quarta-feira, 5 de agosto de 2009

ATLETA DE CRISTO

“Esmurro meu corpo, levando a servidão, para que tendo eu pregado a muitos não venha eu a ser desqualificado”.
1Co 9.27 O cenário esportivo, na ultima semana tem destacado o grande feito do brasileiro, César Ciello, que diante de grandes nadadores, ele conquistou dois ouros e torna o primeiro brasileiro a conquistar duas medalhas de ouro no mundial de natação, e levou o titulo do nadador mais rápido do mundo. César Ciello, deixou a sua cidade e foi morar longe, porque buscava resultados melhores, deixou a casa, o convívio com os pais, teve de aprender um novo idioma, teve de adaptar-se ao novo estilo de vida, e nas olimpíadas os resultados começaram a aparecer, mais agora no mundial de natação veio a consagração, como todo atleta ele buscou a superação, dominou suas vontades e desejos e hoje ele é um vencedor. O apóstolo Paulo foi um grande atleta de Cristo, enfrentou maratonas intermináveis, entre viagens prisões, açoites, deixando a condição favorável na qual vivia para alcançar um objetivo, e mesmo com tudo que tinha feito, ainda achava ter feito pouco, um homem totalmente comprometido com a obra de Deus, mais que estava buscando mais, ele diz que: “se fez de grego para os gregos, de judeu para os judeus, de fraco para os fracos... tudo por causa do evangelho, com o fim de me tornar cooperador com ele”. E com tudo que ele tinha feito ele tinha medo de ser reprovado por Deus em meio a sua caminhada e mediante a vida do Apóstolo quero tirar alguns ensinamentos para nossa vida. 1) Eu posso dominar-me. Temos o habito de usar outro jargão que diz “a carne é fraca” como sempre tentamos transferir a responsabilidade do nosso fracasso para, pessoas ou para as limitações, não nos esforçamos o suficiente para superar , Caim antes de matar Abel, foi avisado Gn 4:7 ...se procederes bem não é certo que serás aceito, porém o pecado está a porta e cabe a ti dominá-lo. Queridos o domínio está em nós, a força está em nós, o Espírito Santo está em nós, a força de Deus está em nós. 2) Eu sempre posso fazer mais. Temos o habito de usar um jargão evangélico que diz assim ”por mais que eu faça pra Cristo sempre será pouco”, falamos mais diante do primeira escolha que temos, entre uma vontade pessoal e a vontade de Cristo escolhemos a nossa vontade, a passagem do jovem rico ilustra bem o que estamos dizendo, e Jesus fala para ele ’falta-te alguma coisa’, para sermos como Ciello ou como o Apóstolo falta-nos alguma coisa. 3) Eu posso vencer. César Ciello, venceu as provas que disputou e alcançou o seu objetivo, o Apostolo Paulo venceu e alcançou o seu objetivo “Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé”, combati o bom combate, falar em combate é falar em lutas ele lutou e venceu, foram diversas batalhas mais o objetivo dele era vidas ele batalhou pelas vidas e conquistou, completou a carreira, as lutas não o fizeram desistir, teve lutas mais foi até o fim e guardou a fé não desistiu das promessas, ele venceu PAULO VENCEU NÓS PODEMOS VENCER. Se nós buscarmos dominar as nossas atitudes, os nossos desejos a nossa vida, deixando de transferir responsabilidades, se nos esforçarmos mais, podemos vencer, mais NUNCA DESISTA.