quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

A PORTA ESTÁ ABERTA PARA BENÇÃOS EM 2010

...Conheço as tuas obras – eis que tenho diante de ti uma PORTA ABETA, a qual ninguém pode fechar... Apocalipse 3:8 Chegamos ao fim do ano de 2009, com certeza foi um ano de muitas lutas, contabilizamos nesse fim de ano algumas derrotas e com certeza muitas vitorias para Gloria do Senhor Jesus em nossas vidas. O que podemos esperar para o ano de 2010, tem sonhos projetos a serem realizados e precisamos da direção de Deus para conseguir alcançar nossos objetivos. O capitulo três do livro de Apocalipse, trata das cartas as Igrejas da Ásia e dos versos de 7 a 14, ele escreve a igreja de Filadélfia que quer dizer amor fraternal, tanto a cidade quanto a igreja eram pequenas, mais nunca esquecidas por Deus, pois sua obras agradavam a Deus, por isso havia uma PORTA ABERTA, quando agradamos a Deus há uma porta aberta para as bênçãos e no ano de 2010 quero deixar: TRÊS DIREÇÕES DE DEUS PAR ENTRAR PELA PORTA DA VITÓRIA 1° PLANEJAMENTO (Lucas 14: 28 – 30). Apresente seus projetos diante de Deus pedindo a Ele aprovação, depois calcule o inicio meio e fim do seu projeto, para que dando inicio não pare pelo meio, quantas pessoas você conhece que nunca terminam o que começam, você não é uma dessas pessoas pois A PORTA ESTÁ ABERTA PARA BENÇÃOS EM 2010. 2° BASES SOLIDAS (Mateus 7: 24 – 27). Os nossos pés devem estar firmados em Jesus, que é rocha da nossa salvação que deve ser a origem de todos os nossos projetos, se você deixar Deus no controle à vitória é certa, nada poderá impedir sua vitória, A PORTA ESTÁ ABERTA PARA BENÇÃOS EM 2010. 3° PERSEVERANÇA (Apocalipse 3: 12). Em alguns momentos o inimigo pode tentar roubar a sua vitória, tomar a sua benção impedir a sua entrada PELA PORTA DA VITÓRIA, mais se você já PLANEJOU, FIRMOU AS BASES é só PERSEVERAR, não desistir nunca, Isaque só parou de cavar poços quando pode usufruir da água, não desista dos seus projetos até que você possa vencer A PORTA ESTÁ ABERTA PARA BENÇÃOS EM 2010. QUE NESSE ANO DE 2010 VOCÊS POSSAM CONTABILIZAR AS BENÇÃOS COMO SE CONTAM LAJOTAS (MILEROS), E QUE COM ESSAS BENÇÃOS VOCÊ CONSTRUA O CASTELO DE SEUS SONHOS. FELIZ 2010

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

AGENDA MARIANA TORRES E SANTO AGOSTINHO 2010

JANEIRO 24: CONFRETERNIZAÇÃO 26 – 31: PROJETO NILSON BRAGA FEVEREIRO 26 – 28: ANIVERSÁRIO CONGR. SANTO AGOSTINHO MARÇO 06: CULTO JOVENS SANTO AGOSTINHO 13: ENCONTRO DE MULHERES 27 – 29: ANIVERSÁRIO CONGR. MARIANA TORRES ABRIL 02: ENCONTRO DE HOMENS 21: VIAGEM ABRIGO PEDRA DE GUARATIBA MAIO 01: CULTO DE JOVENS 15: SETE HORAS DE ADORAÇÃO 16: HOMENAGEM AS MÃES JUNHO 01: CULTO JOVENS SANTO AGOSTINHO 03: ENCONTRO DE HOMENS 12: JANTAR DE CASAIS JULHO 10: CHÁ DE MULHERES 17: CULTO PARA CRIANÇAS SANTO AGOSTINHO 24 – 25: ESCOLA BIBLICA DE FÉRIAS 31: ACAMPADENTRO AGOSTO 14: DOZE HORAS DE ADORAÇÃO 15 – 16: CULTO ANIVERSÁRIO DO MINISTÉRIO DE LOUVOR KAIROS SETEMBRO 25: PASSEIO DE BARCO OUTUBRO 08 – 09: ACAMPADENTRO 10 – CULTO DIREÇÃO CRIANÇAS 23 – 26: CULTO ANIVERSARIO MINISTÉRIO DE ORAÇÃO NOVEMBRO 06: CULTO DE JOVENS SANTO AGOSTINHO 12 -14: CULTO ANIVERSARIO MINISTÉRIO DE DANÇA 19 – 21: ENCONTRO DE CASAIS DEZEMBRO 12: CONFRATERNIZAÇÃO 18: CONFRATERNIZAÇÃO SANTO AGOSTINHO 22: CEIA NATALINA

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

SIMBOLOS DO NATAL

O que há de verdade e o que há de mentiras no Natal? Devemos comemorar ou não o Natal? Crente pode ter árvore de Natal em casa?
O movimento G12 trouxe muitas histórias, apostilas, demónios ocultos em , fazendo através do medo que as pessoas deixassem de lado as comemorações do Natal, um período onde muita gente ganhou dinheiro vendendo livros e dando palestras. Todos sabemos que o Natal hoje é uma data inteiramente comercial, mais que para o Cristão verdadeiro é um tempo que pode ser proveitoso, para a meditação e analise se o Jesus que nasceu em seu coração está crescendo se está tomando a forma que Deus espera, não há nenhuma indicação bíblica para que comemoremos o nascimento de Jesus, mais isso não quer dizer que não possamos fazer. Quanto a ter árvore de natal em casa é tão pecado quanto ter televisão, telefone, forno de microndas, computador etc...
CONHEÇA OS SÍMBOLOS DO NATAL E SEUS SIGNIFICADOS
O SIGNIFICADO DE NATAL
A palavra “Natal” - tem a ver com nascimento, ou aniversário natalício, especialmente com o dia em que geralmente se comemora o nascimento de Jesus Cristo. Este vocábulo não aparece na Bíblia, e também não foi utilizado pelos primeiros apóstolos. A “festa de Natal” não se inclui entre as festas bíblicas, e não foi instituída por Deus. Teve origem na Igreja Católica Romana a partir do século IV, e daí se expandiu ao protestantismo, e ao resto do mundo. As Enciclopédias de um modo geral contêm informações sobre a origem sob os títulos “natal” e “dia de natal”. Consulte, por exemplo: a) Enciclopédia Católica, edição inglesa; b) Enciclopédia Britânica, edição de 1946; c) Enciclopédia Americana, edição 1944. É fato que o Natal não foi observado pelos primeiros cristãos, durante os primeiros duzentos ou trezentos anos desta era.
A DATA DO NASCIMENTO DE JESUS
Com certeza, Jesus não nasceu em 25 de Dezembro! Pelo exame da Palavra de Deus sabemos que Jesus não nasceu em Dezembro! Lucas 2:8 diz: "Ora, havia naquela mesma região pastores que estavam no campo, e guardavam os seus rebanhos, durante as vigílias da noite.” Dezembro é tempo de inverno. Costuma chover e nevar na região da Palestina ( Confira na Bíblia em Cantares de Salomão 2:11 - Esdras 10:9-13 ). Consequentemente, os pastores não poderiam permanecer ao ar livre nos campos durante as vigílias da noite. Naquela região, as primeiras chuvas costumam chegar nos meses de outubro e novembro. Durante o inverno os pastores recolhem e guardam as ovelhas no aprisco... Eles só permanecem guardando as ovelhas ao ar livre durante o verão! Com certeza, o nosso Senhor não nasceu em 25 de dezembro, quando nenhum rebanho estava no campo! A data exata do nascimento de Jesus é inteiramente desconhecida. O mais plausível é que tenha sido no começo do outono - provavelmente em setembro, aproximadamente seis meses depois da Páscoa. III -
A ORIGEM DO 25 DE DEZEMBRO
Tem a ver com a festividade da brunária pagã (25 de dezembro), que seguia a Saturnália (17-24 de dezembro) celebrando o dia mais curto do ano e o “Novo Sol”… Essas festividades pagãs eram acompanhadas de bebedices e orgias… Pregadores cristãos do ocidente e do oriente próximo, protestaram contra a frivolidade indecorosa com que se celebrava o nascimento de Cristo, enquanto os cristãos da Mesopotâmia acusavam os irmãos ocidentais de idolatria e de culto ao Sol, por aceitarem como Cristã a festividade pagã. Com a aprovação dada por Constantino para a guarda do domingo, dia em que os pagãos adoravam o Sol, e como a influência do maniqueísmo pagão que identificava o filho de Deus como o Sol físico, proporcionou a esses pagãos do século IV, agora “convertidos” em massa ao “cristianismo” o pretexto necessário para chamar a festa de 25 de dezembro (dia do nascimento do deus-Sol) de dia do nascimento do filho de Deus, assim foi que “o Natal” se enraizou no mundo ocidental! O Natal é, portanto, a mesma velha festividade pagã de adoração ao Sol. A única coisa que mudou foi o nome.
O “PAPAI” NOEL E A PRÁTICA DE SE DAR PRESENTES ÀS ESCONDIDAS
O velho “Noel” não é tão bondoso e santo quanto muitos pensam! O nome “Papai Noel” é uma corruptela do nome “São Nicolau”, um bispo romano que viveu no século V. Na Enciclopédia Britânica, vol.19 páginas 648-649, 11ª edição inglesa, consta o seguinte: “São Nicolau, bispo de Mira, um santo venerado pelos gregos e latinos no dia 6 de dezembro… A lenda de suas dádivas oferecidas as escondidas, de dotes, às três filhas de um cidadão empobrecido…” Daí teria surgido a prática de se dar presentes“as escondidas” no dia de São Nicolau (6 de dezembro). Mais tarde essa data fundiu-se com o “Dia de Natal” (25 de dezembro), passando a se adotar também no natal essa prática de se dar presentes “às escondidas”, como o fazia o Saint Klaus (o velho Noel!). Daí surgiu a tradição de se colocar os presentes às escondidas junto às árvores de natal!
A ARVORE DE NATAL E O PRESÉPIO Em quase todos os países do mundo, as pessoas montam árvores de Natal para decorar casas e outros ambientes. Em conjunto com as decorações natalinas, as árvores proporcionam um clima especial neste período. Acredita-se que esta tradição começou em 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero. Certa noite, enquanto caminhava pela floresta, Lutero ficou impressionado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve. As estrelas do céu ajudaram a compor a imagem que Lutero reproduziu com galhos de árvore em sua casa. Além das estrelas, algodão e outros enfeites, ele utilizou velas acesas para mostrar aos seus familiares a bela cena que havia presenciado na floresta. Esta tradição foi trazida para o continente americano por alguns alemães, que vieram morar na América durante o período colonial. No Brasil, país de maioria cristã, as árvores de Natal estão presentes em diversos lugares, pois, além de decorar, simbolizam alegria, paz e esperança. O presépio também representa uma importante decoração natalina. Ele mostra o cenário do nascimento de Jesus, ou seja, uma manjedoura, os animais, os reis Magos e os pais do menino. Esta tradição de montar presépios teve início com São Francisco de Assis, no século XIII. As músicas de Natal também fazem parte desta linda festa.

domingo, 20 de dezembro de 2009

CINCO ATITUDES A SEREM TOMADAS DIANTE DE GRANDES DESAFIOS

A vida cristã é cheia de desafios, quando vencemos um, aparece outro ainda maior, foi assim na vida de Davi, venceu um leão depois venceu um urso e depois venceu um gigante e a vitoria dele causou grande efeito a vitoria de Davi ensinou o povo de Israel a vencer gigantes. Quando você vence um grande desafio e dá testemunho desta vitoria, outros aprendem e quando passam por desafios como o seu ele sabe, que também pode vencer. Em meio aos desafios que temos enfrentado nos últimos dias Deus tem nos dado algumas direções para sairmos vitoriosos e quero compartilhar com os amados. Cinco atitudes a serem tomadas diante de grandes desafios: 1) ASSUMIR RESPONSABILIDADES: tem muita gente passando para os outros a responsabilidade dos problemas que estão vivendo, em alguns casos culpam o Inimigo e ele mesmo não fez nada. Quando assumimos responsabilidades enxergamos os desafios sem sombras, sem mascaras e abrimos espaço para ação de Deus, Israel estava diante de um desafio que parecia pequeno, derrotar uma cidade chamada Ai (Josué: 7), saíram derrotados e não entenderam até que o pecado do povo foi descoberto e o responsável assumiu a responsabilidade, ele pagou pelo erro, e a vitoria veio para o povo,TALVES NESSE MOMENTO ESTAMOS PAGANDO PELO ERRO MAIS A VITÓRIA VIRA PARA QUE O NOME DO SENHOR SER GLORIFICADO. 2) BUSCAR SABEDORIA: quando estamos diante de dificuldades a uma tendência a agir por impulsos, não avaliar os pros os contra, deixamos muitas vezes de ouvir conselhos, e o que é pior não ouvimos a voz de Deus, o rei Salomão sabia que Governar sobre o povo de Deus era um grande desafio por isso pediu a Deus sabedoria, a bíblia também fala da necessidade da mulher em buscar sabedoria para edificar sua própria casa, a sabedoria nos dá estratégias, a sabedoria nos traz direções, a sabedoria nos faz buscar a Deus pois o principio da sabedoria é o temos ao Senhor (Provérbios 1: 7). 3) SER UMA PESSOA DE AÇÃO: não vencemos desafios de mãos cruzadas, é preciso ter disposição para alcançar a vitória, quando observamos as vitórias alcançadas por Israel, o Povo fez sua parte, Deus operou os milagres, e lembro-me da travessia do mar vermelho (Ex: 14), Deus não os passou por cima do mar mais viram o mar abrindo a sua frente enquanto caminhavam. A igreja tem desafios e não os vencerá se não se movimentar. 4) TER UM CORAÇÃO DECIDIDO: Ter um coração decidido é acreditar que você realmente pode vencer, lembro-me de Daniel (Dn: 1:8) principalmente na versão corrigida, que diz “propôs no seu coração não contaminar.. “ ele estava diante de um grande desafio, estava deixando os manjares do rei de lado e ainda tinha de parecer estar com boa aparência, era um desafia mais ele confiou e venceu. Quem quer vencer tem de acreditar e a vitória é certa no nome de Jesus. 5) PERSEVERAR ACONTEÇA O QUE ACONTECER: Sê valente! Tem uma canção de Salmos e Hinos que trata bem essas coisas, nunca desistir não voltar a traz, as cartas as igrejas do Apocalipse, termina com as frases AO QUE VENCER, Não desistir nunca, Isaque não parou de cavar os poços até que pode beber de sua água, não devemos parar até termos a vitória. Lembro-me do cartaz do sapo na boca da garça nunca desista LUTE.

sábado, 19 de dezembro de 2009

Entrevista com Anne Graham

SERÁ QUE DEUS É CULPADO ?
Finalmente a verdade é dita na TV Americana. A filha de Billy Graham estava sendo entrevistada no Early Show e Jane Clayson perguntou a ela: Como é que Deus teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro?Anne Graham deu uma resposta profunda e sábia: Eu creio que Deus ficou profundamente triste com o que aconteceu, tanto quanto nós. Por muitos anos temos dito para Deus não interferir em nossas escolhas, sair do nosso governo e sair de nossas vidas. Sendo um cavalheiro como Deus é, eu creio que Ele calmamente nos deixou. Como poderemos esperar que Deus nos dê a sua benção e a sua proteção se nós exigimos que Ele não se envolva mais conosco. À vista de tantos acontecimentos recentes; ataque dos terroristas, tiroteio nas escolas, etc... Eu creio que tudo começou desde que Madeline Murray (que foi assassinada), se queixou de que era impróprio se fazer oração nas escolas Americanas como se fazia tradicionalmente, e nós concordamos com a sua opinião. Depois disso, alguém disse que seria melhor também não ler mais a Bíblia nas escolas... A Bíblia que nos ensina que não devemos matar, roubar e devemos amar o nosso próximo como a nós mesmos. E nós concordamos com esse alguém. Logo depois o Dr.. Benjamin Spock disse que não deveríamos bater em nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua auto estima (o filho dele se suicidou) e nós dissemos: Um perito nesse assunto deve saber o que está falando;. E então concordamos com ele. Depois alguém disse que os professores e diretores das escolas não deveriam disciplinar nossos filhos quando se comportassem mal. Então foi decidido que nenhum professor poderia tocar nos alunos...(há diferença entre disciplinar e tocar). Aí, alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim o quisessem. E nós aceitamos sem ao menos questionar. Então foi dito que deveríamos dar aos nossos filhos tantas camisinhas, quantas eles quisessem para que eles pudessem se divertir à vontade. E nós dissemos: ;Está bem; Então alguém sugeriu que imprimíssemos revistas com fotografias de mulheres nuas, e disséssemos que isto é uma coisa sadia e uma apreciação natural do corpo feminino. Depois uma outra pessoa levou isso um passo mais adiante e publicou fotos de Crianças nuas e foi mais além ainda, colocando-as à disposição da internet. E nós dissemos: Está bem, isto é democracia, e eles tem o direito de ter liberdade de se expressar e fazer isso
Agora nós estamos nos perguntando porque nossos filhos não têm consciência e porque não sabem distinguir o bem e o mal, o certo e o errado; porque não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe ou a si próprios... Provavelmente, se nós analisarmos seriamente, iremos facilmente compreender: nós colhemos só aquilo que semeamos!!! Uma menina escreveu um bilhetinho para Deus: Senhor, porque não salvaste aquela criança na escola? A resposta dele: Querida criança, não me deixam entrar nas escolas!!! É triste como as pessoas simplesmente culpam a Deus e não entendem porque o mundo está indo a passos largos para o inferno. É triste como cremos em tudo que os Jornais e a TV dizem, mas duvidamos do que a Bíblia, ou do que a sua religião, que você diz que segue ensina. É triste como alguém diz: "Eu creio em Deus. Mas ainda assim segue a satanás, que, por sinal, também Crê em Deus. É engraçado como somos rápidos para julgar mas não queremos ser julgados! Como podemos enviar centenas de piadas pelo e-mail, e elas se espalham como fogo, mas, quando tentamos enviar algum e-mail falando de Deus, as pessoas têm medo de compartilhar e reenviá-los a outros! É triste ver como o material imoral, obsceno e vulgar corre livremente na internet, mas uma discussão pública a respeito de Deus é suprimida rapidamente na escola e no trabalho. É triste ver como as pessoas ficam inflamadas a respeito de Cristo no domingo, mas depois se transformam em cristãos invisíveis pelo resto da semana . Você mesmo pode não querer reenviar esta mensagem a muitos de sua lista de endereços porque você não tem certeza a respeito de como a receberão, ou do que pensarão a seu respeito, por lhes ter enviado. Não é verdade? Gozado que nós nos preocupamos mais com o que as outras pessoas pensam a nosso respeito do que com o que Deus pensa...
ESTA MENSAGEM ESTÁ DISPONIVEL EM SLIDE FONTE: http://www.slideshare.net/

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

MANANCIAL OU CISTERNA

"Porque dois males cometeu o meu povo: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm as águas". - Jeremias 2.13
Naqueles dias não havia água encanada, e o povo dependia dos mananciais para sua sobrevivência. Entretanto, tanto pela falta do manancial como pelo comodismo de não precisar buscar água todos os dias, as pessoas passaram a usar cisternas.
A cisterna era um reservatório de água de chuva, e era muito prática, uma vez que evitava o trabalho de se ir diariamente atrás de uma fonte. Temos muitos exemplos bíblicos de pessoas indo aos poços para buscar água. Isto era algo comum a todos, razão pela qual Deus escolhe justamente esta figura para ilustrar a verdade espiritual que o Seu povo necessitava ouvir e entender.
Qualquer um sabe que há uma diferença na qualidade da água proveniente da fonte e do poço. Mas o que Deus está dizendo não é algo ligado à qualidade da água, mas ao fato de que, espiritualmente falando, as cisternas não funcionam.
Deus chamou as cisternas que Seu povo vinha cavando de rotas, que não podiam reter as águas. Portanto, nesta comparação que o Senhor faz, a conclusão é única: quem bebe da fonte tem a água, enquanto que quem tenta a cisterna acaba ficando sem água!Muitos de nós achamos que é possível “driblar” o princípio da busca diária e tentamos “encher nosso reservatório” nos cultos.
Há pessoas que durante toda a semana não oram e nem lêem a Bíblia, mas acham que um culto é suficiente para mantê-las abastecidas. Era disto que Deus falava. Porque preferimos encher nossa cisterna em vez de ir diariamente à fonte?
Talvez por mero comodismo, mas o fato é que temos falhado numa área vital de nosso relacionamento com o Pai Celeste. Ninguém sobrevive de estoque em sua vida espiritual.
Não existe uma espécie de “crente-camelo” que enche o tanque e agüenta quarenta dias no deserto! Creio que esta é uma área importantíssima a ser ordenada em nossas vidas.
Não há nada que nos leve a estar mais próximos de Deus do que o relacionamento diário. Esta idéia de beber da fonte é usada por Deus em toda a Bíblia, e penso que isto serve para cultivar em nós uma mentalidade correta de nosso relacionamento com Ele.

UM POUCO DE HISTÓRIA DENOMINACIONAL

MISSÃO EVANGELIZADORA DO BRASIL E PORTUGAL -MEBP
Em meados de 1890 a Igreja Evangélica Fluminense, pioneira no evangelismo brasileiro, resolveu fazer uma grande campanha evangelística. Devido a muitos moradores da cidade que não tinham coragem de ir ao templo evangélico, por proibição do clero romano, que os ameaçava de excomunhão, foi constituída uma comissão, que resolveu alugar o teatro Fenix Dramático, onde foram realizadas diversas conferências a partir de 14 de outubro, que resultou em muitas conversões a Cristo. Com tamanho sucesso, ficou resolvido organizar uma entidade missionária com o objetivo de continuar o trabalho de evangelização. Assim surgiu a Sociedade de Evangelização, que depois, foi-lhe acrescentada a expressão do Rio de Janeiro. Foi fundada em 08 de novembro de 1890. Suas atividades no entanto, só tiveram início em janeiro de 1891 . O lema adotado pela Sociedade, está em Marcos 16: 15: "Ide por todo mundo e pregai o Evangelho a toda criatura". E em 22 de julho de 1919 teve o seu nome mudado para Missão Evangelizadora do Brasil e Portugal: MEBP. O trabalho da MEBP abrangeu os campos de Piraí, Volta Redonda (RJ); Cataguases, Itamarati, Astolfo Dutra, Muriaé (MG); Atibaia, Franca (SP); Cupira (PE); Chelas, Paio Pires, Ponte do Sôr e respectivas Missões ou Congregações (Portugal). A Missão também financiou o estudo de dois jovens portugueses no Seminário Teológico. Organizou "Feiras missionárias" e "Bazares" com o fim de divulgar o trabalho de missões e também arrecadar fundos para a manutenção de seus Obreiros. Em 1987, numa das Feiras, contamos com a participação do Missionário James Hudson Taylor III, bisneto de Hudson Taylor, conhecido como o primeiro missionário enviado a China. A missão Evangelizadora do Brasil e Portugal criou o "Boletim Ocasional" para publicar suas atividades e as dos diversos campos e respectivos obreiros. É a primeira Missão transcultural no Brasil. Na década de 90 ampliou seu raio de ação missionária cooperando com onze campos nacionais e nove no exterior. Atualmente coopera com os seguintes campos: No Brasil Campo da Paraíba (PB), Paragominas (PA), Porto R. do Colégio (AL), Cascavel (PR) e Maringá (PR). No exterior Castellón (Espanha), Esmirna (Turquia), Montargil (Portugal), Mora (Portugal), Norte da África e Sudão (África). Em 22 de novembro de 2009, adquirimos autorização para comercializar os Salmos e Hinos, com a Igreja Evangélica Fluminense, detentora dos direitos autorais das Obras. Ressaltamos que os recursos apurados com as vendas serão revertidos em ações para os campos missionários. Denilson Ferreira Administrador da MEBP

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

AS ARMAS DA NOSSA GUERRA

E um crente anda armado?
Segundo a Bíblia, sim. Mas, antes que alguém saia correndo para comprar uma pistola automática, quero esclarecer esse negócio. Não estamos falando de arma de fogo.
Há um tipo de arma indispensável na vida do seguidor de Cristo. Antes de falar dela, quero falar de um certo ambiente onde é muito necessária.
Imagine-se acordando um dia e achando sua casa bem no meio de um bombardeio. Granadas explodindo ao seu redor, metralhadoras vomitando projéteis para todas as direções e gente alvejada gritando em desespero mortal... qual seria sua reação? Levantaria tranqüilo, tomaria um demorado banho, depois um gostoso café e sairia direto para o serviço ou para a escola? Certamente sua primeira reação seria a proteção e a preservação de sua família.
Agora pense no texto de Efésios 6.11-18. Você não vê, mas essa guerra está acontecendo ao seu redor, todos os dias. Você não vê, mas isso não quer dizer que ela não exista.
Numa linguagem espiritual o apóstolo Paulo escreve que o mundo é um campo de batalha (6:12). Você já atentou para esse fato, essa realidade?Essa batalha não é física, ela é espiritual. Negar essa realidade bíblica não altera o fato de que vivemos cercados por forças espirituais todos os dias, o tempo todo. Essa é a razão porque Paulo diz que precisamos ser \"fortalecidos NO SENHOR e na força do seu poder\" (6:10) e devemos nos proteger com \"TODA a armadura de Deus\" (6:11,13).
Cada parte dessa armadura tem seu valor, sua importância, no campo espiritual.
O cinto (6:14). Essa peça firma a armadura ao corpo do soldado. Isso fala do apego e forte envolvimento com a Palavra de Deus. Ela é poderosa para anular os enganos do inimigo, nos envolvendo e firmando em Deus.
A couraça (6:14). Essa parte da armadura protege o peito, o coração. Aqui o coração é protegido pela justiça de Deus contra todo o mal.
Os calçados (6:15). Isso fala de andar no evangelho, de testemunhar da verdade transformadora. À medida que anda, o soldado de Cristo avança conquistando parentes, amigos e conhecidos enredados pelo engano do inimigo, diminuindo e enfraquecendo suas fileiras.
O escudo (6:16). A fé é o escudo do cristão contra \"todos os dardos inflamados do maligno\". A fé anula e desfaz os intentos de medo, dúvida, desespero, desânimo que o inimigo espiritual lança contra nós diariamente.
O capacete (6.17). Parte que protege a cabeça. Isso fala de guardar a mente, os pensamentos, em Cristo Jesus nosso salvador.
A espada (6:17). A única arma ofensiva que o cristão precisa utilizar é a palavra de Deus. Foi essa espada que Jesus brandiu no deserto contra o diabo, depois de passar 40 dias em jejum e oração. Ele não usou nada além da palavra: “... está escrito, satanás...” (Mt 4.1-10). O diabo teme a Palavra de Deus na boca do crente.Você já percebeu que todas as partes dessa armadura falam de Cristo? Ele é a verdade, a justiça, a fé, a paz. Cheios dele, revestidos de Deus. Ele é nossa armadura.
Todos os dias devemos nos revestir de Cristo, conscientemente, intencionalmente.Você não pode lutar sozinho contra as forças espirituais. É necessário usar a armadura que Deus oferece, e reconhecer que está num campo de batalha espiritual, pondo em prática uma vigilância constante. Em seu livro “Cartas de um diabo a seu aprendiz” C.S. Lewis nos conta que o diabo chefe ensinou ao diabo aprendiz que uma das armas mais eficazes contra os crentes é a distração. De fato, a distração tem deixado os crentes expostos no campo de batalha. O que mais tem distraído você na luta espiritual? Creio que uma das maiores distrações que o inimigo tem conseguido nos impor é nos levar a ficar ocupados com nossos programas, mas não termos tempo para a leitura e meditação da Bíblica acompanhada de oração (Ef 6.18).

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

AS DUAS VINDAS DE JESUS

O Senhor Jesus Cristo a quem nós exaltamos no Natal não é só um bebê em uma manjedoura. Ele não é uma figura numa história de crianças. Ele é muito mais. - A primeira vez que Ele veio, Ele veio ocultado na forma de uma criança. A próxima vez quando vem, e nós acreditamos que será em breve, Ele virá desvelado, e será abundantemente e imediatamente claro para todo o mundo quem Ele realmente é. - A primeira vez que Ele veio, uma estrela marcou a sua vinda. A próxima vez que Ele vem, os céus inteiros irão se recolher como um pergaminho, e todas as estrelas cairão do céu, e Ele iluminará tudo. - A primeira vez que Ele veio, magos e pastores trouxeram presentes para Ele. A próxima vez que Ele vem, Ele trará presentes, recompensa para os que são dEle. - A primeira vez que Ele veio, não havia nenhum lugar para Ele. A próxima vez que Ele vem, o mundo inteiro não poderá conter a glória dEle. - A primeira vez que Ele veio, só alguns assistiram a chegada dEle – alguns pastores e magos. A próxima vez que Ele vem, todo olho O verá. - A primeira vez Ele veio como um bebê. Logo ele virá como o Rei Soberano e Senhor. Green, Michael P., Illustrations for Biblical Preaching, (Grand Rapids, Michigan: Baker Book House) 1989, [Online] Available: Logos Library System. [em http://www.hermeneutica.com.br/]

domingo, 13 de dezembro de 2009

Projeto Braguinha

Família AMEOVALE, Anexas algumas fotos do andamento das obras do templo do Projeto Braguinha, que acontecerá nos dias 26 a 31/01/2010. Procure seu pastor e diga a ele que você quer participar. As áreas de trabalho são as seguintes: ___Intercessão ___Evangelização ___Discipulado ___Louvor ___Divulgação ___Cozinha ___Obras ___Distribuição de roupas (Bazar) ___Corte de cabelo ___Trabalhos manuais ___Atividade com crianças ___Área médica ___Área odontológica ___Enfermagem
O preço é R$ 120,00 incluindo hospedagem e alimentação a semana toda e pode ser pago até no dia do Projeto. Todos os recursos serão aplicados na construção do templo. Inscreva-se rápido!!! Espero te ver lá! Pr. Gerson Moura Martins

sábado, 12 de dezembro de 2009

DIA DA BÍBLIA

A origem do dia da bíblia.
Durante o período do Império, a liberdade religiosa aos cultos protestantes era muito restrita, o que impedia que se manifestassem publicamente. O Dia da Bíblia surgiu em 1549, na Grã-Bretanha, quando o Bispo Cranmer, incluiu no livro de orações do Rei Eduardo VI um dia especial para que a população intercedesse em favor da leitura do Livro Sagrado.
A data escolhida foi o segundo domingo do Advento - celebrado nos quatro domingos que antecedem o Natal. Foi assim que o segundo domingo de dezembro tornou-se o Dia da Bíblia. No Brasil, o Dia da Bíblia passou a ser celebrado em 1850, com a chegada, da Europa e dos Estados Unidos, dos primeiros missionários evangélicos que aqui vieram semear a Palavra de Deus.Durante o período do Império, a liberdade religiosa aos cultos protestantes era muito restrita, o que impedia que se manifestassem publicamente. Por volta de 1880, esta situação foi se modificando e o movimento evangélico, juntamente com o Dia da Bíblia, se popularizando.
Pouco a pouco, as diversas denominações evangélicas institucionalizaram a tradição do Dia da Bíblia, que ganhou ainda mais força com a fundação da Sociedade Bíblica do Brasil, em junho de 1948. Em dezembro deste mesmo ano, houve uma das primeiras manifestações públicas do Dia da Bíblia, em São Paulo, no Monumento do Ipiranga.
Hoje, o dia dedicado às Escrituras Sagradas é comemorado em cerca de 60 países, sendo que em alguns, a data é celebrada no segundo Domingo de setembro, numa referência ao trabalho do tradutor Jerônimo, na Vulgata, conhecida tradução da Bíblia para o latim. As comemorações do segundo domingo de dezembro mobilizam, todos os anos, milhões de cristãos em todo o País.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

A mente é um grande campo de batalha, se estamos com a mente legal enfrentamos qualquer desafio, mais se não está boa pequenas pedras nos derrubam. O apostolo Paulo era uma pessoa com uma mente privilegiada, pois “as aflições do tempo presente não impediam de enxergar a glória futura a ser revelada por intermédio do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”. A carta Igreja de Filipos foi escrita entre 61 e 63 dC, e Paulo nessa ocasião encontrava-se preso em Roma e mesmo em meio a cadeias, escreveu essa carta como se estivesse vivendo os dias mais tranquilos de sua vida. Queridos, Paulo tinha algo que tem faltado a muito Cristão nos dias atuais a verdadeira PAZ DE CRISTO, a paz no mundo é não ter guerra é uma anistia, a PAZ DE CRISTO não é a ausência de guerra, e sim a confiança que em meio a guerra Ele se faz presente, Paulo estava preso mais a alma estava livre, pois ele tinha uma certeza “não sou eu mais quem vive, mais Cristo vive em mim”, por isso nessa manhã deixo essa palavra, 1- Conversão – mudança de pensar. Triagem constante de conceitos e ideias. 2- A mente convertida oferece a Deus culto racional – Rm 12:1,2 3- verdadeiro – Ef 4:25; Rm 3:4; Ef 6:14 4- honesto – 1 Tm 2:2; 3:4; Tt 2:2,7; 3:8 5- justo – verificar retidão nos atos e palavras – Cl 4:1 6- puro – 2 Co 11:2; Tg 3:17; 1 João 3:3 7- amável – 8- boa fama (reputação) – Ec 7:1 – é o perfume que dura mais ! Tornar-se um cristão forte envolve uma mudança completa de personalidade, do coração para fora. Para se comportar como um cristão, precisa-se pensar como um cristão. O cristão precisa pensar ativamente, e não passivamente. Paulo diz para deixar que esta coisa "ocupe o vosso pensamento" (4:8). Uma mente ociosa acolherá todo tipo de pensamentos, desde os bons até os maus; mas uma mente ativa trabalhará para controlar-se, detendo-se no que é nobre e bom, deixando fora o que corrompe.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

HUMOR

"O medo"

Seus compatriotas, diz o pesquisador inglês Michael Whiteburgh, que estuda o estresse, têm medo de muitas coisas – mas o que mais temem é a solidão. O psiquiatra Whiteburgh, que mantém clínicas de repouso em Liverpool e Londres, publicou uma lista das principais fobias (com base em 2.000 casos de que tratou). Nela, a solidão (monofobia) está na frente da claustrofobia (medo de ficar em ambientes apertados), da agorafobia (medo de ficar em grandes espaços descobertos), da insetofobia (medo de insetos), da zoofobia (medo de animais) e da astafobia (medo de trovões). O medo de voar vem mais adiante, até mesmo depois do medo de andar de metrô..."
O medo é a doença dos nossos dias. Ele assumiu proporções assustadoras. Quando as pessoas não procuram a Deus, enchem-se os consultórios de psicólogos e psiquiatras. Alguns dos medicamentos mais usados são os psicofármacos, tomados contra o medo, a inquietação e a insônia. É notável também que justamente no tempo do Natal aumentam a solidão e o medo. Parece tratar-se do tempo em que o homem percebe de maneira especial que lhe faltam a alegria interior e a segurança em Deus. Durante quase todo o ano, muitas pessoas tentam criar para si um paraíso artificial, tomando comprimidos e realizando muitas atividades; elas tentam afastar o medo e a solidão. Mas justamente no tempo do Natal elas percebem que a fuga não dá certo e que o medo e o desespero as alcançam. No entanto, o medo foi vencido através de Jesus Cristo e Sua vinda ao mundo. E com Ele veio a alegria procedente de Deus. Ninguém precisa mais ser solitário.
A mensagem do anjo por ocasião do anúncio do nascimento de Jesus em Belém é emoldurada por duas afirmações significativas, que têm Jesus por conteúdo: "Não temais" e "grande alegria". A respeito, lemos em Lucas 2.10: "O anjo, porém, lhes disse: Não temais: eis aqui vos trago boa nova de grande alegria, que o será para todo o povo". Sim, através da Sua vinda, Jesus transformou o medo em alegria, e essa alegria está disponível para todos. Deus é a fonte da alegria, na Sua "presença há plenitude de alegria" (Sl 16.11; Is 12.3). Quem não conhece realmente a Deus, não imagina que alegria está deixando de ter. Jesus veio para nos trazer essa alegria, sim, Ele quer que Sua própria alegria permaneça em nós e que nosso gozo seja completo (Jo 15.11).
Um neurologista escreveu certa vez um livro intitulado: "Deixe seus nervos nas mãos de Deus." Jesus sabe do seu medo, Ele mesmo o venceu no Getsêmani e na cruz do Calvário.
O que falta a muitas pessoas é a fé para irem confiantemente a Jesus com todas as cargas, cotendes pedido em meu nome; pedi, e recebereis, para que a vossa alegria seja completa"m todos os temores e pecados. "Até agora nada tendes pedido em meu nome; pedi, e recebereis, para que a vossa alegria seja completa" (Jo 16.24).
Faça isso agora mesmo! (Norbert Lieth - http://www.apaz.com.br/)

DOM GRATUITO

Salvação é um dom gratuito
Deus o ama e deseja que você saiba que a salvação não é pelas obras, é um dom. O caminho da salvação provido por Deus é receber a Cristo pessoalmente, confiando nele somente para nos salvar.
Romanos 6:23: "Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor."
Não podemos fazer-nos "dignos" da graça de Deus. Salvação é um dom gratuito ao indigno, ao que não merece, e todos nós estamos nesta categoria. "Cristo morreu pelos ímpios" -- Romanos 5:6.Efésios 2:8, 9: "Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie."
Necessitamos de uma nova natureza!Deus o ama e deseja que você saiba que há somente um caminho para a salvação, e esse é mediante o nascer de novo.João 3:7: "Importa-vos nascer de novo." João 1:12 diz-nos como. "Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber: aos que crêem no seu nome."
Aceitar a Jesus é a única maneira de nascer de novo.Não somos filhos de Deus por natureza. Devemos receber a Cristo a fim de nos tornarmos filhos de Deus.Somente Jesus pode limpar os nossos pecados e mudar nossa natureza; 1 Pedro 2:24: "Carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados."
Jesus tomou nosso lugar e derramou seu sangue a fim de nos lavar os pecados. Quantia alguma de "boas obras" pode lavar um único pecado ou trocar nossa natureza.
Salvação ocorre quando clamamos a Jesus, crendo, para nos salvar. Então ele entra em nossa vida e nos tornamos filhos de Deus com uma nova natureza.
Embora a salvação não seja pelas obras, a salvação verdadeira sempre produz mudança de vida.
Cristo entra mediante convite pessoal, como Senhor e Salvador para mudar nossa vida e viver sua vida por intermédio de nós.A salvação é instantânea!Deus o ama e deseja que você saiba que a salvação é instantânea.
No momento em que nos arrependemos, que deixamos nossos pecados e nos voltamos para Jesus, ele nos salva. Como diz o hino: "Tal qual estou, eis-me aqui Senhor, pois o teu sangue remidor..." Cristo disse ao ladrão não batizado e não salvo, na cruz, (uma resposta instantânea de salvação ao clamor confiante do ladrão): "Hoje estarás comigo no paraíso" -- Lucas 23:43. (Paraíso é o mesmo lugar que Paulo viu como o céu de Deus, 2 Coríntios 12:2-4.) Jesus garantiu a salvação de uma prostituta: "A tua fé te salvou; vai-te em paz" -- Veja Lucas 7:50. Salvação instantânea!A salvação inclui o aceitar a Jesus Cristo tanto como Senhor (Deus, Senhor, novo gerente de nossa vida) e Salvador. Envolve a crença de coração (o centro de nosso ser que rege, governa e escolhe). Romanos 10:9: "Se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos serás salvo."
A salvação é simples Deus o ama e deseja que você saiba que a salvação é simples. Romanos 10:13: "Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor, será salvo." "O sangue de Jesus, seu Filho, [de Deus] nos purifica de todo pecado" -- 1 João 1:7.
Devemos, pessoalmente e com fé, clamar a Jesus para nos salvar. É assim que o recebemos. Se clamarmos assim, ele deve salvar-nos, ou Deus estaria mentindo, e Deus não pode mentir.
Se Jesus nos amou a ponto de morrer para nos salvar, então desapontar-nos-ia quando invocássemos o seu nome?
É claro que não! Deus o ama e deseja que você seja salvo. Você gostaria de receber Jesus como seu Senhor e Salvador neste instante?
Eis uma oração que você pode fazer agora mesmo com todo o coração:
"Senhor Jesus, entra em meu coração e em minha vida. Lava-me de todo pecado com teu sangue vertido. Faze-me um filho de Deus. Dá-me teu dom gratuito de vida eterna, e faze-me saber que estou salvo, agora e para sempre. Agora recebo-te como meu único Senhor e Salvador pessoal. Em nome de Jesus. Amém."Jesus o salvou ou ele mentiu? Ele tinha de fazer uma das duas coisas.
Segundo Romanos 10:13, se você invocou, crendo Nele, Ele o salvou e você está limpo de seu pecado.A salvação é certaA pessoa pode saber que é salva não simplesmente pelo sentimento, mas porque a Palavra de Deus o afirma! Decore João 3:36: "Quem crê no Filho tem a vida eterna."
O que é que você tem neste instante, segundo a Palavra de Deus? Para onde você iria se morresse neste instante, segundo a Palavra de Deus? " (Porque andamos por fé, e não por vista). Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor".(2 Coríntios 5:7,8)
Se agora você sabe que Jesus o salvou, segundo sua palavra, por favor, tire alguns instantes agora e agradeça-lhe em voz alta o tê-lo salvo enquanto oramos.1 João 5:13: "Estas cousas vos escrevi a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus."
Salvação é crer! Escolha crer em Cristo, com sentimentos ou sem eles, e Ele lhe provará Sua realidade à medida que você der o passo da fé, crendo que Ele cumpriu Sua palavra e o salvou.
Três homens entram no mesmo elevador e querem ir para o sétimo andar. Um sorri, outro chora, outro tem o rosto impassível, sem emoções. Todos os três chegam ao sétimo andar, a despeito de seus sentimentos, porque acreditaram no elevador e se entregaram a ele. Assim também acontece com a confiança em Cristo -- com sentimentos ou sem eles. Ele o salvará instantaneamente e o levará aos céus.A realidade de sua salvação mostrar-se-á em sua reação de amor em obediência ao seguir a Jesus Cristo.
João 14:23: "Se alguém me ama, guardará a minha palavra." Se você realmente foi salvo, você obedecerá!Entre outras coisas, isto significa que você sairá do mormonismo e seguirá ao Cristo bíblico!A salvação verdadeira produz boas obras e obediência a CristoTrabalhar pela salvação mostra incredulidade na suficiência de Jesus Cristo para nos salvar. Entretanto, a salvação verdadeira e a verdadeira fé, sempre produzem boas obras!
Tiago 2:20: "Queres, pois, ficar certo, ó homem insensato, de que a fé sem as obras é inoperante?"Macieiras produzem maçãs. Os cristãos verdadeiros produzem boas obras. As maçãs são produtos da árvore e provam que é uma macieira. Mas já era macieira antes de produzir maçãs. Da mesma forma, as boas obras nunca produzem um cristão; meramente provam que essa pessoa é cristã. De acordo com 2 Coríntios 5:17: "E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura: as cousas antigas já passaram; eis que se fizeram novas."
Devemos ter a salvação a fim de demonstrá-la, assim como devemos ter o carro antes de podermos demonstrá-lo!

FK LIGADO

Pulseiras coloridas do sexo:
Brincadeira de Criança?
O processo de erotização das crianças continua, e agora num jogo com pulseiras coloridas expõe crianças e adolescentes à doenças e ao estupro Depoimento de Thayna Santos no Blog "Chá das 5". (http://nosso-cha.blogspot.com): O tempo passa e as “brincadeiras” ficam bem sérias. Quem diria que pulseirinhas coloridinhas de siliconizinho iria fazer a minha mãe pegar o telefone e imediatamente gritar para a minha prima de 13 anos tirar as benditas pulseiras do braço! Até as acho bonitas e descoladas, lembro que quando mais nova tinha umas de plástico e um tipo de arame que quebravam fácil e arrancava os pelinhos do braço. Mas a moda entre os pré adolescentes e os adolescentes hoje, é o uso de pulseiras coloridas que ao colocá-las automaticamente você está participando de um jogo chamado Snap, onde cada cor tem uma ação e dependendo de qual cor, você pode estar expressando que aceita fazer sexo. Pois é uma simples pulseira! Estou até meio “retrô” hoje, mas lembro que antes brincavamos de salada de frutas ou ir a uma Festa do Farol, que no máximo rolava um beijo. Hoje com o jogo das pulseiras tudo se resume a sexo. E os pais sem saberem disso chegam até a comprar para os seus filhos. Claro que a educação conta muito, mas é bom todos conhecerem o real significado das “inocentes pulseirinhas”.
Esta febre foi explicada em um email que recebemos da matéria do jornalista Vitor Ferri do jornal Agora. Segue a descrição de cada cor da pulseira: AMARELA: Abraço; ROSA: Mostrar o peito; LARANJA : Dentadinha do amor; ROXA: Beijo com a língua e talvez sexo; VERDE: Chupões no pescoço; VERMELHA: Fazer uma Lap dance (não sei o que significa, se alguém souber e explicar, ótimo!); PINK: Sexo oral a ser praticado pelo rapaz; BRANCA: A menina escolhe o que preferir; AZUL: Sexo oral a ser praticado pela menina; PRETA: Fazer sexo com quem arrebentar a sua pulseira; DOURADA: Tudo que foi citado acima.
Este jogo teve início na Inglaterra e como hoje com a velocidade das informações, os nossos pré adolescentes antenados do jeito que são, já conhecem o tal do Snap. Agora imagina você sem saber disso e acha-las legais para usar, compra um monte (custam em média $1,50 doze unidades), e como a cor dourada tá na moda... vai lá e enche o braço delas ... Oh inocência!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

PERDÃO

Um dos aspectos mais importantes do Evangelho de Cristo é a mensagem que fala sobre o perdão. Perdão no seu sentido mais amplo. Perdão incondicional. Perdão sem acepção de pessoas. Esta é a mensagem que a Igreja deve viver e pregar.Na verdade, ela prega que Jesus morreu para libertar o mais vil pecador. Todos os cristãos acreditam nesta verdade.
Jesus é o grande perdoador.
Se uma prostituta se aproxima dele pedindo misericórdia, ela pode voltar a viver uma vida completamente livre desse pecado.
Se um ladrão ouve o Evangelho e se converte, ele recebe de imediato o perdão de seus delitos. Isto nos dá uma visão de que a mensagem que a Igreja prega, vale para todos os homens independentemente da situação de pecado em que vivem.
No entanto, não é bem assim que acontece.
A realidade nos mostra que esse perdão vale para todos, menos para o crente. Talvez você já tenha percebido isto em sua comunidade. O grande problema é que ao se tornar membro da igreja, o crente perde muito em relação à mensagem que ouve.
Ao invés de continuar sendo uma mensagem de perdão incondicional, ela muda para uma mensagem de condenação.Coitado do crente que erra, que por algum motivo sai dos eixos estabelecidos pela igreja.
Uma vez dentro, ele se torna alvo de uma fiscalização implacável.Quem mais sofre com esta postura de desamor é o crente fraco, o débil na fé. Aquele que abraçou o Evangelho, mas não conseguiu ainda se desvencilhar dos esparadrapos do mundo.
Isto tem provocado um grande êxodo de pessoas, que deixam a comunhão dos santos, para viverem do lado de fora numa comunhão mais calma e tranqüila com os incrédulos.Veja um exemplo que pode ocorrer em qualquer igreja desta cidade.
Considere a confissão de uma pessoa feita ao pastor, ou a um dos dirigentes da comunidade.
“Pastor, ore por mim, porque eu pequei...” Então, esta pessoa relata os detalhes do seu pecado, cheia de lágrimas e arrependimento.
“Bem irmã, quando foi que a senhora cometeu estas coisas: foi antes ou depois da sua conversão?”E ela de cabeça baixa responde ao pastor: “Foi antes da minha conversão”!
A resposta do pastor vem cheia de alegria e convicção:
“Ah minha irmã, não há problema! Você não sabe que Jesus já morreu pelos nossos pecados?
A irmã já foi perdoada em nome do Senhor”.
Esta é a mensagem que toda a Igreja prega.
A Bíblia afirma que não há nenhuma condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus.
O arrependimento sincero afasta qualquer pecado que porventura tenhamos cometido.
Agora, voltemos à mesma senhora. Pense na possibilidade dela ter dito ao pastor que o seu pecado foi cometido após a sua conversão!
Será que ele agiria da mesma maneira?
Será que a sua reação seria tão vibrante e cheia de entusiasmo?
Certamente que não. Agora ele teria que levar o caso ao conselho da igreja para ver se ela poderia ou não continuar fazendo parte do grupo de santos. A igreja não tolera erros de seus membros.
Ela não percebe que não há nenhuma diferença para Jesus entre o “antes” e o “depois”.
É lógico que o problema desta senhora permaneceu o mesmo não importando se o seu pecado foi cometido antes ou depois de sua conversão. Se uma pessoa peca ela carece do perdão de Deus. O Senhor não mudou a sua maneira de agir para com aqueles que entraram em aliança com ele. Pelo contrário, ele renova as suas misericórdias sobre todos os que nele confiam.
Está na hora (eu penso que esta hora já passou há muito tempo) da igreja repensar seriamente sobre aqueles que ela perdeu.
Do lado de fora há muitos que se desviaram do caminho. Talvez não por vontade própria, mas pela intransigência e excesso de santidade dos que continuam sendo o que sempre foram: pecadores. O apóstolo João chamado o apóstolo do amor percebeu este perigo ao escrever a sua primeira carta. Leia com atenção o que ele afirmou:
“Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo. Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo”. (1 Jo 2. 1-2).
João implorou que o povo de Deus não pecasse.
Mas não deixou de esclarecer que se alguém pecar, pode contar com a defesa de um grande Advogado. Isto nos ensina que o perdão de Deus funciona não apenas para o mundano, o pecador que se converte. Ele funciona também para o crente, o seguidor de Jesus que por algum motivo se desvia do caminho.Que Deus nos dê um coração que saiba perdoar, principalmente aquele que vive ao nosso lado. Seja ele um irmão ou irmã em Cristo, seja o esposo, ou esposa, filhos ou filhas, amigos ou parentes. Esta é a mensagem que o Senhor nos deu para pregar. Não a mudemos!
www.novavida.com.br

BATISMO IRMÃO ALEXANDRE

sábado, 5 de dezembro de 2009

MAIOR RIQUEZA

Conta-se a história de um casal que se amava muito, mais o esposo tinha um desejo em seu coração. Ficar rico, e ele começa a trabalhar para que isso aconteça, passa horas no escritório volta totalmente sua vida ao cumprimento desse desejo, sua esposa que no inicio entendia esse sonho do esposo, começou a ficar isolada,só dentro de casa e tomada pelo abandono do esposo e a solidão ela resolve começar a trabalhar, o esposo apóia, afinal de contas é mais dinheiro que entra em casa, mais aquela esposa a cada dia era mais abandonada a solidão aumentava a cada dia. No trabalho ela é observada afinal de contas é nova e uma bela mulher, seu chefe aproxima-se dela, então ela começa a ouvir desse homem as palavras que gostaria de ouvir do seu esposo, apesar de manter-se fiel essas palavras começaram a entrar em seu coração, até que chega o momento onde esse homem dá a cantada final, ela resiste mais ao chegar a casa ela chama o esposo para conversar e conta-lhe tudo que estava acontecendo, então aquele homem reconhece seu erro pede perdão pelo pecado e promete grande mudança, ENTENDEU QUE A MAIOR RIQUEZA, ELE TINHA DENTRO DA PROPRIA CASA. SUA ESPOSA ERA SUA MAIOR RIQUEZA.
Queridos essa pequena história ilustra situações em nossas vidas, muitas vezes buscamos tanto algo, que consideramos importante e deixamos de lado o que é mais importante. Procure conquistar novos objetivos MAIS NUNCA ESQUEÇA O QUE É MAIS IMPORTANTE!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

HUMOR

"Mas o que me der ouvidos habitará em segurança, e estará tranquilo, sem receio do mal" (Provérbios 1:33).
Certa noite, um homem que costumava escarnecer das coisas de Deus sonhou que estava caminhando na beira de um grande precipício e, de repente, caiu no terrível abismo. Em sua queda ele viu um pequeno arbusto e nele se agarrou na tentativa de salvar-se. Ali pendurado ele começou a gritar pedindo que alguém o ajudasse. Ele podia sentir o arbusto se desprendendo da terra devido ao seu peso. Olhou para baixo e viu apenas escuridão. Começou a gritar novamente. Olhou para cima e viu, em seu sonho, Cristo em pé junto à beira do abismo dizendo para ele: "Largue o galho e Eu o salvarei".Ao ouvir o que o Senhor lhe dizia ele tornou a olhar para baixo e não tinha coragem de soltar o arbusto. Ele voltou a clamar por ajuda. Novamente ouviu a voz de Cristo dizendo:"Largue o galho e eu salvarei você". Ele sentiu sua mão deslizando do galho e, no desespero de sua angústia, viu-se precipitado no ar e, imediatamente, as mãos de Cristo segurando-o. Ele acordou. Havia sido apenas mais um sonho. A partir daquele dia em diante ele deixou de segurar-se no que era incerto e falso e passou a confiar apenas na verdade.Às vezes mostramo-nos indiferentes e até contrários às coisas celestiais. Achamos que não precisamos de Deus e que somos suficientemente capazes de resolver todas as nossas questões à nossa maneira. Caminhamos junto a imensos abismos e não nos damos conta do perigo por que passamos.E quando vemos a nossa auto-suficiência fracassar, jogando-nos no precipício de nossa presunção, mesmo assim não reconhecemos o quanto necessitamos do Senhor.Agarramo-nos aos arbustos incertos da nossa arrogância e esperamos socorro de qualquer lugar, menos de Deus. Mas o Senhor, com todo amor e misericórdia, permanece junto a nós.Ele sempre está e sempre estará ao nosso lado. Ele oferece Seus braços para nos abrigar. Oferece Seu amor para nos consolar. Oferece Sua casa para que ali vivamos para sempre.Se você ainda está se segurando nos arbustos inseguros deste mundo, solte suas mãos e deixe que Deus cuide de você.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Pastor é expulso de Vigário Geral por traficantes

POR PAULA SARAPU

Pastor consegue reunir poucos pertences deixados na sua casa Foto: Alessandro Costa / Agência O Dia

Rio - Quando chegou à Favela de Vigário Geral, há dois anos, para trabalhar com evangelização na Igreja Pentecostal Deus é Amor, na comunidade, o pastor Odilon Calixto da Cunha, 32 anos, não imaginava que sua vida a partir dali se transformaria num inferno. Perseguido por traficantes, que não aceitavam o fato de ele não colaborar com o crime, o pastor e sua família foram expulsos da favela no domingo.Depois de passar a noite com a mulher e os seis filhos sob a marquise de um supermercado em Duque de Caxias, o pastor procurou a 38ª DP (Brás de Pina). Na terça-feira, policiais foram à comunidade para que Odilon pudesse recuperar seus pertences. A casa de dois andares, tinha virado um dos ‘quartéis’ do bando: havia drogas, munição de fuzil e pistola, roupas camufladas e até uma granada abandonada pelos traficantes, que fugiram.
“Sei que não poderia ter este sentimento de revolta, mas quando meu caçula de dois anos me abraçou, sentindo frio, deitado na calçada, não pude querer outra coisa senão que todos eles sejam presos e paguem pela humilhação que nos fizeram passar. Foi muita covardia mandar minha mulher e meus filhos saírem de casa só com a roupa do corpo, sem poder almoçar a comida que estava no fogão. Quero que eles sofram”, desabafou.Mineiro, Odilon chegou a Vigário Geral trazido por um outro pastor, que ele descobriu mais tarde, atuar como colaborador do tráfico. Comprou uma casa por R$ 12 mil e não queria que os filhos crescessem em meio a homens armados, mas só deixaria a comunidade depois que quitasse o pagamento do imóvel, que ainda não chegou à metade.“Eles me criticavam porque eu não os apoiava. Certa vez, pediram para eu que socorresse um bandido ferido no meu carro, e eu disse que estava quebrado. Quiseram que eu levasse armas até Acari, e eu falei que jamais poderia fazer aquilo. Ofereceram frango de uma carga roubada, e não aceitei, mesmo só tendo feijão e arroz em casa. Eles diziam que outro pastor era um ‘braço’ deles e que, se eu não ajudava em nada, era porque tinha ligações com a polícia”, contou.Polícia já tem pistas sobre três invasores da residênciaNo dia em que chegou a Vigário, Odilon foi ‘convidado’ a ir até a boca de fumo, onde teve que apresentar ao gerente geral do tráfico Carlos Eduardo Amorim de Oliveira, o Du Gordo, as certidões de nascimento das crianças, sua certidão de casamento, as passagens da viagem e a carteira que comprovava que era pastor.O religioso pregava duas vezes por semana na favela e, nos outros dias, visitava comunidades, presídios ou igrejas fora da cidade. “Evitava passar perto deles, mas quando tinha que falar com os bandidos, chamava até de senhor. Meus filhos nunca brincaram na rua porque nosso mundo é muito diferente do deles, viemos da roça. Vi muita coisa triste, muita guerra, um inferno. As crianças nunca perceberam minha preocupação e agora, mesmo sem esquecer a humilhação, só quero ter paz”, disse ele, antes de carregar a Kombi que levou seus pertences para fora do Rio.O pastor indicou os apelidos dos três bandidos que expulsaram a família, China, Pixinguinha e Átila. A polícia vai identificá-los para pedir a prisão por roubo, violação de domicílio, roubo no interior de residência, porte ilegal de arma e tráfico.
Fonte: O Dia via André Cotelli