segunda-feira, 9 de novembro de 2009

A VERDADEIRA PAZ DE CRISTO

E, perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, e os outros presos os escutavam. E de repente sobreveio um tão grande terremoto, que os alicerces do cárcere se moveram, e logo se abriram todas as portas, e foram soltas as prisões de todos.
Sábado estive na Igreja AGUA DA VIDA, em uma bela festa de louvor a Deus e no momento da mensagem (testemunho), falaram da Paz que Cristo dá e meditando acerca dessa paz meu coração se encheu com a situação vivida por PAULO e SILAS e narrada no livro de Atos 16.
Paulo e Silas foram presos por expulsar um espírito de adivinhação de uma jovem e que a era explorada por seus senhores, foram presos receberam 39 chibatadas, foram levados ao cárcere e foram colocados em cadeias, em condições normais imagino como estavam machucados esses homens, que tamanha dor não estariam sentindo. Me imaginando no lugar deles creio que choraria, chamava minha mãe, talvez viesse a morrer por não suportar os ferimentos dos açoites.
Paulo e Silas, não chamaram a mamãe, não choraram nem morreram pelos açoites, eles oraram e louvaram a Deus e ao pensar em uma oração a Deus num momento tão difícil, eu iria orar assim:
Salmos 23 1 O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. 2 Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. 3 Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. 4 Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. 5 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. 6 Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias.
Diz a Palavra que oraram e louvaram, na minha mente o louvor que veio foi esse:
Ao único que é digno de receber
A honra e a glória, a força e o poder
Ao rei eterno imortal,invisível mas real
A Ele ministramos o LOUVOR
Coroamos a Ti oh rei Jesus
Adoramos o Tu nome
Nos rendemos ao teus pés
Consagramos todo nosso ser a Ti
Entendo que o que levou Paulo e Silas a nos deixar essa lição foi verdadeiramente ter em seu coração A PAZ DE CRISTO, o corpo estava preso mais sua alma estava livre a oração e o louvor QUEBRARAM CADEIAS.
Todos temos dificuldades e desafios em nossa vida, em algumas situações os desafios nos aprisionam, em algumas situações os desafios nos causam dor, e fazemos o inverso de Paulo e Silas ao invés de orar e louvar nos calamos nos retraímos e a adoração passa de nossa vida.
Hoje quero convida-lo a fazer diferente, não feche sua boca, não deixe de orar, não deixe de louvar pois a oração e o louvor quebraram as cadeias que te prendem, siga o exemplo de PAULO E SILAS e experimente a verdadeira PAZ DE CRISTO.