segunda-feira, 21 de setembro de 2009

ORANDO PELA IGREJA PERSEGUIDA

O Projeto Amigos de Oração (PAO) tem acompanhado através da Missão Portas Abertas, a realidade dos cristãos perseguidos em vários países. Prisões, torturas, igrejas invadidas e incendiadas são realidades em países como a China, Indonésia, Sudão e Índia. O Brasil é um país livre, aonde os cristãos podem pregar o evangelho de Cristo (ainda) com liberdade. O destaque está em que muitos cristãos brasileiros nunca ouviram falar da Igreja Perseguida (segundo a Missão, apenas 3% dos cristãos no Brasil tem envolvimento com a Igreja Perseguida). Esse artigo não tem o propósito de criar um sensacionalismo gratuito ou chocar você, mas de conscientizá-lo que muitos irmãos têm sido mortos por causa da fé, a fé em Jesus. Enquanto Alguns cristãos aqui deixam de ir à igreja por qualquer motivo, os cristãos perseguidos têm visto suas igrejas sendo demolidas. Enquanto no Brasil muitos têm a Bíblia apenas como um acessório, muitos irmãos da Igreja Perseguida nunca pegaram numa Bíblia Sagrada e os que um dia pegaram, perderam após verem suas casas invadidas pela policia. Esteja orando pelos Cristãos Perseguidos. Mobilizar também reuniões de oração com seus amigos e na sua igreja. Apóie as Campanhas da Missão Portas Abertas pela Igreja Perseguida (visite o site da Missão: www.portasabertas.org.br). Seja mais um a lutar pela causa dos cristãos perseguidos.
Wellington NascimentoCoordenador do PAO
CRISTÃOS TORTURADOS
>> LÍBANO - O pastor libanês Fadi Abdelal, seqüestrado no último domingo pelo Exército israelense em território do Líbano, denunciou ontem ter sofrido torturas nas mãos dos soldados israelenses durante o tempo em que esteve detido. “Eles me bateram e me ameaçaram. Queriam saber para que grupo trabalhava e para quem espionava”, disse Abdelal à agência Efe após chegar a seu povoado, Helta, no sul do Líbano. >> NIGÉRIA – Sanusi Ali, 21 anos, de Katsina, está sendo mantido sob condições horríveis em local desconhecido na cidade de Kano por ter se tornado cristão. A mãe de Sanusi, surda-muda, teve permissão para visitá-lo bem rapidamente no dia 20 de fevereiro. Ela disse que o jovem está acorrentado e num local escuro, recebendo pouca comida, e enfrentando diariamente torturas por se recusar a voltar a ser muçulmano. >> IRÃ - Depois de passar quatro semanas sob a custódia da polícia e ficar à beira da morte por causa das torturas que sofreu, o cristão iraniano Mohsen Namvar, de 44 anos, líder de uma igreja doméstica em Teerã, foi “temporiariamente” solto para voltar à sua casa e se recuperar. Um médico convocado a ir à casa dele administrou remédios e soro para tratar do prisioneiro. Mohsen tinha febre e pressão muito alta.
CRISTÃOS MORTOS
>> FILIPINAS - Rebeldes comunistas do Exército do Povo(NPA, sigla em inglês) executaram o ministro cristão Josefino Estaniel, acusado de ajudar os soldados em uma campanha de anti-insurreição em Mindanao por pregar uma mensagem de amor e não de guerra, segundo um porta-voz regional do Exército filipino. >> FILIPINAS - O pastor Pentecostal Armando Corio morreu após sofrer um atentado em sua própria igreja, na cidade de Massin, província de lloilo, que fica no sul das Filipinas. A polícia procura um suspeito, Rizalde Cordero, que na noite do assassinato foi visto fugindo rapidamente do local do crime com uma faca na mão. Ele está foragido. >> INDONÉSIA – Oranje Tadjodja, tesoureiro do Sínodo da Igreja Protestante de Sulawesi Central, Indonésia, foi encontrado morto a pancadas no dia 16 de novembro junto com o sobrinho, Yohannes Tadjodja, 26, cuja garganta fora cortada. As mortes brutais ocorreram durante uma onda de tiroteios e novos ataques a vilarejos e indivíduos, despertando temores de uma iminente crise na região de Poso de Sulawesi Central. DEMOLIÇÕES >> SUDÃO - Mais de dez igrejas cristãs e um centro de treinamento vocacional administrado pela igreja no campo Wad el Bashier em Omdurman ocidental, no Sudão, foram demolidos pelas autoridades em um exercício de replanejamento que afeta milhares de pessoas. De acordo com fontes da capital sudanesa, Cartum, os centros provisórios de adoração construídos pelos cristãos que fugiram de décadas de guerra civil ou catástrofes naturais foram demolidos, muitos deles nos dois últimos meses. Alguns dos centros são filiados à Igreja Anglicana, às igrejas do Interior Africano e Católica Romana, bem como a Igreja de Cristo do Sudão, disseram elas. >> ÍNDIA - Um cristão foi morto no dia três de março, quando membros do partido político extremista dominante demoliram as casas de 25 cristãos em um bairro pobre de Gujarat, Índia. Ele foi atropelado pela retroescavadeira e morreu instantaneamente enquanto tentava impedir que destruíssem seu barraco. >> INDONÉSIA - Os protestos feitos pelos moradores de Tangerang, província de Banten, evitaram que cinco igrejas protestantes fossem destruídas pelas autoridades públicas. As autoridades agora estão divididas sobre se devem cumprir sua missão ou não. O governo de Tangerang afirmou que as igrejas foram construídas em terreno público e sem permissão alguma. As forças da ordem foram incumbidas de realizar os procedimentos de demolição. EXECUÇÃO NA CHINA