todas elas." Eu tentei responder, mas não havia resposta a ser dada. "VOCÊ VERDADEIRAMENTE ME AMA?" Eu não pude responder. Como eu poderia? Eu estava inacreditavelmente constrangido. Eu não tinha desculpa. O que eu poderia dizer? Quando meu coração chorou e as lágrimas brotaram, eu disse, "Por favor, perdoe-me Senhor. Eu não sou digno de ser seu filho" O senhor respondeu, "Esta é Minha Graça, minha criança" O Senhor respondeu: "Porque você é Minha criação. Você é minha criança. Eu nunca te abandonarei. Quando você chorar, Eu terei compaixão e chorarei com você. Quando você estiver alegre, Eu vou rir com você. Quando você estiver desanimado, Eu te encorajarei. Quando você cair, Eu vou te levantar. Quando você estiver cansado, Eu te carregarei. Eu estarei com você até o final dos tempos, e te amarei para sempre." Eu jamais chorara daquela maneira antes. Como pude ter sido tão frio? Como pude ter magoado Deus como fiz? Eu perguntei a Deus, "Quanto me amas?" Então, O Senhor esticou Seu braço e eu vi suas mãos com enormes buracos sangrentos. Logo, curvei-me aos pés de Jesus Cristo, meu Salvador, e, pela primeira vez eu orei verdadeiramente. II Corintios 4:1 e 2 "Pelo que, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos; pelo contrário, rejeitamos as coisas que, por vergonhosas, se ocultam, não andando com astúcia, nem adulterando a palavra de Deus; antes, nos recomendamos à consciência de todo homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade."

segunda-feira, 29 de março de 2010

TERCEIRO DIA DE FESTA

Eu sou Forte

Eu sou Forte Certo dia, a pedra disse: Eu sou forte! Ouvindo isso, o ferro disse: Eu sou mais forte que você! Quer ver? Então, os dois duelaram ate que a pedra se tornasse pó. O ferro, por sua vez, disse: Eu sou forte! Ouvindo isso, o fogo disse: Eu sou mais forte que você! Quer ver? Então os dois duelaram ate que o ferro se derretesse. O fogo, por sua vez, disse: Eu sou forte! Ouvindo isso, a água disse: Eu sou mais forte que você! Quer ver? Então, os dois duelaram ate que o fogo se apagasse. A água, por sua vez, disse: Eu sou forte! Ouvindo isso, a nuvem disse: Eu sou mais forte que você! Quer ver? Então, as duas duelaram ate que nuvem fez a água evaporar. A nuvem, por sua vez, disse: Eu sou forte! Ouvindo isso, o vento disse: Eu sou mais forte que você! Quer ver? Então, os dois duelaram ate que o vento soprasse a nuvem e ela se desfizesse. O vento , por sua vez, disse: Eu sou forte! Ouvindo isso, os montes disseram: Nos somos mais fortes que você! Quer ver? Então, os dois duelaram ate que o vento ficasse preso dentre o círculo de montes. Os montes, por sua vez, disseram: Nós somos fortes! Ouvindo isso, o homem disse: Eu sou mais forte que vocês! Querem ver? Então, o homem, dotado de grande inteligência, perfurou os montes, impedindo que eles prendessem o vento. Acabando com o poder dos montes, o homem disse: Eu sou a criatura mais forte que existe! Ate que veio a morte e o homem, que achava ser inteligente e forte suficiente, com um golpe apenas, acabou com o homem. A morte ainda comemorava, quando, sem que ela esperasse, um homem chamado "JESUS" veio e, com apenas 3 dias de falecido, venceu a morte e todo poder foi lhe dado na terra e no céu. Como se não bastasse ter vencido a morte, Ele nos deu o direito de ter "vida eterna", através do Seu sangue, que nos liberta de qualquer pecado.

sábado, 27 de março de 2010

ANIVERSÁRIO CONGREGAÇÃO MARIANA TORRES 1° DIA DE FESTA

A Páscoa e o Ovo de Galinha

Próximo da Páscoa, o professor de Ciências de uma escola inicia a sua aula com a seguinte frase "A historia da Páscoa e um mito". "Jesus não saiu do tumulo," continuou, "mas, primeiramente, não existe nenhum Deus no céu que possa permitir que seu filho seja crucificado." "Senhor, eu acredito em Deus", Jimmy protestou. "E eu acredito que ele ressuscitou!" "Jimmy, você pode acreditar no que você quiser, e claro," o professor respondeu. "Porem, no mundo real não existe a possibilidade de tais milagres, como a ressurreição. Ninguém que acredite em milagres pode respeitar a ciência." "Deus não é limitado pela ciência," Jimmy respondeu. "Ele criou a ciência!" Incomodado com o modo como Jimmy defendia sua fé, o professor propôs um experimento cientifico. Foi ate a geladeira e pegou um ovo de galinha. "Eu vou deixar este ovo cair no chão," começou o professor. "A gravidade vai fazer com que ele caia no chão e se despedace. "Olhando fixamente para Jimmy, ele continuou: "Agora, Jimmy, eu quero que você faca uma oração e peça ao seu deus para que quando eu soltar este ovo ele não caia no chão e se quebre. E se ele conseguir fazer isto, você terá provado que Deus existe, e eu terei que admitir isso." Apos pensar por um momento sobre o desafio, Jimmy lentamente começou sua oração. "Querido Pai celeste," ele iniciou. "Eu peço que quando o meu professor soltar este ovo ... ele caia no chão e se quebre em uma centena de pedaços! E também, Senhor, eu peço que quando este ovo quebrar, meu professor tenha um ataque cardíaco fulminante e morra. Amem." Após os cochichos da classe, veio um silencio fúnebre. Por um momento o professor não fez nada. E por fim ele olhou para o Jimmy e depois para o ovo. E, sem dar uma palavra, ele cuidadosamente devolveu o ovo na geladeira. "Classe dispensada" disse o professor enquanto sentava na sua cadeira. O professor aparentemente acreditava mais em Deus do que ele mesmo imaginava. Muitas pessoas são como este professor, negam que Deus existe, mas correm para ele nos momentos difíceis. Porem questionam, e o atacam todas as vezes que tem chance. Jimmy sabia que Deus não iria matar o seu professor naquele momento, mas também sabia que seu professor não apostaria sua vida por um ovo. Quando sua vida está em jogo a idéia de que Deus existe parece fazer mais sentido. João 10:11 "Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas." Estamos nos aproximando da Pascoa e comemoramos o sacrifício de Cristo na Cruz por nós, deu-nos a chance de termos uma nova vida, remiu todos os nossos pecados, lembre-se sempre da real data da Páscoa, pois Ele esteve na Cruz por mim e por voce, por amor e porque nos quer junto dEle.

sexta-feira, 26 de março de 2010

O Bosque

Tempos atrás, eu era vizinho de um médico, cujo "hobby" era plantar árvores no enorme quintal de sua casa. Às vezes, observava da minha janela o seu esforço para plantar árvores e mais árvores, todos os dias. O que mais chamava a atenção, entretanto, era o fato de que ele jamais regava as mudas que plantava. Passei a notar, depois de algum tempo, que suas árvores estavam demorando muito para crescer. Certo dia, resolvi então aproximar-me do médico e perguntei se ele não tinha receio de que as árvores não crescessem, pois percebia que ele nunca as regava. Foi quando, com um ar orgulhoso, ele me descreveu sua fantástica teoria. Disse-me que, se regasse suas plantas, as raízes se acomodariam na superfície e ficariam sempre esperando pela água mais fácil, vinda de cima. Como ele não as regava, as árvores demorariam mais para crescer, mas suas raízes tenderiam a migrar para o fundo, em busca da água e das várias fontes nutrientes encontradas nas camadas mais inferiores do solo. Assim, segundo ele, as árvores teriam raízes profundas e seriam mais resistentes às intempéries. Disse-me ainda, que freqüentemente dava uma palmadinha nas suas árvores, com um jornal enrolado, e que fazia isso para que se mantivessem sempre acordadas e atentas. Essa foi a única conversa que tive com aquele meu vizinho. Logo depois, fui morar em outro país, e nunca mais o encontrei. Vários anos depois, ao retornar do exterior fui dar uma olhada na minha antiga residência. Ao aproximar-me, notei um bosque que não havia antes. Meu antigo vizinho, havia realizado seu sonho! O curioso é que aquele era um dia de um vento muito forte e gelado, em que as árvores da rua estavam arqueadas, como se não estivessem resistindo ao rigor do inverno. Entretanto, ao aproximar-me do quintal do médico, notei como estavam sólidas as suas árvores: praticamente não se moviam, resistindo implacavelmente àquela ventania toda. Que efeito curioso, pensei eu... As adversidades pela qual aquelas árvores tinham passado, levando palmadas e tendo sido privadas de água, pareciam tê-las beneficiado de um modo que o conforto o tratamento mais fácil jamais conseguiriam. Todas as noites, antes de ir me deitar, dou sempre uma olhada em meus filhos. Debruço-me sobre suas camas e observo como têm crescido. Freqüentemente, oro por eles. Na maioria das vezes, peço para que suas vidas sejam fáceis: "Meu Deus, livre meus filhos de todas as dificuldades e agressões desse mundo"... Tenho pensado, entretanto, que é hora de alterar minhas orações. Essa mudança tem a ver com o fato de que é inevitável que os ventos gelados e fortes nos atinjam e aos nossos filhos. Sei que eles encontrarão inúmeros problemas e que, portanto, minhas orações para que as dificuldades não ocorram, têm sido ingênuas demais. Sempre haverá uma tempestade, ocorrendo em algum lugar. Portanto, pretendo mudar minhas orações. Farei isso porque, quer nós queiramos ou não, a vida é não é muito fácil. Ao contrário do que tenho feito, passarei a orar para que meus filhos cresçam com raízes profundas, de tal forma que possam retirar energia das melhores fontes, das mais divinas, que se encontram nos locais mais remotos. Oramos demais para termos facilidades, mas na verdade o que precisamos fazer é pedir para desenvolver raízes fortes e profundas, de tal modo que quando as tempestades chegarem e os ventos gelados soprarem, resistiremos bravamente, ao invés de sermos subjugados e varridos para longe.

quarta-feira, 24 de março de 2010

UM MILAGRE

Tess era uma garotinha precoce de 8 anos quando ouviu seu Papai e sua Mamãe conversando sobre seu irmãozinho Andrew. Tudo que ela sabia era que ele estava doente e que eles estavam completamente sem dinheiro. Eles se mudariam para um apartamento num subúrbio no próximo mês, porque o Papai não tinha recursos para pagar as contas do médico e o aluguel do apartamento. Somente uma intervenção cirúrgica muito cara poderia salvá-lo agora, e parecia que não havia ninguém que pudesse emprestar-lhes o dinheiro. Ela ouviu seu pai dizer à sua mãe chorosa, com um sussurro desesperado, somente um milagre poderá salvá-lo." Tess foi ao seu quarto e puxou o vidro de gelatina de seu esconderijo no armário. Despejou todo o dinheiro que tinha no chão e contou-o cuidadosamente. Três vezes. O total tinha que estar exato. Não havia margem de erro. Colocando as moedas de volta no vidro com cuidado e fechando a tampa, ela saiu devagarinho pela porta dos fundos e andou 5 quarteirões até a Farmácia Rexall, com seu símbolo de Chefe de Pele Vermelha sobre a porta. Ela esperou pacientemente que o farmacêutico a visse e desse atenção, mas ele estava muito ocupado no momento. Tess esfregou os pés no chão para fazer barulho. Nada! Ela limpou a garganta com o som mais terrível que ela pôde fazer. Nem assim! Finalmente ela pegou um níquel do vidro e bateu no vidro da porta. Finalmente! "O que você quer?" perguntou o farmacêutico com voz aborrecida.. "Estou conversando com meu irmão que chegou de Chicago e que não vejo há séculos", disse ele sem esperar resposta à sua pergunta. "Bem, eu quero lhe falar sobre meu irmão", Tess respondeu no mesmo tom aborrecido. "Ele está realmente doente... e eu quero comprar um milagre." "Como?", balbuciou o farmacêutico atônito. "Ele chama Andrew e está com alguma coisa muito ruim crescendo dentro de sua cabeça e Papai diz que só um milagre poderá salvá-lo. "Então, quanto custa um milagre?" "Não vendemos milagres aqui, garotinha. Desculpe, mas não posso ajudá-la", respondeu o farmacêutico, com um tom mais suave. "Escute, eu tenho o dinheiro para pagar. Se não for suficiente, conseguirei o resto. Por favor, diga-me quanto custa." O irmão do farmacêutico era um homem bem vestido. Ele deu um passo à frente e perguntou à garota. "Que tipo de milagre seu irmão precisa?" "Não sei", respondeu Tess, levantando os olhos para ele. "Só sei que ele está muito mal e Mamãe diz que ele precisa ser operado. Mas Papai não pode pagar, então quero usar meu dinheiro." "Quanto você tem", perguntou o homem de Chicago. "Um dólar e 11 centavos", Tess respondeu quase num sussurro. "E é tudo que tenho, mas posso conseguir mais se for preciso." "Puxa, que coincidência", sorriu o homem. "Um dólar e 11 centavos - exatamente o preço de um milagre para irmãozinho." Ele pegou o dinheiro com uma mão e dando a outra mão à menina, disse: "Leve-me até onde você mora. Quero ver seu irmão e conhecer seus pais. Quero ver se tenho o tipo de milagre que você precisa." Esse senhor bem vestido era o Dr. Carlton Armstrong, um cirurgião especializado em neuro-cirurgia. A operação foi feita com sucesso e sem custo algum, e meses depois Andrew estava em casa novamente, recuperado. Mamãe e Papai comentavam alegremente sobre a seqüência de acontecimentos ocorridos. "A cirurgia", murmurou Mamãe, "foi um milagre real. Gostaria de saber quanto deve ter custado?" Tess sorriu. Ela sabia exatamente quanto custa um milagre... um dólar e onze centavos mais a fé de uma garotinha!..." Um milagre não é a suspensão de uma lei natural, mas o resultado de uma lei maior ... Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem." Heb. 11:1 Aí está o segredo do milagre: FÉ. Tenha fé, confie no Deus Todo Podereoso e Ele fará o milagre acontecer na sua vida, conforme a Sua santa vontade.

DO QUERITE AO ARREBATAMENTO

A CONGREGAÇÃO DO MARIANA TORRES FOI ABENÇOADA COM UMA MENSAGEM MARAVILHOSA, MINISTRADA PELO PASTOR CLAUDIO DANTAS(I.BATISTA DA GRAÇA), DO QUERITE AO ARREBATAMENTO E AO FINAL PODEMOS VER FRUTOS, VIDAS SE RENDENDO AO SENHOR.ALELUIA!

terça-feira, 23 de março de 2010

Quando nos Importamos

Ele quase não viu a senhora, com o carro parado no acostamento. Mas percebeu que ela precisava de ajuda. Assim se aproximou. O carro dela cheirava a tinta, de tão novinho. Mesmo com o sorriso que ele estampava na face, ela ficou preocupada. Ninguém tinha parado para ajudar durante a última hora. Ele iria aprontar alguma? Ele não parecia seguro, parecia pobre e faminto. Ele pode ver que ela estava com muito medo e disse: - "Eu estou aqui para ajudar madame. Por que não espera no carro onde está quentinho? A propósito, meu nome é Bryan". Bem, tudo que ela tinha era um pneu furado, mas para uma senhora era ruim o bastante. Bryan abaixou-se, colocou o macaco e levantou o carro. Logo ele já estava trocando o pneu. Mas ele ficou um tanto sujo e ainda feriu uma das mãos. Enquanto ele apertava as porcas da roda ela abriu a janela e começou a conversar com ele. Contou que era de St.Louis e só estava de passagem por ali e que não sabia como agradecer pela preciosa ajuda. Bryan apenas sorriu enquanto se levantava. Ela perguntou quanto o devia. Qualquer quantia teria sido muito pouco para ela. Já tinha imaginado todos as terríveis coisas que poderiam ter acontecido se Bryan não tivesse parado. Bryan não pensava em dinheiro. Aquilo não era um trabalho para ele. Gostava de ajudar quando alguém tinha necessidade e Deus já lhe ajudara bastante. Este era seu modo de viver e nunca lhe ocorreu agir de outro modo. Ele respondeu: - "Se realmente quiser me reembolsar, da próxima vez que encontrar alguém que precise de ajuda, dê para aquela pessoa a ajuda que precisar". E acrescentou: "... e pense em mim". Ele esperou até que ela saísse com o carro e também se foi. Tinha sido um dia frio e deprimido, mas ele se sentia bem, indo para casa, desaparecendo no crepúsculo. Alguns milhas abaixo a senhora encontrou um pequeno restaurante. Ela entrou para comer alguma coisa. Era um restaurante sujo. A cena inteira era estranha para ela. A garçonete veio até ela e trouxe-lhe uma toalha limpa para que pudesse esfregar e secar o cabelo molhado e lhe dirigiu um doce sorriso, um sorriso que mesmo os pés doendo por um dia inteiro de trabalho não pôde apagar. A senhora notou que a garçonete estava com quase oito meses de gravidez, mas ela não deixou a tensão e as dores mudarem sua atitude. A senhora ficou curiosa em saber como alguém que tinha tão pouco, podia tratar tão bem a um estranho. Então se lembrou de Bryan. Depois que terminou a refeição, enquanto a garçonete buscava troco para a nota de cem dólares, a senhora se retirou. Já tinha partido quando a garçonete voltou. A garçonete ainda queria saber onde a senhora poderia ter ido quando notou algo escrito no guardanapo, sob o qual tinha mais 4 notas de $100 dólares. Havia lágrimas em seus olhos quando leu o que a senhora escreveu. Dizia: "Você não me deve nada, eu já tenho o bastante. Alguém me ajudou uma vez e da mesma forma estou lhe ajudando. Se você realmente quiser me reembolsar não deixe este círculo de amor terminar com você". Bem, havia mesas para limpar, açucareiros para encher, e pessoas para servir. Aquela noite, quando foi para casa e deitou-se na cama, ficou pensando no dinheiro e no que a senhora deixou escrito. Como pôde aquela senhora saber o quanto ela e o marido precisavam disto? Com o bebê para o próximo mês, estava difícil. Ela virou-se para o preocupado marido que dormia ao lado, deu-lhe um beijo macio e sussurrou: "Tudo ficará bem; eu te amo, Bryan".

segunda-feira, 22 de março de 2010

Apenas Push!

Uma noite, um homem estava dormindo em sua cabana quando de repente seu quarto ficou cheio de luz e Deus lhe apareceu. O Senhor disse ao homem o trabalho que ele deveria fazer para Ele e mostrou-lhe uma grande rocha na frente de sua cabana. O Senhor explicou que o homem deveria empurrar (PUSH) a rocha com toda a sua força. O homem então o fez, dia após dia. Por muitos anos ele pelejou de sol a sol; com seus ombros escorados na fria e maciça superfície da rocha imóvel, empurrando-a com toda a sua força. A cada noite o homem retornava à sua cabana aborrecido e sem roupa, sentindo que havia gasto todo o seu dia em vão. Desde que o homem mostrou-se desencorajado, o Adversário (Satanás) decidiu entrar em cena colocando pensamentos em sua mente desgastada. "Você tem empurrado essa rocha por tanto tempo, e ela ainda nem sequer se moveu." Isso dava ao homem a impressão de que sua tarefa era impossível e que ele era um fracasso. Esses pensamentos desencorajavam e desanimavam o homem. "Por que eu vou me matar tentando fazer isso?", ele pensou. "Eu farei apenas o possível, colocando o mínimo esforço e isso será suficiente". E era o que ele planejava fazer, até que um dia ele decidiu fazer disso um alvo de oração e levar os seus pensamentos atribulados ao Senhor. "Senhor", ele disse, "eu tenho trabalhado duro e por muito tempo em Teu serviço, colocando toda a minha força pra fazer aquilo que o Senhor me mandou. Entretanto, após todo esse tempo eu não consegui mover essa rocha por nem um milímetro. O que está errado? Porque eu tenho falhado?" O Senhor respondeu com compaixão: "Meu filho, quando eu lhe disse para me servir e você o aceitou, eu disse que sua tarefa seria empurrar a rocha com toda a sua força, e é o que você tem feito. Eu nunca sequer mencionei que eu esperava que você a movesse. Sua tarefa era empurrá-la. E agora você vem a mim após todo o seu esforço, pensando que você falhou. Mas, será isso realmente verdade? Olhe para si mesmo. Seus braços estão fortes e musculosos, suas costas estão enrijecidas e bronzeadas, suas mãos estão calejadas pela pressão constante, suas pernas se tornaram musculosas e firmes. Pela oposição você cresceu muito e agora suas habilidades superam o que você era antes. Ainda assim, você não moveu a rocha, mas seu chamado foi para ser obediente e empurrar, exercitando sua fé e confiança na minha sabedoria. E isso foi o que você fez. Agora, meu amigo, Eu mesmo moverei a rocha." Às vezes, quando ouvimos uma palavra de Deus, nós tentamos usar nosso próprio intelecto pra decifrar o que Ele quer, quando na verdade o que Ele deseja é apenas nossa obediência e fé Nele. Em todos os sentidos, exercite a fé que remove montanhas, mas saiba que continua sendo Deus quem as move. Quando tudo parecer estar errado, apenas empurre (P.U.S.H.)! Quando o trabalho te deixar pra baixo, apenas P.U.S.H.! Quando as pessoas não agirem da maneira que deveriam, apenas P.U.S.H.! Quando o seu dinheiro parecer ir embora e as contas ficarem, apenas P.U.S.H.! Quando as pessoas não compreenderem você...apenas P.U.S.H. P. = Pray (ore) U. = Until (até) S. = Something (alguma coisa) H. = Happens (acontecer) Deus te abençoe!

sexta-feira, 19 de março de 2010

A Criança e o Trem

Uma criança que viajava de trem pela primeira vez ouviu que teria que cruzar vários rios. Quando pensava na água se sentia perturbada e tinha medo. Porém, cada vez que o trem se aproximava de um rio, sempre havia uma ponte que permitia cruzar com toda segurança. Depois de passar sem problemas por vários rios e correntezas, a menina se recostou em seu assento dando um suspiro de alívio. Então se dirigiu a sua mãe e disse: " Já não estou preocupada alguém colocou ponte em todo o caminho." Quando nos encontramos em águas profundas de tristeza nós também descobriremos que Deus, em sua graça, "nos tem colocado pontes em nosso caminho. Assim, não tememos nos abismos dos desesperos e da ansiedade. De maneiras encantadoras, porém, muitas vezes inescrutáveis, Ele vai prover para nós e nos ajudará a "passar" por todas as nossas dificuldades até chegar ao outro lado. Ainda que não entendamos como vai suprir as nossas necessidades, podemos estar seguros de que vai proporcionar os meios. Os que têm entregue suas circusntâncias a Deus podem com o salmista; "Justo é o Senhor em todos os seus caminhos, e misericordioso em todas as suas obras. O Senhor guarda a todos os que o amam. (Salmo 145. 17,20)

quinta-feira, 18 de março de 2010

CONGREGAÇÃO EM SANTO AGOSTINHO CULTO DE QUARTA-FEIRA /DEUS TEM ABENÇOADO TREMENDAMENTE

DEUS TEM ABENÇOADO OS CULTOS EM SANTO AGOSTINHO, O TRABALHO TEM DESENVOLVIDO E A CADA DIA CONTAMOS COM UM NUMERO MAIOR DE ADOLESCENTE E PRÉ ADOLESCENTE, O TRABALHO DESENVOLVIDO PELOS PRÓPRIOS JOVENS TRAZENDO, OUTROS PARA A IGREJA. E NO DOMINGO O CULTO ESTARÁ SOBRE A DIREÇÃO DOS JOVENS E ESTARÁ MINISTRANDO A PALAVRA A IRMÃ LAIZ DE NOSSA SEDE EM VILA MURY. VENHA E SEJA ABENÇOADO!

terça-feira, 16 de março de 2010

ALVO DE ORAÇÃO

Um evento de gala ocorreu em Gaza. O Hamas, organização político-militar que controla a Palestina, foi o patrocinador de um casamento em massa para 450 casais. A maioria dos noivos estava na faixa dos 25 aos 30 anos. Até aí nada demais. O que é mais estarrecedor nessa história é que a maioria das noivas tinha menos de dez anos! O mundo desconhece uma das histórias mais nojentas de abuso infantil, torturas e sodomização provenientes do fundo dos esgotos de Gaza: os casamentos pedófilos do Hamas, que envolvem até crianças de 4 anos! Tudo amparado pelas leis repugnantes e preceitos religiosos do islamismo radical. A denúncia é do Phd Paul L. Williams e está publicada no blog The last crusade, traduzida com exclusividade no Brasil pelo site De Olho na Mídia com o título "A História Oculta do Mundo: a pedofilia do Hamas". Grandes líderes muçulmanos, inclusive Mahmud Zahar, autoridade suprema do Hamas, foram pessoalmente cumprimentar os casais que fizeram parte da cerimônia, cuidadosamente planejada. "Nós estamos felizes em dizer que vocês nos trazem alegria e felicidade", falou Zahar aos noivos, todos eles vestidos em ternos pretos idênticos e pertencentes ao vizinho campo de refugiados de Jabalia. Cada noivo recebeu 500 dólares de presente do Hamas. As garotas na pré-puberdade, vestidas de branco e adornadas com excesso de maquiagem, receberam bouquets de noiva. "Nós estamos oferecendo este casamento como um presente para o nosso povo que segue firme diante do cerco e da guerra",discursou o homem forte do Hamas no local, Ibrahim Salaf. Algumas fotos da cerimônia documentam parte desta história sórdida: O Centro Internacional Para Pesquisas Sobre Mulheres estima que existam hoje no mundo 51 milhões de noivas infantis, quase todas em países muçulmanos. No Egito, quase 30% destas pequenas noivas são castigadas regularmente e molestadas por seus maridos; na Jordânia, mais de 26% sofrem abuso similar. De acordo com a UNICEF, todo ano três milhões de garotas muçulmanas são submetidas a mutilações genitais. A prática da pedofilia teria base e apoio do islã, pelo menos é o que mostra sua leitura mais extrema e radical. O livro "Sahih Bukhari", de doutrinas islâmicas (além do Corão), em seu quinto capítulo, relata que Aisha, uma das esposas de Maomé teria seis anos quando se casou com ele e as primeiras relações íntimas aconteceram aos nove. O período de espera não teria sido por causa da pouca idade da menina, mas devido a uma doença que ela tinha na época. Em compensação, Maomé teria sido generoso com a menina: permitiu que ela levasse todos os seus brinquedos e bonecas para sua tenda. O Aiatolá Khomeini, um dos mais conhecidos tiranos religiosos deste século, em várias oportunidade defendeu a prática da pedofilia: ”Um homem pode ter prazer sexual com uma criança tão jovem quanto um bebê, porém, sem penetração. Sodomizar a criança é permitido. Se um homem penetrar e machucar a criança no ato sexual, ele será responsável pelo seu sustento o resto da vida. A menina, entretanto, não fica incluída entre as quatro esposas permanentes do marido. (...) O homem também não poderá se casar com a irmã da garota. (...) É melhor que uma menina se case no período em que ela vai começar a menstruar para que isso ocorra na casa do seu marido e não na casa do seu pai. (...)Todo pai que casar sua filha na idade jovem terá assegurado para si um lugar permanente no céu". Esta é a história que a mídia não conta e que o mundo se cala e não quer ver, ou não quer que você saiba. Agora, repasse esta mensagem para que todos fiquem cientes da podridão que é este famigerado regime islâmico! Se você não fizer nada, ninguém poderá salvar estas vítimas inocentes do inferno do Hamas e similares. Interessante é que ela "nem parecem ser do oriente médio", ao menos não nessas duas primeiras fotos...

Sincero Interesse Pelas Almas

Sincero Interesse Pelas Almas Só Deus sabe como é profundo o meu amor e a saudade que tenho de vocês - com a ternura de Jesus Cristo. Filip. 1:8 (A Bíblia Viva). Paulo declara que ele nutria tanto amor pelas almas dos crentes filipenses como Jesus. Você e eu precisamos de mais desse tipo de amor pelas almas. Certa ocasião, no tempo da Sociedade de Amigos, um membro cavalgava por um urzal quando ouviu o som de cascos de cavalo atrás de si. Num momento, um salteador o alcançou e, apontando-lhe a pistola, exigiu: - O dinheiro ou a vida! Sem hesitar, puxou sua carteira e entregou-a ao homem. - O senhor tem um belo cavalo - observou o ladrão. A seguir ordenou: - Desça! Vou levá-lo. Calmamente, sem uma palavra de protesto, desmontou e o ladrão trocou de cavalo. Enquanto o salteador se virava para ir embora, o quacre se colocou na frente dele e, segurando as rédeas, começou a falar. - Como é que pode - observou ele com terna sinceridade - um homem criado à imagem de Deus, ser feliz vivendo uma vida de crime e violência? Arrependa-se, meu amigo, antes que seja tarde demais! O assaltante tirou a pistola e, apontando-a para a cabeça do bom homem, rosnou: - Como se atreve a me pregar um sermão, seu... Mais uma palavra, e vou abatê-lo aí mesmo. O bom homem nem piscou. - Amigo - disse ele sorrindo - eu sei muito bem que poderia matar-me. Eu não arriscaria a vida para salvar minha carteira ou meu cavalo, mas alegremente a entregaria se pudesse salvar a sua da condenação eterna! Sem uma palavra, o assaltante colocou novamente a pistola no coldre, saltou do cavalo do quacre e o devolveu, juntamente com a carteira. Depois, montando em seu próprio cavalo, foi embora dizendo: - Se a sua preocupação por minha alma é tanta, não vou levar nada. Embora sem ter certeza, podemos esperar que a mudança de idéia do assaltante tenha produzido também uma mudança de coração. Mas uma certeza podemos ter: se demonstrássemos tanto interesse por uma alma como aquele homem, veríamos muito mais milagres da graça hoje em dia.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Vendo as Circunstâncias de Outro Forma

Vendo as Circunstâncias de Outro Forma "Após um naufrágio, o único sobrevivente agradeceu a Deus por estar vivo e ter conseguido se agarrar a parte dos destroços para ficar boiando. Este único sobrevivente foi parar em uma pequena ilha desabitada e fora de qualquer rota de navegação, e ele agradeceu novamente. Com muita dificuldade e restos dos destroços, ele conseguiu montar um pequeno abrigo para que pudesse se proteger do sol, da chuva e de animais e para guardar seus poucos pertences, e como sempre agradeceu a Deus. Nos dias seguintes, a cada alimento que conseguia caçar ou colher, ele agradecia... No entanto, um dia, quando voltava da busca por alimentos, ele encontrou o seu abrigo em chamas, envolto em altas nuvens de fumaça. Terrivelmente desesperado ele se revoltou... gritava chorando: "O pior aconteceu ! Perdi tudo! Deus, por que fizeste isso comigo?" Chorou tanto, que adormeceu, profundamente cansado... No dia seguinte bem cedinho, foi despertado pelo som de um navio que se aproximava. -- "Viemos resgatá-lo" -- disseram. -- "Como souberam que eu estava aqui?" -- perguntou ele. -- "Nós vimos o seu sinal de fumaça"! É comum sentirmo-nos desencorajados e até desesperados quando as coisas vão mal. Mas Deus age em nosso benefício, mesmo nos momentos de dor e sofrimento. Lembrem-se: se algum dia o seu único abrigo estiver em chamas, esse pode ser o sinal de fumaça que fará chegar até você a Graça Divina. Para cada pensamento negativo nosso, Deus tem uma resposta positiva. "Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as cousas?" (Romanos 8:32)

quinta-feira, 11 de março de 2010

SALMO 46

1 Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. 2 Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se projetem para o meio dos mares; 3 ainda que as águas rujam e espumem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza. 4 Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o lugar santo das moradas do Altíssimo. 5 Deus está no meio dela; não será abalada; Deus a ajudará desde o raiar da alva. 6 Bramam nações, reinos se abalam; ele levanta a sua voz, e a terra se derrete. 7 O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. 8 Vinde contemplai as obras do Senhor, as desolações que tem feito na terra. 9 Ele faz cessar as guerras até os confins da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo. 10 Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra. 11 O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

quarta-feira, 10 de março de 2010

DANIEL “Deus é meu juiz” Daniel foi levado cativo para a Babilônia aos 16 anos. Ele decidiu trocar as iguarias do palácio por uma dieta de legumes, que foi benéfica à sua saúde e dos companheiros. “E Daniel assentou no seu coração não se contaminar com a porção do manjar do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe concedesse não se contaminar”. Daniel 1:8. Serviu no Palácio durante 69 anos. Serviu a 4 imperadores: Nabucodonosor - babilônico. Cap. 1:1; Belsazar - babilônico. Cap. 7:1; Dario - Medo. Cap. 9:1; Ciro - Persa. Cap. 10:1. Ler caps. 1:21 e 6:28. Foi profeta do cativeiro, teve um ministério político. CONTEÚDO · O livro é considerado o Apocalipse do Antigo Testamento. · Está dividido em 2 partes: • Histórica: fala sobre a vida do profeta. Cap. 1 a 6. • Apocalíptica: fala sobre os “últimos dias”. Cap. 7 a 12. · Traz a mensagem de que Deus é soberano e tem tudo sob seu controle. · Jesus confirma a autenticidade e revelação deste livro. Mateus 24:15. · Daniel é um livro do sobrenatural: • Daniel interpreta dois sonhos do rei Nabucodonosor, que se cumpriram. Daniel 2:31-45 e Daniel 4:9-26. • A mão misteriosa escreve na parede o destino da Babilônia e Daniel faz a leitura. Daniel cap. 5. • Os companheiros de Daniel, por negarem a se ajoelhar diante da estátua de Nabucodonosor, são lançados no forno e salvos por milagre. Ler Daniel cap. 3. · Daniel interpreta um sonho do rei. A estátua de cabeça de ouro e pés de barro. Cap. 2:26-49. · Daniel interpreta o sonho da loucura de Nabucodonosor. Ler cap. 4. · Daniel é lançado na cova dos leões. Ler cap. 6. · As profecias de Daniel são sobre Israel; · Fala sobre o primeiro advento e a morte do Messias; · Fala sobre a destruição de Jerusalém; · Fala sobre o anticristo. · O livro dá detalhes sobre a personalidade do anticristo. Cap. 11:36-39. · Fala sobre a batalha do Armagedon. Cap.11:40-45. · Daniel foi constituído autoridade sobre presidentes de províncias do reino, e por isso, foi motivo da inveja destes. Cap. 6:1-3. · Sem nenhum temor humano, desrespeitou a proibição do rei Dario sobre fazer petições a qualquer deus ou a qualquer homem, a não ser o rei. Cap. 6:10. • Orava de dava graças a Deus três vezes ao dia; • Foi lançado na cova dos leões pelo rei; • Foi salvo por milagre. · Oração de Daniel ao compreender que os tempos e cativeiro estavam encerrados. Cap. 9:4-19. • No final da sua oração o arcanjo Gabriel desceu para dar-lhe instruções e revelações. Cap. 9:21-23. CURIOSIDADES · No capítulo 9, entre os versos 26 e 27, há um espaço de mais de 2000 anos, tempo em que decorrerá a dispensação da Igreja. · O profeta Daniel foi homem de oração e jejum. · Suas profecias eram as descrições de suas visões. · Sempre que recebia uma revelação de Deus, sobre interpretação de sonhos ou profecias, Daniel louvava ao Senhor com palavras de exaltação a Deus e de sua dependência como ser humano e criatura de Deus. Cap. 2:19-23 e 28. “E a mim me foi revelado este segredo, não porque haja em mim mais sabedoria do que em todos os viventes...”. Daniel 2: 30. · Daniel é chamado de “mui amado”, cap. 9:23; e de homem “mui desejável”, cap. 10:11 e 19. · Deus envia um Ser celestial em resposta à consagração de Daniel durante três semanas em jejum e oração. Cap. 10:2 -14. · Miguel, arcanjo, “um dos primeiros príncipes”, “o grande príncipe”, é o protetor e defensor de Israel. Cap. 10:13 e 21 e Cap. 12:1; Judas verso 9; Apocalipse 12:7. · Daniel deseja entender o significado das suas revelações. Cap. 12:8. A resposta veio: “Vai, Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até ao tempo do fim”. Daniel 12:9. “Tu, porém, vai até ao fim; porque repousarás, e estarás na tua sorte, no fim dos dias”. Daniel 12:13.

terça-feira, 9 de março de 2010

HUMOR

Débora, uma mulher corajosa

MULHERES DE DEUSA Bíblia está repleta de exemplos de mulheres que foram usadas por Deus. Dentre elas, destacamos: 1) Miriam (Ma. 6.4) uma profetiza que, juntamente com seus irmãos Moisés e Arão, liderou o povo de Israel durante a peregrinação pelo deserto; 2) Abigail (I Sm. 25), que veio a se tornar uma esposa de Davi, a qual agiu sabiamente contra as palavras insensatas de Nabal, seu esposo; 3) Éster (Et. 4.16) que, por meio de uma atitude altruísta, foi usada por Deus para preservar o povo de Israel; 4) Hulda (II Rs. 22.14), uma profetiza que serviu de instrumento nas mãos de Deus; 5) Maria Madalena (Mt. 28.1-10; Mc. 16.9) que fazia parte do círculo íntimo de Jesus e foi uma das primeiras pessoas a vê-lo ressuscitado; 6) Marta e Maria (Lc. 10.38-42) que foram amigas íntimas de Jesus e aprenderam a valorizar seus ensinos; 7) Priscila (At. 18), a esposa de Áquila, que atuava na área do ensino, sendo, inclusive, citada antes do nome de seu esposo no livro de Atos; 8) Febe (Rm. 16.1) era reconhecida por Paulo como cooperadora tanto da igreja quando do seu próprio ministério; e 9) Junias (Rm. 16.7), apontada, por Paulo, como digna de destaque entre os apóstolos. DÉBORA, UMA MULHER DE CORAGEM Débora, cujo nome significa “abelha”, viveu em cerca de 1120 a. C., foi uma profetiza (Jz. 4.6; 5.7) de Israel que, também, veio a se tornar juíza. Era esposa de Lepidote, e julgou Israel em parceria com Baraque (Jz. 4.4). Isso veio a acontecer quando os israelitas abandonaram ao Senhor e este os entregou nas mãos de Jabim, rei dos cananeus. Após a vitória sobre seus inimigos, Débora compôs um cântico, o qual se encontra em Jz. 5.2-31. Sendo usado pelo Senhor, e através dos seus atos de coragem, Débora garantiu quarenta anos de paz ao povo de Israel (Jz. 5.31). A atuação de Débora, como juíza, aconteceu em parceria com Baraque, cujos resultados são listados na galeria dos heróis da fé de Hb. 11.32. É interessante, porém, observar que Baraque somente se dispôs a pelejar por Israel caso Débora estivesse ao seu lado. Isso demonstra o quando sua coragem era digna de destaque, e, certamente, influenciou, em muito, para que o povo vencesse os inimigos de Deus. A suas palavras de coragem, em Jz. 4.6,7, foram fundamentais para motivar Baraque a ir adiante e conquistar a vitória. CORAGEM, UMA VIRTUDE CRISTÃ A coragem é uma virtude fundamental à fé cristã, em I Jo. 4.18, está escrito que não fomos chamados para o medo, mas para o amor. Consoante a essa idéia, a palavra coragem, no Novo Testamento, remete ao verbo “tolmao”, que contem um elemento de ousadia, de um ato que se coloca acima do medo (Mc. 12.34; 15.43; At. 7.32; Rm. 5.7; II Co. 11.21; Fp. 1.14). Também, a palavra “tharréo” denota confiança e esperança em Deus (II Co. 5.6,8; Hb. 13.6). Uma outra palavra “parrésia” mostra a coragem dos primeiros cristãos. Essa coragem era manifestada na ousadia com que eles proclamavam o evangelho de Cristo. Na verdade, a coragem dos discípulos remete o exemplo do Mestre (Jo. 7.26; Mc. 8.32; Jo. 11.14). Em várias ocasiões, os apóstolos mostraram-se corajosos perante seus oponentes (At. 4.13,29; 9.27; 13.46; 14.3; 28.31). O apóstolo Paulo testemunha de sua própria coragem ao pregar e ensinar o evangelho (I Ts. 2.2; II Co. 3.12; Fm. 8; Ef. 6.19). As mulheres sempre tiveram papel central no ministério de Jesus (Mc. 16.9; Jo. 20.11-18;), de certo modo, a importância que o Senhor as deu foge aos padrões comumente aceitos para aquela época. Paulo parece ter uma preocupação mais específica com a adequação do papel da mulher aos contextos locais (I Tm. 3.1-7; I Tm. 2.11-15; I Co. 14.26-40). Em todo o caso, constatamos que, ontem e hoje, Deus continuar a levantar mulheres corajosas, como Débora, para cumprir seus propósitos e servirem de exemplo, tanto para os homens quanto para as mulheres atuais. Pb. José Roberto A. Barbosa Fonte: www.subsidioebd.blogspot.com

segunda-feira, 8 de março de 2010

FESTA PARA CONGREGAÇÃO EM SANTO AGOSTINHO E TODA FAMILIA AMEOVALE

A CONGREGAÇÃO DE SANTO AGOSTINHO SE ALEGROU NESSE DOMINGO DE SANTA CEIA COM O BATISMO DE DAIVID,JÉSSICA, FRANCIELEN, YAGO E DEBORA JOVENS QUE TOMARAM A POSIÇÃO DE SERVIR O REI DA GLÓRIA. A ELE HONRA GLÓRIA E LOUVOR